O ESTADO DE EMERGÊNCIA

Deslizamento no Alto do Amparo. Foto: Cátia Santos.
Deslizamento no Alto do Amparo, em Ilhéus-BA. Foto: Cátia Santos.

Por Thiago Dias

A imprevisibilidade é fator crucial dos fenômenos emergentes. A emergência não espera o decreto do governo para se instaurar. Entra em vigor de forma imprevista.

A chuva é um fenômeno emergente. A dificuldade que o meteorologista enfrenta para elaborar previsões climáticas prova a imprevisibilidade desse evento complexo. Muitos fatores interagem para o acúmulo de água em forma de nuvens e o desencadeamento das precipitações.

É importante considerar que, apesar de crucial, a imprevisibilidade não é o único fator que compõe uma emergência. Fenômenos emergentes também são caracterizados pela complexidade, porque vigoram envolvidos por uma série de fatores que interagem de modo sistêmico.  

Portanto, podemos falar que sistemas emergentes são imprevisíveis e complexos, como a chuva que varreu a Bahia nos últimos dois dias. Por outro lado, é impossível afirmar o mesmo sobre as consequências catastróficas provocadas pelo fenômeno.

Os deslizamentos de terra sobre casas, os alagamentos e os desabrigados não são produtos do acaso trágico. Podem ser previstos e evitados. Pois, se não temos aparatos para prever a chegada da chuva com precisão, sabemos que construções dependuradas em morros desabam quando o barro encharca.

A tragédia, por isso, não pode ser encarada como desastre natural. Não podemos culpar as forças da natureza pelo crime social que cometemos todo ano.

SPRAY DE PIMENTA LEVA ESTUDANTES PARA HOSPITAL

"Gás de pimenta para temperar a ordem" (Nação Zumbi).
“Gás de pimenta para temperar a ordem” (Nação Zumbi).

Nesta sexta-feira (29), em Ilhéus, estudantes que participam dos jogos escolares foram levados ao Hospital Regional Luiz Viana Filho.

Eles foram vítimas de problemas respiratórios provocados por spray de pimenta. Segundo o Blog Agravo, policiais militares usaram o material tóxico para interromper uma briga dentro do ginásio Herval Soledade.

Muitos estudantes afetados pelo spray não estavam envolvidos na confusão. 

ILHÉUS: EMBASA INTERROMPE FORNECIMENTO DE ÁGUA

Serviço volta ao normal depois da meia noite.
Serviço volta ao normal depois da meia noite.

Nesta sexta-feira (29), a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) está realizando manutenção na Estação de Tratamento de Água (ETA) Distrito. Por isso, o fornecimento de água foi interrompido em alguns bairros de Ilhéus desde às 8 horas. 

Os bairros possivelmente afetados são: Iguape, Novo Ilhéus, Jardim Savóia, Sambaituba, Barra, Aritaguá, São Domingos, São Miguel, Nerival, Soledade e CSU.

Os serviços de manutenção devem ser concluídos até meia noite.

QUER UM TRABALHO? SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE VAGAS NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA

Confira abaixo as vagas disponíveis na próxima segunda-feira (02), na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Auxiliar de Cozinha

  • Formação: Ensino Fundamental Completo

  • 6 meses de experiência                                                                

  • 2 vagas

Auxiliar de Transporte

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • CNH B                                                                 

  • 1 vaga     

Atendente de balcão

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 2 vagas          

(mais…)

JORNAL IRONIZA PALESTRA DE ALMIR MELO NA FTC

Almir Melo.
Almir Melo.

Nesta sexta-feira (29), o prefeito de Canavieiras, Almir Melo, participará do Fórum Regional da Pequena Empresa: Turismo como oportunidade. Ele vai falar sobre Ações de Governo para o Desenvolvimento do Turismo Regional.

O jornal Tabu On-line resolveu ironizar a participação do mandatário como palestrante do evento, que será realizado a partir das 18h, na FTC, em Itabuna. 

De acordo com o jornal, Almir é um dos gestores mais notificados pelo Ibama por ações irregulares do seu governo. Por isso, apelidaram o prefeito como o “inimigo do meio ambiente”. 

Na palestra desta noite, o prefeito de Canavieiras vai ensinar “como incentivar o turismo destruindo manguezais, extinguindo festejos populares tradicionais e estrangulando a economia municipal”, afirmou o Tabu On-line. 

Comentário do Blog do Gusmão.

A FTC é especialista em dar calote nos ex-funcionários. Já Almir Melo, todas as vezes que encerra um mandato, sempre pune os servidores de Canavieiras com meses de salários atrasados.

Essa dupla tem “algo” em comum.

ALAGAMENTO NA TENDA: PREJUÍZO PODE CHEGAR A R$ 100 MIL

A precariedade do sistema de escoamento agravou os efeitos da chuva na Tenda. Foto: Karoline Vital.
A precariedade do sistema de escoamento agravou os efeitos da chuva na Tenda. Foto: Karoline Vital.

A Tenda do Teatro Popular de Ilhéus foi alagada. Os prejuízos causados à instituição pelas chuvas e a falta de planejamento urbano podem somar R$ 100 mil.

Ontem (quinta-feira, 28), a água acumulada na Avenida Soares Lopes invadiu o espaço cultural. A inundação danificou materiais da produção audiovisual e da Biblioteca Jorge de Souza Araújo. A estrutura do palco (que ficou submerso) foi abalada.

O alagamento também danificou bilheteria, recepção,  camarim e o escritório da Tenda. A programação do espaço cultural está suspensa.

FRAUDE: INTERNAUTAS DENUNCIAM “PROMOÇÕES” DA BLACK FRIDAY

Promoções "furada" podem enganar o consumidor.
Promoções “furadas” podem enganar o consumidor.

Nos Estados Unidos, a Black Friday (sexta-feira negra) é uma data marcada por promoções radicais no comércio. Os preços sofrem quedas significativas, isso dispara o aquecimento das compras de fim de ano. 

No Brasil, grandes lojas “importaram” a tradição norte-americana. No entanto, internautas denunciam que as “promoções especiais” do comércio nacional nem sempre são vantajosas para os consumidores. Estabelecimentos divulgam mercadorias com preços aparentemente reduzidos, mas, em muitos casos, o custo final é a “metade do dobro”.

Há casos ainda piores. Um internauta revelou que comprou um refrigerador por R$ 1.699,00, em julho deste ano. Nesta sexta-feira, ele achou um anúncio “promocional” da loja, que oferece o mesmo aparelho por R$ 2.326,00. 

Para ver outras “promoções furadas” da Black Fraude clique aqui

LICITAÇÃO DO LIXO: SOLAR AMBIENTAL APRESENTA MENOR PREÇO E DISPUTA PODE IR PARA A JUSTIÇA

Em jogo, um contrato de R$ 19 milhões. Foto: Marcos Santos.
Em disputa, um contrato de R$ 19 milhões. Foto: Marcos Santos.

Na manhã desta sexta-feira (29), a comissão de licitação da Prefeitura de Ilhéus abriu os envelopes do processo licitatório para contratação da empresa que vai coletar os resíduos sólidos da cidade. A Solar Ambiental apresentou o menor preço e superou a Horus e a Torres.

Acontece que a Horus questionou a validade dos atestados apresentados pela Solar Ambiental para comprovar a legitimidade da sua participação na concorrência. Por isso, a disputa pode parar na justiça. 

Segundo a Horus, a Solar Ambiental não comprovou possuir patrimônio equivalente a 10% do valor contratual (R$ 19 milhões) em disputa. E esse era um dos requisitos obrigatórios da licitação. 

LBV ADIA FESTIVAL E RECOLHE DOAÇÕES PARA DESABRIGADOS

lbvA Legião da Boa Vontade (LBV) adiou o Festival de dança que seria realizado nesta sexta-feira (29), em Itabuna. A chuva abalou a cidade. Muitas famílias atendidas no Centro Comunitário de Assistência Social da LBV foram vítimas das inundações e ficaram desabrigadas.  

O evento foi remarcado para a próxima quarta-feira, 4, às 19 horas no auditório do Colégio Ciso. A Legião da Boa Vontade (LBV) conta com a compreensão de todos e se mobiliza em apoio às famílias.

A Instituição recebe doações de roupas, colchões e alimentos para os desabrigados. Os interessados podem levar a contribuição na sede da LBV, localizada na rua Gileno Amado, 135 — Caixa D’Água ou no dia do evento. Para outras informações, ligue: (73) 3212-6242 ou 9816-7815. Falar com Viviane Oliveira.

LICITAÇÃO DO LIXO: SOLAR AMBIENTAL PODE VENCER

LIXO 19 MILHÕESApesar das acusações feitas pela Horus Empreendimentos (veja aqui), a Solar Ambiental pode vencer a licitação do lixo, no valor de R$ 19 milhões. O resultado será divulgado hoje.

A Solar chegou a Ilhéus em 2012, apadrinhada por correligionários do deputado federal Josias Gomes (PT). Contratos emergenciais questionados pelo Tribunal de Contas dos Municípios não foram suficientes para impedir a sua permanência.

O governo de Jabes Ribeiro prometeu não trabalhar com as empresas ligadas ao PT.

De uma hora para outra, sem explicação, empresas do agrado dos petistas, como a Montanha e a Solar Ambiental, caíram nas graças da gestão de JR e continuaram no município.

Dessa forma, caso a Solar Ambiental vença a disputa, o resultado não deverá ser motivo de surpresa.

Atualizado às 14h03min.

Os envelopes da licitação foram abertos às 9h da manhã de hoje. A Solar Ambiental apresentou o menor preço, superando a Horus e a Torres (Ferreira Lima).

A disputa pode ir para a justiça.

“SUSTENTABILIDADE NÃO PODE SER COMO UMA PREGAÇÃO DE PADRE”

Mario Monzoni.
Mario Monzoni.

Por Sergio Adeodato | Para o Valor, de São Paulo

Quando rabiscou a ideia no guardanapo durante uma conversa com amigos em um restaurante de São Paulo, o professor Mario Monzoni, à época estudante de doutorado na Fundação Getulio Vargas (FGV), não imaginava a repercussão de levar para uma escola de economia um tema até então estranho às empresas. “Nem nos nossos melhores sonhos vislumbrávamos o que aconteceu no mercado e na gestão pública”, conta.

Ao completar dez anos, o Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVCes), da FGV, na capital paulista, reúne um acervo de conhecimento, indicadores e práticas de gestão que ilustra como o apelo ambiental e social passou a ser visto pelo setor produtivo como uma questão de sobrevivência.

Na última década, a sustentabilidade foi incorporada ao mercado de ações e o meio empresarial concentrou suas atenções no risco climático. Governos e corporações passaram a exercer o poder de compra para a disseminação de boas práticas em suas cadeias de fornecedores. “O modelo de negócios mudou; nossa função é elevar esse padrão, destruindo pontes para trás”, afirma o diretor do GVces.

No casarão onde está instalado, em uma pacata rua da região central da capital, 60 pesquisadores e funcionários dão conta de um trabalho iniciado por Monzoni e mais dois especialistas – os professores Rubens Mazon e Gladis Ribeiro, dedicados a uma pesquisa sobre investimentos responsáveis no Brasil. Dos inventários de carbono aos indicadores de desenvolvimento local, ao longo dos anos, os projetos lá conduzidos mapearam oportunidades, influenciaram políticas públicas e direcionaram decisões do setor privado.

O prestígio da academia ajudou a sustentabilidade a tomar vulto e ser incorporada às planilhas financeiras e produtos de largo consumo. De agora em diante, diz Monzoni, o desafio é desenvolver métricas e mecanismos de mercado capazes de abranger também os pequenos, tornar a economia verde mais inclusiva e multiplicar a escala das boas práticas.

Valor: Por induzir a revisão de padrões estabelecidos, a sustentabilidade enfrentou – e de certa forma continua enfrentando – resistências. Qual o ambiente econômico, ambiental e político no qual o assunto veio à tona?

(mais…)

COORDENADOR DA DEFESA CIVIL EXPLICA MAL-ENTENDIDO

O coordenador da defesa civil de Ilhéus, Ednaldo Azevedo, explicou a este blog que as 18 famílias desabrigadas, citadas por ele no contato anterior, foram cadastradas na manhã de hoje. Ele alega ter compreendido de outra forma a nossa pergunta.

Este blog solicitou o número total de pessoas sem teto, prejudicadas pela chuva.

MORADORES DA FAELBA PEDEM AJUDA À DEFESA CIVIL

Moradores do condomínio Faelba (Zona Sul de Ilhéus) pedem que a defesa civil ajude os moradores que sofrem com a forte chuva que cai em Ilhéus desde quarta-feira. O acúmulo de água atingiu 30 cm e invadiu várias
Moradores do condomínio Faelba (Zona Sul de Ilhéus) pedem que a defesa civil ajude a comunidade. Devido a forte chuva que cai em Ilhéus desde quarta-feira, o acúmulo de água atingiu 30 cm acima do solo e invadiu algumas residências. Segundo Edilene Cerqueira, autora dessa foto, a prefeitura deve mandar uma máquina para desobstruir um córrego quase entupido. Algumas famílias arcam prejuízos com a perda de móveis.