TENDÊNCIA DOS BANCÁRIOS É MANTER A GREVE

Bancos em greve em Itabuna. Imagem: Gabriela Caldas
Bancos em greve em Itabuna.
Imagem: Gabriela Caldas

O presidente do Sindicato dos Bancários no estado, Euclides Fagundes, afirmou que a categoria deve rejeitar a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) que elevou de 6,1% para 7,1%, o reajuste dos salários dos bancários. Para eles, o aumento é pouco, mas o assunto ainda será discutido em assembleia nesta segunda-feira (07).

Além do reajuste salarial, a Fenabran também ofereceu um aumento de 7,5% sobre o piso salarial, além de propor alta de 10% na parcela fixa da Participação nos Lucros (PL), cuja fórmula de cálculo será mantida.

Os bancários estão em greve há 19 dias na Bahia, e de acordo com dados do sindicato, 1.013 agências estão fechadas no estado e em Sergipe, base da Federação, o que representa 10% das unidades paradas.



One response to “TENDÊNCIA DOS BANCÁRIOS É MANTER A GREVE

  1. Esses bancários sindicalistas são os come e dorme que vive atazanando a vida da população. Só sabem fazer isso, por que não vão infernizar a vida dos banqueiros? tem que infernizar a do pobre cidadão que já vive infernizado com tantas coisas? Isso é sindicalismo das antigas. Esses trogloditas que não trabalham deviam ser presos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *