PROGRAMA GARANTE 656 CASAS POPULARES NO VILELA

Wagner e Jabes. Foto: Roberto Santos.
Wagner e Jabes. Foto: Roberto Santos.

Nesta terça-feira (05), o prefeito Jabes Ribeiro (PP) assinou o documento que garante a construção de 656 apartamentos em Ilhéus, por meio do programa  Minha Casa, Minha Vida, do governo federal. 

O prefeito de ilhéus acompanhava a cerimônia de inauguração de um condomínio popular em Itabuna. No evento, diante do governador Jaques Wagner (PT), o compromisso foi firmado. Segundo a Prefeitura de Ilhéus, o novo conjunto residencial será construído no Teotônio Vilela. 

Em breve, a Secretaria de Desenvolvimento Social de Ilhéus deve divulgar informações sobre os procedimentos de inscrição e seleção das pessoas interessadas em participar do programa. 

PROFESSORES DA UESC PARALISAM ATIVIDADES

Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).
Universidade Estadual de Santa Cruz.

Na quinta-feira (07),  os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz  (UESC) vão paralisar suas atividades. Os docentes das outras universidades baianas também participam do protesto contra o projeto da lei orçamentária de 2014, que destina menos de 5% da Receita Líquida de Impostos (RLI) às instituições de ensino superior. 

O professores lutam pelo mínimo de 7% da RLI para as universidades estaduais. De acordo com a ADUSC (Associação dos Docentes da UESC), os problemas estruturais e a falta de professores, no ensino superior da Bahia, estão relacionados com o baixo orçamento dedicado à educação pública. 

WAGNER E VANE INAUGURAM JARDIM AMÉRICA II

A cerimônia foi realizada na praça principal do condomínio. Foto: Pedro Augusto.
A cerimônia foi realizada na praça principal do condomínio. Foto: Pedro Augusto.

Nesta terça-feira (05), o prefeito Claudevane Leite (PRB) e o governador Jaques Wagner (PT) inauguraram o Residencial Jardim América II. O condomínio foi construído por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, em Itabuna. Quase 2 mil pessoas foram beneficiadas pelas novas casas.

Amanhã  (06) e quinta-feira (07), a partir das 8 horas, os beneficiados vão assinar os contratos das novas propriedades, no Grapiúna Tênis Clube.

Vane destacou os esforços da Prefeitura de Itabuna, para garantir a pavimentação do acesso ao condomínio, assim como a instalação das redes de água e esgoto. Além disso, o prefeito informou que a licitação para a construção de uma escola no local já está em andamento. 

Jaques Wagner falou sobre a importância do programa do Governo Federal, que facilita o financiamento e o acesso das populações de baixa renda ao sonho da casa própria. 

PROJETO AFRO CULTURAL: TRADIÇÃO, MEMÓRIA E IDENTIDADE

projeto cultura afro-brasileiraIlhéus vai receber o Projeto Afro Cultural – tradição, memória e identidade. O evento marcará a semana da consciência negra. 

Nos dias 18 e 19 de novembro, o espaço cultural do Grupo Dilazenze será palco do 3º Encontro de Dirigentes de Grupos Afro de Ilhéus e do Litoral Sul. O encontro vai abrir o Projeto Afro Cultural, com uma mesa de discussões entre professores, estudantes, gestores e dirigentes dos blocos afros de Ilhéus. 

No dia 20 de novembro, data dedicada à memória de Zumbi dos Palmares, a comemoração da consciência negra será com um cortejo de blocos afros, terreiros de candomblé, grupos de capoeira e afoxés. O desfile percorrerá a Av. Soares Lopes até a praça da Catedral.

De acordo com Mestre Ney, o projeto pretende evidenciar a importância da resistência cultural do povo negro, para fortalecer suas tradições. 

DEBORAH SECCO É CONDENADA POR DESVIO DE DINHEIRO PÚBLICO

Do G1

Deborah Secco. Foto: Globo News.
Deborah Secco. Foto: Globo News.

A atriz Deborah Secco foi condenada a devolver R$ 159 mil aos cofres públicos em ação civil pública movida pelo Ministério Público e que tramita na 3ª Vara de Fazenda Pública desde 2011. A sentença do juiz Alexandre de Carvalho Mesquita foi publicada nesta terça-feira (5), no Diário Oficial. A atriz, mais três parentes e a empresa Luz Produções Artísticas, respondem a processo por enriquecimento ilícito e improbidade administrativa por desvio de verba pública. A atriz pode entrar com recurso contra a sentença.

Juntos, a atriz, os parentes e a empresa têm de devolver mais de R$ 446 mil. A sentença foi dada no dia 24 de outubro e também suspende os direitos políticos de envolvidos, multas e proibição de contratação de serviços do poder público ou de receber incentivos fiscais.

Trata-se de um processo que de contratação de profissionais pela Fundação Escola do Serviço Público (Fesp), que sem condições para atender a demanda de sete órgãos estaduais, subcontratou de forma fraudulenta, quatro ONGs, que eram representadas pelo pai da atriz, Ricardo Fialho Secco, que teria desviado o dinheiro para contas da produtora e dos parentes.

O advogado da atriz, Mauro Roberto Gomes de Mattos não foi encontrado pelo G1 para falar sobre o caso.

CONFIRA AS VAGAS DO SINEBAHIA ILHÉUS NESSA QUARTA-FEIRA

Confira abaixo as vagas disponíveis na próxima quarta-feira (06), na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9 (quanto mais cedo melhor).

Garçom

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • 2 vagas

 Garçom

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • Inglês intermediário                                                                      

  • 1 vaga

(mais…)

APÓS A VITÓRIA DA PACIÊNCIA, INSPIRADA EM MAQUIAVEL, SURGEM AS PERSEGUIÇÕES

Vitorioso, Jabes delicia o capítulo XVII de "O Príncipe" de Maquiavel.
Vitorioso, Jabes delicia o capítulo XVII de “O Príncipe”, de Maquiavel.

Por Emílio Gusmão

No dia 29 de julho, este modesto blog aconselhou o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, a esquecer os ensinamentos de Nicollò Di Bernardo Machiavelli (Maquiavel).

O alcaide estava vergonhosamente acuado pela greve dos servidores municipais e o acampamento do Reúne Ilhéus em frente ao Palácio Paranaguá (relembre aqui).

Sugerimos que ele buscasse em Antonio Gramsci – a partir do reconhecimento dos movimentos populares – uma reflexão propícia ao alcance do êxito.

Jabes persistiu em Maquiavel e saiu vitorioso. Este blog errou em sua previsão. Amigos visitantes, desculpem a nossa imaturidade.

Com muita paciência, o prefeito assistiu as brigas internas dissolverem o Reúne Ilhéus. Sem apoio popular e distante da juventude nos bairros, o movimento foi humilhado no dia 21 de outubro, quando funcionários da prefeitura, assistidos por policiais militares, retiraram as barracas do acampamento como se fossem montes de entulho. Não houve resistência. Artistas e mendigos faziam número para um movimento enfraquecido e sem base popular. No Reúne Ilhéus, a horizontalidade não deu certo.

Jabes venceu a “guerra” contra os servidores municipais. Antes, a classe insistia em afirmar que a folha de pagamento consumia 54% das receitas próprias do município. Convicto, o gestor afirmava que 70% estavam comprometidas. No final, as partes acordaram em 68%. Após três meses em greve, no dia 07 de outubro o funcionalismo voltou à labuta, derrotado, amargando 0% de reajuste e à espera de uma redenção via justiça do trabalho.

De volta ao Paranaguá, aonde voltou a despachar normalmente, Jabes Ribeiro respira o oxigênio da normalidade.

O mesmo não se pode dizer dos seus adversários.

Elisabeth Zorgets, do Reúne Ilhéus, alega ter sofrido perseguição no Iate Clube. Ex-funcionária do ponto de encontro da elite, ela teria sido demitida após o chefe de gabinete do prefeito, Victor da Veiga, constatar sua presença nas dependências do restaurante.

Shi Mario Schneider, outro membro do Reúne Ilhéus, e, também, funcionário da prefeitura, amarga dois meses de salários cortados. A determinação, segundo o próprio Mario, saiu do prefeito.

A namorada de Fabio Magal, vereador que rompeu com Jabes no auge das revoltas, sofre implacável perseguição na secretaria de saúde. Ao apresentar um atestado médico, após alguns dias de ausência, a moça recebeu a informação de que o documento de nada valeria, antes de passar pela supervisão de John Ribeiro (irmão do prefeito). Com problema em um dos pés, a moça é forçada a subir as escadas da secretaria várias vezes durante o período de trabalho.

Inadvertidamente, uma pessoa muito ligada a este blogueiro, funcionária concursada da secretaria de saúde, pode ser transferida para o Teotônio Vilela (distante de onde mora), após anos de trabalho na zona sul da cidade. Não me considero adversário do prefeito, mas, Jabes não tolera quem o critica. Da imprensa, só valoriza quem lhe beija os pés.

Voltemos a Maquiavel, especificamente à celebre obra “O Príncipe”. O livro é de 1513, sendo assim, é necessário um exercício de exegese para adequá-lo aos dias que vivemos.

“Um príncipe, entretanto, deve ser vagaroso tanto para confiar quanto para agir” (pag 165).

“Algumas exibições de severidade podem ser realmente mais piedosas do que se, por excesso de clemência, ocorrerem distúrbios que podem levar à rapina e ao assassinato, por isso seria prejudicial para toda a comunidade, ao passo que execuções ordenadas por um príncipe caem apenas sobre alguns poucos indivíduos” (pag 165).

“É melhor ser mais amado que temido ou ser mais temido que amado? A resposta natural é que seria desejável que ele fosse ambas as coisas, mas como é difícil que isso aconteça ao mesmo tempo, então, é muito mais seguro ser temido que amado, quando se tem que escolher entre os dois” (pag 166).

“Entretanto, o medo, mantido pelo temor de punições, nunca deixa o homem. Assim, um príncipe deve se fazer temer de tal forma que, se ele não tiver a afeição de seu povo, pelo menos não atrairá sobre si seu ódio” (pag 167).

CONFIRA O DESEMPENHO DO VEREADOR FABIO MAGAL

Magal INNNNSSNesta terça-feira (05), o Blog do Gusmão divulga o desempenho do vereador Fabio Magal (PSC). Os dados são do relatório de desempenho dos vereadores de Ilhéus – documento elaborado pelo Instituto Nossa Ilhéus.

No primeiro semestre desse ano, Fabio Magal apresentou 4 projetos de lei.  Ele propôs que seja obrigatória a realização do Exame de Oximetria de Pulso (Teste do Coraçãozinho) em todos os bebês recém-nascidos nos hospitais de Ilhéus.

Magal também apresentou projeto para reconhecer de utilidade pública a Associação Beneficente Juventude Sem Drogas (ABEJUSD). Em outra ocasião, o vereador propôs que o mesmo reconhecimento fosse concedido à ONG Casa Arte da Criança.

Nos primeiros seis meses como vereador de Ilhéus, Fabio fez 10 requerimentos. Em um deles, o parlamentar pediu que o prefeito Jabes Ribeiro (PP) fosse convidado a explicar aos vereadores ilheenses o motivo de sua ausência no local de trabalho – o Palácio Paranaguá.

No mesmo documento, o edil solicitou que Jabes também explicasse suas razões para negar a reposição salarial aos professores do município, como prevê a Constituição Federal.

Em outro requerimento, o vereador Fabio Magal pediu que a secretária de Educação de Ilhéus, Marlucia Mendes, encaminhasse à Câmara Municipal informações sobre a aplicação de R$ 571.097, 21 destinados, em 2011, à reforma do Centro de Atendimento Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC) Darcy Ribeiro.

No primeiro semestre de 2013, Magal fez 36 indicações. No dia 25 de janeiro,  ele solicitou que a Câmara determinasse à secretaria de Saúde a reforma e a reativação da Unidade Básica de Saúde do Banco da Vitória.

Magal solicitou que Secretaria de desenvolvimento Urbano/SEDURB indicasse a criação de uma linha circular do transporte coletivo, entre a Central de Abastecimento do Malhado e os Altos Bela Vista e Mambape.

Em outra indicação destinada à secretaria de Saúde, o vereador pediu a instalação de uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, na zona sul de Ilhéus, para descentralizar e otimizar esse serviço.

No mesmo período, Magal apresentou 4 moções de congratulação às seguintes entidades:  União das Voluntárias Sociais da CEAC  (UVSC), Associação das Secretárias do Lar – ASLAR e NEPSI – Núcleo de Educação e Promoção à Saúde de Ilhéus. O vereador também homenageou os profissionais da saúde, em referência ao dia do enfermeiro (12 de maio). 

Fabio Magal participou de 89% das sessões ordinárias.