ACIDENTE NO MORRO DE PERNAMBUCO: COMANDANTE EXPLICA COMO ACONTECEU A TRAGÉDIA

O Comandante Sanches atuou presencialmente nas buscas. Foto: Thiago Dias / Blog do Gusmão.
O próprio Comandante Sanches atuou nas buscas. Foto: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Nessa sexta-feira (20), o Comandante da Capitania dos Portos, Cláudio Sanches, foi entrevistado por este Blog sobre o naufrágio da lancha “Sonho Meu I”, que ocorreu perto do Morro de Pernambuco, na terça-feira (17), em Ilhéus. Seis homens estavam a bordo, Marcelo Oliveira e Marcos Campos sobreviveram depois de nadarem cerca de 40m até a praia.

Corpo encontrado na quarta-feira (18). Foto: Gildava Lopes.
Corpo encontrado na quarta-feira (18). Foto: Gildava Lopes.

Na quarta-feira (18), dois corpos foram encontrados na praia do sul. As famílias reconheceram Robson Sampaio, 33, e Carlos Augusto dos Santos Alves, de 46 anos. Hoje (20), o corpo de Nelson Bispo dos Santos (63 anos) também foi encontrado no litoral sul de Ilhéus. As buscas pelo último desaparecido, Joel Araújo de Matos, serão retomadas na manhã desse sábado (21).

Na Delegacia da Capitania dos Portos de Ilhéus, foi instaurado inquérito administrativo para investigar o acidente. Os responsáveis poderão ser punidos por desrespeito à Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário (9.537).

A lancha tinha capacidade para 5 pessoas: o número de tripulantes era excedente. Ainda não é possível confirmar se havia coletes suficientes para os seis embarcados. O inquérito vai verificar também se outros equipamentos estavam regulares. 

O motor parou na Baía do Pontal e a embarcação ficou à deriva. O fato de ter se afastado do Morro de Pernambuco indica que não havia remos ou uma âncora que pudessem ser usados para evitar a tragédia. Segundo Sanches, a tripulação decidiu não abandonar a lancha. Se tivesse abandonado, as chances de sobrevivência seriam maiores. 

A lancha estava sendo usada na obra da ponte Ilhéus-Pontal. A Constran é a empresa encarregada. No entanto, os trabalhadores estavam a serviço de outra empresa terceirizada. Em nota, a Constran alegou não ter vínculo com a tragédia.

Segundo o Comandante Cláudio Sanches, auditores do Ministério do Trabalho compareceram na Delegacia da Capitania e colheram informações a respeito do episódio. 

TRIFIL É ACUSADA DE NÃO CUMPRIR NORMAS DE SEGURANÇA

trifilO Ministério Público do Trabalho (MPT) move uma ação civil contra a Trifil, nome fantasia da Itabuna Têxtil. Nos últimos dez anos, cerca de 400 acidentes de trabalho foram registrados na fábrica. Em novembro (2012), fiscais do órgão público interditaram 18 máquinas e lavraram 33 autos de infração contra a empresa.

Em Itabuna, na última quarta-feira (18), o operário Joadson Brito Oliveira (18 ou 21 anos)¹ morreu depois de ser sugado por uma máquina da Trifil. O fato reforçou a ação do MPT contra a fábrica. A empresa é acusada de negligenciar as intimações do Ministério, em relação aos procedimentos essenciais para a segurança dos funcionários. 

Tamanho descaso com a vida dos operários indica ao Ministério Público que a Trifil adota uma prática perversa, conhecida como “dumping social”. Ou seja, “a empresa prefere pagar as multas da fiscalização em vez de cumprir a lei no que se refere às normas de segurança e essa morte é fruto desse comportamento”, afirma a procuradora Cláudia Soares.

A primeira audiência sobre a morte de Joadson Brito está marcada para a próxima terça-feira (24), às 8h45, na 3ª Vara do Trabalho de Itabuna.

¹Segundo a Trifil, a idade de Joadson era 21 anos. De acordo com o MP do Trabalho, ele tinha 18 anos. 

RESPOSTA AO BLOG DO GUSMÃO REFERENTE À NOTA: ERRO “FEIO” DA DIREC 06

Em virtude do acompanhamento técnico, realizado por um profissional da SEC com o objetivo de fazer o levantamento de quadro de vagas reais da Direc 06 é que foi solicitado aos docentes que foram classificados do REDA que retornassem em 03 dias, após a conclusão do referido levantamento, para receber o encaminhamento e apresentarem–se nas Unidades Escolares.

Vale registrar que a SEC disponibiliza apenas um técnico para realizar esse trabalho e, as demais DIRECs estavam no aguardo de sua chegada o que não ocorreu com a Direc 06 conforme exposto.

Assim, registre-se que nessa data, não existe qualquer pendência de encaminhamento. Todos os selecionados que se apresentaram já estão ministrando aulas nas Unidades Escolares.

DE REPENTE, IMAGINEI VILA NOVA AO LADO DO REÚNE ILHÉUS

Se o Reúne Ilhéus tivesse surgido no final dos anos 80, os contrários de hoje seriam contemporâneos da mesma causa.
A imaginação deste modesto blogueiro transformou os adversários de hoje em contemporâneos da mesma causa.

Por Emílio Gusmão

De repente, minha imaginação resolveu alterar o passado. Rememoro o final dos anos 80 e início dos 90 de outra forma. Visualizo o Coletivo Reúne Ilhéus lutando pela adoção da carteirinha de estudante, ao lado do bravo Valdemir Conceição (o Nêgo Val – apelido da época), então presidente da saudosa União dos Estudantes Secundaristas de Ilhéus (UESI).

Ao lado de “Nêgo Val” e do Coletivo Reúne Ilhéus, minha imaginação vê o estudante Elivaldo Vila Nova, humilde morador do Nelson Costa, prestes a iniciar uma trajetória bem-sucedida no rádio ilheense.

Passado e presente estão confundidos. Vila Nova, hoje adversário ferrenho do Reúne Ilhéus, no passado esteve ao lado do movimento, na incessante busca por um transporte coletivo de qualidade.

Agora retorno aos dias atuais. Essa fusão de tempos e posturas distintas não é tão incoerente quanto parece. Revelo aqui um fato verdadeiro. Vila Nova foi um destemido líder estudantil do PDT que lutou, ao lado de “Nego Val”, pelo direito à meia-passagem. Nessa época, alguns membros do Reúne Ilhéus sequer haviam nascido, entretanto, as causas de ontem e de hoje guardam semelhanças.

Lembro também que tanto Val como Vila Nova foram vítimas de preconceitos intoleráveis, sobretudo, por serem negros.

Não vou julgar ninguém. A vida impõe obstáculos que nos fazem mudar de opiniões, e as necessidades, muitas vezes, falam mais alto.

Contudo, admito que fico pasmo quando, no campo das ideias políticas e das lutas sociais, vejo uma pessoa romper tão drasticamente com o seu passado. Vale ressaltar que este caso específico remete aos direitos humanos. O artigo II da Declaração Universal adotada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1948 diz: “Toda pessoa tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta Declaração, sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, língua,  religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição”.

Lembro também o 12º princípio da Carta da Terra (cada vez mais citada por juristas internacionais): “defender, sem discriminação, os direitos de todas as pessoas a um ambiente natural e social capaz de assegurar a dignidade humana, a saúde corporal e o bem-estar espiritual, com especial atenção aos direitos dos povos indígenas e minorias. a) Eliminar a discriminação em todas as suas formas, como as baseadas em raça, cor, gênero, orientação sexual, religião, idioma e origem nacional, étnica ou social”.

Quando utilizou o termo “descaração paixão” numa referência a dois jovens homossexuais que trocaram beijos à noite, “nos arredores do Palácio Paranaguá”, Vila Nova adotou a linguagem típica de um “Skinhead” (restrito à comunicação).

Não fez jus à inteligência do jovem (meu contemporâneo) que apesar de ter estudado pouco, sempre se destacou por ter inteligência notável.

Olvidou completamente o passado e perdeu a capacidade de refletir.

Ao invés de atacar profissionais de comunicação que abrem espaços às minorias, deveria ser humilde e pedir desculpas.

Poderia, assim, abrir mão do preconceito e emitir um sinal de grandeza.

DEPUTADO DEFENDE DEMARCAÇÃO DAS TERRAS INDÍGENAS

Reunião entre Tupinambás e o deputado Yulo Oiticica (PT).
Reunião entre representantes indígenas e o deputado Yulo Oiticica.

Há dois meses,  o Sul da Bahia vivencia a intensificação da luta pela terra. A demora da demarcação do território tupinambá acirra os confrontos. Ontem, quinta-feira (19),  a comissão executiva do Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (Mupoíba) se reuniu com o vice-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado Yulo Oiticica (PT) para uma conversa sobre os conflitos que se agravam na região, especialmente, em Buerarema.

No encontro, o Mupoíba apresentou ao deputado os principais obstáculos no caminho da demarcação. “A gente quer amenizar o problema, mas não basta só o Governo demarcar, é preciso pagar indenização para que o conflito chegue ao fim de vez”, explicou Gildo Tupinambá.

O Movimento também solicitou a presença de Oiticica na mediação do impasse. O deputado mostrou-se suscetível à causa. “É preciso que o governo federal e o governo estadual tenham uma ação imediata, não só para repactuar a perspectiva de construir a paz, mas para fazer justiça. É preciso demarcação imediata para que os índios tenham o que é de direito”, afirmou Oiticica.

NOTA PÚBLICA DA VIAMETRO

coletivoA Viametro Transportes Urbanos, empresa que atua no sistema de transporte público do município de Ilhéus, lamenta profundamente o ato de vandalismo, ocorrido na noite de segunda-feira, dia 17, por volta das 21 horas, no bairro Hernani Sá, que resultou no incêndio do ônibus. Felizmente, não houve vítimas, pois o veículo encontrava-se vazio.

A direção da empresa repudia a depredação e queima criminosa de ônibus, pois esse tipo de ato põe em risco a vida das pessoas e compromete a rotina do serviço público de transporte.

A Viametro entende que a população tem todo o direito de fazer manifestações por melhoria da qualidade e valor dos serviços, mas nem a empresa e nem os cidadãos de bem que residem em Ilhéus admitem atos de vandalismo de qualquer natureza.

Assim, a Viametro reafirma o seu compromisso de garantir transporte público de qualidade aos ilheenses e se coloca à disposição da comunidade para discutir assuntos relativos aos serviços prestados na área de transporte de passageiros.

DIA DE RESPONABILIDADE SOCIAL OFERECE SERVIÇOS GRATUITOS NESSE SÁBADO

1186176_10151593332412085_716200645_n

Nesse sábado (21), a FTC Itabuna promove o Dia da Responsabilidade Social, um evento que acontece nacionalmente em parceria com a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes).

O evento que acontece das 08h às 13h, na Praça José Bastos, vai oferecer serviços como teste de glicemia e aids, aferição de pressão, atendimento jurídico, assistência social, atividades infantis, entre outros.

O dia “D”, com o tema “Somos todos iguais e diferentes”, é um movimento em prol do bem-estar coletivo e qualquer pessoa pode participar.

A LIMPEZA DOS BUEIROS NÃO CHEGOU À AVENIDA ILHÉUS

Avenida Ilhéus após a chuva. Imagem: Gabriela Caldas/Blog do Gusmão
Avenida Ilhéus após a chuva.
Imagem: Gabriela Caldas/Blog do Gusmão

A chuva da manhã de hoje (20), em Itabuna, deixou muitas ruas alagadas. Esse é um problema antigo e mal resolvido na cidade, sempre motivo de queixas da população.

Na semana passada a prefeitura iniciou obras para limpar os bueiros e evitar os alagamentos no centro da cidade, mas a Avenida Ilhéus e ruas adjacentes, ficaram de fora, pois a rede continua obstruída causando problemas para quem trafega por lá.

João Carlos, que trabalha na Avenida, disse que há anos o local enfrenta esse problema. “Às vezes a gente fica preso na loja porque a água chega a tomar a rua e a calçada. Entra governo, sai governo, nada muda”, completa.

TRABALHO: SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE VAGAS NESSA SEGUNDA-FEIRA

Confira abaixo as vagas disponíveis nessa segunda-feira (23), na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Representante Comercial

Formação: Ensino Médio Completo

CNH B

6 meses de experiência

1 vaga

Vendedor Pracista

Formação: Ensino Médio Completo

6 meses de experiência

3 vagas

Pizzaiolo

Formação: Ensino Fundamental Completo

6 meses de experiência

1 vaga

(mais…)

BANCO DE SANGUE DE ITABUNA PEDE AJUDA

DOAO-D1-300x185A Coordenação de Captação de Doadores de Sangue do Banco de Sangue Humano de Itabuna pede a todos os doadores dos Grupos O e A NEGATIVOS para realizar doações.

A solicitação é emergencial, pois dois pacientes internados precisam com urgência manter as transfusões de sangue relativas aos grupos citados. 

O Banco de Sangue funciona no prédio anexo ao Hospital Calixto Midlej Filho, de segunda a sexta-feira, das 7 às 17h e sábado das 7h ao meio dia. Para mais informações, o telefone é (73) 3214-9126.

PARTIDO DE MARINA ADMITE QUE NÃO TERÁ ASSINATURAS NO PRAZO

A ex-senadora Marina Silva.
Marina Silva.

Publicado no Jornal O Globo.

A criação do partido com o qual a ex-senadora Marina Silva pretende concorrer à Presidência da República está por um fio. A direção da Rede Sustentabilidade jogou a toalha e ontem admitiu que não entregará ao Tribunal Superior Eleitoral, no prazo estipulado (até segunda-feira), as 492 mil assinaturas de apoio exigidas em lei para a formalização da legenda. A última cartada para tentar que o partido seja validado até o dia 4 de outubro, data-limite para a filiação dos interessados em disputar as eleições do próximo ano, será tentar que o TSE legitime diretamente parte das 140 mil assinaturas que não foram aceitas pelos cartórios.

Idealizado por Marina, o partido protocolou ontem 136 mil novas fichas de apoio certificadas em todo o país. Mas, somadas às 304 mil apresentadas no fim de agosto, elas totalizam 440 mil assinaturas validadas, 52 mil a menos que o mínimo exigido. Há, no entanto, um grupo específico entre as 140 mil rejeitadas que está no foco da Rede: são as 95.206 rejeitadas sem que os cartórios explicitassem a motivação. O advogado da legenda, Torquato Jardim, que ingressou com uma petição pedindo a validação, diz que a legislação exige a justificativa.

— Por disposição expressa da Lei 9.784, de 1999, o ato administrativo que afete ou negue direito tem que ser motivado. Sem motivação, o ato administrativo é nulo — afirmou Jardim.

Para demonstrar a seriedade do processo de coleta de assinaturas da legenda, foram anexadas à petição várias caixas com cem mil fichas de apoio descartadas pelo partido antes mesmo de chegar aos cartórios. Segundo os organizadores, de um total de 910 mil assinaturas obtidas, apenas 660 mil foram entregues aos cartórios. O objetivo, segundo o partido, era só encaminhar as fichas realmente válidas para não entulhar os órgãos com as que continham algum tipo de vício.

POLÍCIA INVESTIGA MORTE DE JOVEM DA TRIFIL

Foto0777A Polícia Civil de Itabuna instaurou inquérito para investigar a morte de Joadson Brito Oliveira, de 21 anos, que morreu após ser sugado por uma máquina centrífuga na manhã da última quarta-feira (18), na Trifil, localizada no bairro Nova Itabuna.

Colegas de Joadson denunciam que a tampa de segurança da máquina onde ocorreu o acidente não estava no lugar. A delegada responsável pelo caso está ouvindo testemunhas e aguarda os laudos da perícia.

Familiares do trabalhador acusam a Trifil de negligência. Eles afirmam que o rapaz não estava preparado para trabalhar com a máquina, pois estava na empresa há apenas 04 dias.

SOLON PINHEIRO PERDE NA JUSTIÇA E CARLOS COELHO RETOMA MANDATO

vereadores

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia decidiu, nesta quinta-feira (19), pelo retorno do médico Carlos Coelho ao cargo de vereador em Itabuna. Ele perdeu o mandato após ser denunciado por compra de votos.

A denúncia foi feita por Solon Pinheiro, suplente de Carlos Coelho, eleito pelo DEM. Solon alegou que o colega de partido realizou cirurgias em troca de votos e moveu ação judicial contra ele.

No início do ano, o juiz titular da 28ª Zona Eleitoral de Itabuna, André Dantas Vieira, cassou o vereador Carlos Coelho e determinou a posse de Solon Pinheiro, que após essa decisão do TRE, deixará o cargo e dará lugar ao médico.

A Câmara de Itabuna deve empossar o vereador Carlos Coelho assim que receber a notificação do Tribunal.