GREVE DOS BANCÁRIOS: COMÉRCIO DE ITABUNA PERDE 35% DAS VENDAS

comercio

Apesar de os caixas eletrônicos darem conta de boa parte das operações bancárias, as filas são enormes durante a paralisação dos bancários. Isso incita os consumidores a usarem mais os cartões de créditos. Em muitos casos, eles ultrapassam os limites e deixam de fazer novas compras nesse período.

Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna (CDL), Jorge Braga, em entrevista à Morena FM, as vendas no comércio da cidade caíram em torno de 35% desde o início da greve dos bancários.

Todas as agências do município estão fechadas desde o último dia 19, quando começou a paralisação. Muitas empresas já pensam em congelar admissões e até em demitir.

E a greve ainda não tem prazo para acabar, já que em assembleia ontem (07), os bancários não aceitaram a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban)e continuam de braços cruzados.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *