UM CASO CABELUDO ENVOLVENDO MARQUETEIRO, PROPAGANDA E POLÍTICO

jamal-padilha (1)Por Mohammad Jamal

Nunca vou esquecer o horror que congelou minhas glândulas, quando a palavra funesta cicatrizou em meu cérebro vertiginoso. Andei desorientado pelas ruas como um homem com concussão. A cena que assisti teria destruído minha sanidade.

Eu estava em pé na porta do Palácio, no segundo degrau da escadaria, quando suas hemorroidas explodiram no carro e se enroscaram na roda traseira do veículo. Ele ficou completamente estripado, deixando para trás uma carcaça vazia, ali sentada no estofamento de pele de canguru do carro. Ate os olhos e o cérebro, se foram com um barulho horrível. Um plóft lúgubre! Como o sacar duma rolha numa velha garrafa de vinho portenho.

Não sei se já lhes contei a história do marqueteiro de político que ensinou o ânus a falar?… O abdome dele mexia-se para cima e para baixo e ele peidava palavras em um som borbulhante, denso, estagnado… Um som que dava para cheirar a estilística sulfídrica que emanava da sua retórica.

O homem trabalhava na campanha política de alguém de um partido de letras pês. E dizer que tudo aquilo começou por um novo número banal de supostas ventriloquias, onde promessas e atributos eram peidados em praças públicas com promessas inexequíveis e loas factóides exorbitadas ao candidato. E ia dando certo! O candidato crescia a cada dia nas pesquisas de intenções de votos e, pagava satisfeito pelo marketing e merchandising proficientes, a peso de ouro!

(mais…)

CDL DE ILHÉUS CHAMA A POLÍCIA

Será que a CDL quer jogar a PM contra os estudantes?
Será que a CDL quer jogar a PM contra os estudantes?

Ontem (quinta-feira, 10), a diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas de Ilhéus – CDL se reuniu com o major Câmara, comandante da 68ª CIPM. Em pauta, a preocupação dos comerciantes com o acampamento Wagner Bastos, que ocupa uma rua em frente à Prefeitura. Segundo a CDL, muitos lojistas estão pedindo a liberação do espaço.

Segundo Paulo Ganem, presidente da CDL, a reclamação não é contra o Reúne Ilhéus. Trata-se apenas de um apelo em defesa do direito de ir e vir. Além disso, os comerciantes querem começar a maquiagem da Praça JJ Seabra para o Natal. Eles afirmam que não podem iniciar a decoração enquanto os manifestantes continuarem acampados em frente ao Palácio Paranaguá.

A CDL deseja que a PM dialogue com os integrantes do Reúne Ilhéus, pedindo a desocupação.

Comentário do Blog.

Grande parte da sociedade civil de Ilhéus é conservadora e jamais se distancia do poder. Não foi por menos que o ex-prefeito Newton Lima (6 contas rejeitadas no TCM) foi homenageado no centenário da Associação Comercial. Na época dessa homenagem, a prefeitura sequer pagava os salários dos servidores.

Esperamos que a atitude da CDL, contra o Reúne Ilhéus, não seja um subterfúgio para conseguir apoio e recursos para a campanha natalina. A CDL deveria se preocupar também com as contas públicas. Será que o prefeito Jabes Ribeiro vai pagar o décimo terceiro salário dos servidores? 

CAETITÉ: BAMIN TENTA DESTRUIR MATA CILIAR

Moradores impediram funcionários da Bamin de desmatar vegetação que protege rios.
Moradores impediram funcionários da Bamin de desmatar vegetação que protege rios.

Segundo informações da Comissão Pastoral da terra (CPT-BA), a desavença ocorreu em Caetité. A Bahia Mineração (Bamin) estava iniciando seus experimentos para explorar minério de ferro na área conhecida como Gerais. Segundo moradores da região, a multinacional quer transformar o leito do Riacho Pedra de Ferro numa barragem de rejeitos do processo de extração mineral. Para isso, a empresa pretendia abrir caminho, desmatando uma quantidade significativa da vegetação ciliar, que protege várias nascentes ribeirinhas.

No último dia 17 de setembro, a Bamin levou cerca de 30 funcionários equipados com motosserras para iniciar o trabalho. A ideia era limpar a área para o avanço das máquinas. No entanto, habitantes das comunidades que são abastecidas pela água das nascentes daquela região foram até o local e impediram o desmatamento. Uma denúncia foi registrada contra a empresa no Ministério Público  e encaminhada para o Núcleo de Defesa do São Francisco.

De acordo com o relatório de impactos ambientais apresentado pela Bamin e endossado pelo INEMA (que concedeu a licença para o desmatamento), apenas 3 famílias eram abastecidas com água daquelas nascentes. Essa informação foi contestada por um levantamento feito pela CPT (Comissão Pastoral da Terra) e pelas Associações de João Barroca e Baixa Preta. Segundo os dados desses agentes sociais, 16 localidades e mais de 230 famílias são beneficiadas pelas águas que nascem ali, além de outras comunidades que recebem água do mesmo local, na época de estiagem, por meio de carros pipas.

Os habitantes ressaltaram que a região já é assolada pela seca e não pode ter seus recursos hídricos ameaçados pela cobiça do capital estrangeiro.

Com informações do www.cptba.org.br.

AÉCIO E CAMPOS NÃO SERÃO CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA, AFIRMA COLLOR

Fernando Collor.
Fernando Collor.

Segundo o ex-presidente do Brasil, senador Fernando Collor (PTB), seu colega Aécio Neves (PSDB) e o governador Eduardo Campos (PSB) não serão candidatos à presidência da república, nas eleições de 2014.

De acordo com Collor, José Serra conserva uma obsessão: ser presidente do Brasil. “Ele vai esperar o Aécio derrapar, como um carro de corrida da Fórmula 1 que escorrega na pista e sai da prova”, disse Collor. Segundo o IG, Serra não tem a preferência das lideranças partidárias, como o ex-presidente FHC e o governador Geraldo Alckmin. Por outro lado, o ex-ministro da saúde confia em sua indicação, nas prévias do PSDB.

Em relação à aliança entre Eduardo Campos e Marina Silva, Collor disse que a chapa do PSB está “de cabeça para baixo”. O senador lembrou que o governador de Pernambuco ainda não é conhecido em todo país. Enquanto Marina Silva recebeu 20 milhões de votos nas eleições de 2012, quando foi derrotada pela presidente Dilma Rousseff (PT).

Com informações da Terra Magazine.

DEPUTADOS QUEREM REVOGAR O NOVO CÓDIGO FLORESTAL

Salvador recebeu o I Encontro das Frentes Parlamentares Ambientalistas.
Salvador recebeu o I Encontro das Frentes Parlamentares Ambientalistas. Foto: Isabelle Lamenha.

Na quinta-feira (10), foi realizado o  Iº Encontro Nacional das Frentes Ambientalistas das Assembleias Legislativas, no auditório da Assembleia Legislativa da Bahia. 

Durante o encontro, os deputados aprovaram, por unanimidade, uma carta-solicitação ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux. No documento, os parlamentares pedem a revogação do Novo Código Florestal (Lei 12.541, de 25 de maio de 2012).

Políticos, lideranças do movimento ambiental, da sociedade civil e de organizações não governamentais, como a SOS Mata Atlântica, avaliaram que a preservação e restauração dos processos ecológicos estão comprometidas com o novo código. Eles afirmam que a nova legislação “trouxe inúmeros retrocessos socioambientais, comprometendo percentual enorme de áreas protegidas, além de promover a anistia de crimes e outros ilícitos ambientais, dentro outras inconstitucionalidades”.

CAPITAL ESPECULADOR GOVERNA ILHÉUS

lhéus não tem planejamento estratégico para o seu futuro, e se prostitui com projetos mal acabados e especulativos. Pode ser bom pra mim, mas não será para a maioria.
Ilhéus não tem planejamento estratégico para o seu futuro, e se prostitui com projetos mal acabados e especulativos. Pode ser bom pra mim, mas não será para a maioria.

Do blog Acorda Meu Povo, do jornalista Paulo Paiva.

Do jeito que as coisas vão, mais parece que o capital especulador é quem governa (ou desgoverna) o município de Ilhéus. Quem entende e se interessa por gestão pública e planejamento urbano e territorial, ou tem um bocadinho de conhecimento sobre os desafios do município de Ilhéus precisa reconhecer que estamos vivendo, o momento mais crítico de nossa história, e precisamos de uma posição, e de uma liderança consciente disto. Estamos abrindo mão da governança, do pertencimento, e não somos – nós mesmos, os autores e protagonistas do planejamento de nossa lugar, enquanto os interesses passageiros ocupam o  espaço do planejamento participativo. O que vemos é uma linha de projetos pensados por “macianos” em um filme que nos sugere:  “Aceitar e silenciar”.

Ilhéus 1960_2009Vivemos na “casa da mãe Joana” onde quem planeja é o governo do estado, e grandes corporações que aspiram lucros, e se beneficiam com a insegurança de municípios em crise e prefeituras falidas. A conivência do executivo e legislativo municipal é a mesma para o novo morador de barraco que destrói o mangue para ficar mais perto da comida e do emprego, ou o empresário que destrói e imobiliza a cidade para facilitar seus negócios.

Nesse tipo de cenário temos um campo fértil para a corrupção e beneficiamento de pequenos grupos, que nos afastam cada vez mais dos excluídos, e criam exclusão. Estamos de bunda pra lua em uma cidade repleta de irregularidades, onde os instrumentos de gestão urbana, obrigatórios por lei e políticas de governo não são postos em prática. Ilhéus se colocou a venda a preço de banana, e tornou-se um lugar fácil de se beneficiar com o bem público.

Enquanto isto, o futuro continua dependendo de um planejamento com base técnico-científica, orientado pela participação e pela modernidade. Carecemos de um caminho de participação inteligente, legítima e ética nas decisões sobre nosso bem comum. Estamos ignorando o planejamento urbano de qualidade. E enquanto os poderes executivo e legislativo não entrarem em cena com personalidade, continuaremos a ser a cidade mais agredida do litoral brasileiro. As decisões de agora terão impactos por décadas, e não devem ser orientadas por um olhar simplificador e imediatista, sem uma lente de médio e longo prazo. Não podemos tapar um buraco, abrindo outros tantos. Vamos seguir os exemplos de outras cidades que estão dando certo em suas estratégias. Vamos superar a crise com o triunfo da qualidade de vida consolidada, e não permitir o atrapalho nesse meio de caminho entre o passado e o futuro.

(mais…)

ILUMINAÇÃO PÚBLICA DE ILHÉUS: TERCEIRIZAÇÃO NÃO RESOLVE O PROBLEMA

Contrato caro com resultados ruins. Não deu luz Isaac!
Contrato caro com resultados ruins. Acende a luz Isaac!

O secretário de desenvolvimento urbano de Ilhéus, Isaac Albagli, defendeu com unhas e dentes a terceirização da iluminação pública.

Segundo informações do sindicato dos servidores municipais (SINSEPI), o quadro da prefeitura possui eletricistas, sendo a contratação desse tipo de profissional desnecessária.

Isaac afirma que não há eletricistas, e sim, auxiliares de serviços gerais em desvio de função.

Com essa justificativa, ele convenceu o prefeito a promover uma licitação no valor de um milhão e setecentos mil reais, que serão pagos à empresa vencedora (Engelux) anualmente. Esse custo paga não só a mão de obra, como também, os equipamentos e lâmpadas.

A Engelux começou a trabalhar no início de agosto. Passados mais de 60 dias, moradores de diversos bairros da cidade continuam se queixando da escuridão. Os sinais do serviço ruim contratado pelo governo municipal podem ser ouvidos nos programas de rádio matinais.

O Blog do Gusmão tentou manter contato com Isaac Albagli, mas o celular está desligado.

MARINA SILVA E EDUARDO CAMPOS GERAM FATO NOVO

sergio abranchesPor Sergio Abranches

Surpresa, ousadia e movimentos que somam, em lugar de dividir, têm alto impacto na política. A maneira como Marina Silva respondeu à impugnação da Rede Sustentabilidade pelo TSE, e Eduardo Campos recebeu sua iniciativa, foi de alto impacto. Transformou-se imediatamente em um fato político com forte repercussão na mídia e na política.

Hoje os jornais estão cheios de reações e declarações de todas as lideranças relevantes, de todos os campos, de Lula e Dilma, de Aécio a Roberto Freire, só para mencionar as mais óbvias. Todos os analistas estão acompanhando com lupa os eventos e as reações, para tentar captar sinais que permitam antecipar os movimentos futuros com impacto político-eleitoral.

A decisão mexeu em todo o tabuleiro político-eleitoral, alterou os cálculos de todos os agentes e remexeu as expectativas em relação às possíveis chapas e coligações na disputa de 2014.

O tema da sustentabilidade entra na agenda eleitoral com esse movimento de Marina e Eduardo Campos, como desafio para eles mesmos e para os demais concorrentes na eleição. A maior novidade não é o gesto de Marina Silva, certamente singular na história política recente do país. A maior novidade é estar em negociação uma coligação programática, baseada em uma carta de princípios e na hospedagem amistosa de uma força política em um partido consolidado. Há precedentes históricos para esse tipo de recepção de uma força política autônoma por um partido político. A negociação programática de uma coligação eleitoral não tem precedentes.

Na segunda república, de 1945-1964, o PTB abrigou várias forças proscritas, sobretudo ligadas ao partido comunista, sem lhes cobrar adesão a seu programa. O MDB, durante a ditadura militar, de 1964 a 1984, abrigou várias forças políticas banidas que, depois da redemocratização, se constituiriam em partidos independentes.

(mais…)

TRABALHO: SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE VAGAS NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA

Confira abaixo as vagas que estarão disponíveis na próxima segunda-feira (14), na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Cozinheiro

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • 1 vaga

Garçom

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • 4 vagas

Auxiliar de Borracheiro

  • Formação: Ensino Fundamental Incompleto

  • 6 meses de experiência

  • 1 vaga

(mais…)

PREFEITURA DE ILHÉUS ABANDONA O MINHA CASA, MINHA VIDA

Condomínio Morada do Porto. Foto: Thiago Dias / Blog do Gusmão.
Condomínio Morada do Porto. Imagens: Thiago Dias / Blog do Gusmão.

Reportagem: Thiago Dias.

Nessa quinta-feira (10), este Blog visitou o condomínio Morada do Porto. Fomos ouvir o que os moradores pensam sobre o conjunto residencial construído através do programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal.  

A comunidade já tem quase 6 mil habitantes. As 700 habitações começaram a ser ocupadas em janeiro de 2013. Desde então, Carlos Vieira, Jocilene Santos e Shirley Souza (nossos entrevistados) mudaram-se para o Morada do Porto com suas famílias. Segundo eles, o financiamento da casa própria foi uma grande realização e esse é o sentimento da maioria das pessoas que vive ali.

Carlos Vieira.
Carlos Vieira.

Carlos mora com a esposa e a enteada; Jocilene, com a irmã e a mãe; Shirley é viúva e vive com seus três filhos. Todos estão desempregados e ganham a vida com pequenos “bicos”. De acordo com Shirley, sair do aluguel foi um alívio para o orçamento familiar. Seu marido morreu em 2012. Sua situação ficou ainda mais difícil em janeiro de 2013 quando, depois de 10 anos de serviço, ela foi demitida junto com centenas de servidores da Prefeitura de Ilhéus.

Apesar de reconhecerem a conquista da casa própria, nossos entrevistados também demonstraram que “isso não é tudo”. Eles falaram sobre a ausência das políticas públicas do município. Segundo Jocilene e Shirley, o posto de saúde, a creche e o módulo policial do condomínio nunca funcionaram.

Outro problema emperra a vida dos habitantes do Morada do Porto: o custo alto do transporte coletivo. Muitas crianças do condomínio não podem ir à escola porque seus pais não têm dinheiro para pagar a tarifa cobrada pelas empresas Viametro e São Miguel. Segundo Shirley, seus filhos estudam no centro. Ela estima que gasta quase R$ 150 por mês só com passagens de ônibus.

Comentário do Blog.

Jocilene, Carlos e Shirley certamente não representam toda diversidade populacional do condomínio, mas isso não desautoriza suas falas, pois eles compartilham aquela realidade social. Como muitos outros habitantes do Morada do Porto, eles experimentam a segurança de viver na própria casa. Mas, sabem que podem muito mais que isso. São dignos de sonhos maiores e, principalmente, do respeito fundamental. Estão satisfeitos com seus apartamentos, no entanto, aguardam pelo funcionamento dos serviços municipais, a abertura da creche e do posto de saúde. Querem também uma intervenção do governo para facilitar o acesso das suas crianças à escola. Sonham – junto com o presidente da Associação de Moradores, Nildo Oliveira – com a construção de uma escola dentro da comunidade.

Veja mais imagens do condomínio. 

 

O esporte é uma importante opção de lazer.  Mas o piso da quadra já está desgastado.
O esporte é uma importante opção de lazer. Mas o piso da quadra já está desgastado.
Segundo os moradores, o posto de saúde nunca funcionou.
Segundo os moradores, o posto de saúde nunca funcionou.
A creche também não funciona.
A creche também não funciona.
Módulo policial fechado.
Módulo policial fechado.

 

A segunda grande área construída do condomínio.
A segunda grande área do condomínio.

CAÇAMBAS RETIRAM AREIA DA PRAIA DA AVENIDA

A prática é comum em Ilhéus.

Segundo um sindicalista, em junho de 2011, caçambas alugadas pela prefeitura retiraram areia da praia da Avenida Soares Lopes e levaram para um terreno de um secretário municipal (relembre aqui).

Sendo assim, cabe aos órgãos ambientais manterem extrema vigilância.

Hoje pela manhã, por volta das 8h30min, caçambas faziam o que parece normal.

A imagem é de Shi Mario Schneider.

caçamba retira areia

PREFEITURA DE IBIRAPUÃ PROMOVE CONCURSO PARA 69 VAGAS

Praça de Ibirapuã.
Praça de Ibirapuã.

A prefeitura de Ibirapuã, no extremo Sul da Bahia, prorrogou o prazo de inscrições para o concurso público. Até o dia 20 de outubro os interessados poderão se inscrever. São oferecidas 69 vagas.

Os candidatos podem disputar vagas que exigem nível fundamental incompleto ou completo, médio ou superior, a depender da função pretendida. As remunerações vão de R$678 a R$8 mil.

As inscrições podem ser feitas na internet, por meio do site da MSM Consultoria.

REBANHO BOVINO BRASILEIRO É O SEGUNDO MAIOR DO MUNDO

gado bovinoDo Estadão

Maior rebanho do País e um dos principais itens na pauta de exportações, o número de cabeças de gado teve queda de 0,7% em 2012, na comparação com 2011. A informação consta na pesquisa de Produção Pecuária Municipal (PPM), do IBGE, divulgada nesta manhã. Estimado em mais de 211 milhões de cabeças de gado, o rebanho é o segundo maior do mundo segundo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Em primeiro, aparece a Índia.

No total, foram abatidos 31,118 milhões de cabeças de gado, o equivalente a uma produção de 7,351 milhões de toneladas de carne. O número representa uma taxa de abate inspecionado de apenas 14,7% do volume total do rebanho.

Entre as regiões, apenas a Norte não registrou queda na produção, com alta de 1,3%. A prolongada seca afetou fortemente as produções de leite e carne bovina no Nordeste, que teve a pior produção em cinco anos. Em toda a região, o rebanho na região caiu 4,5% em relação a 2011 e a produção de leite 14,8%. Pernambuco (-24,2%) e Paraíba (-28,6%) tiveram as quedas mais expressivas.

Nas demais regiões, o avanço de outras lavouras, como a cana-de-açúcar, em São Paulo, e a soja, Rio Grande do Sul, provocou a redução. Mato Grosso lidera a produção nacional com 13,6% de participação, seguido de Minas, com 11,3% e Goiás, com 10,4%.