INVESTIGAÇÃO APONTA SUPERFATURAMENTO DE R$ 1 BI EM REFORMA DE METRÔ

José Serra, ex-governador de São Paulo. Foto: Agência Brasil.
José Serra, ex-governador de São Paulo. Foto: Agência Brasil.

De CartaCapital.

Após um ano e meio de investigações, o Ministério Público de São Paulo divulgou nesta terça-feira 3 o relatório sobre o superfaturamento de quase 1 bilhão de reais em contratos para reforma de trens do Metrô da capital.

De acordo com o promotor de Defesa do Patrimônio Público Marcelo Milani, foram constatadas ilegalidades em quatro contratos iniciais firmados entre 2008 e 2010, durante a gestão do tucano José Serra para a reforma de 98 trens das linhas 1-azul e 3-vermelha do metrô paulistano.

Milani afirmou que 1,622 bilhão de reais do valor inicial dos quatro contratos saltaram para cerca de 2,5 bilhões de reais graças ao acréscimo de 875 milhões gerados com o fracionamento em dez contratos. O fracionamento, de acordo com Milani, era ilegal.

“Isso é um escândalo total, um prejuízo total aos cofres públicos. Não existe fora de São Paulo outra cidade em que esses trens sejam reformados.”

Segundo o promotor, dos 98 trens a serem reformados, 36 estarão parados até o ano que vem.

(mais…)

CIDADELLE COMPLETA UM ANO COM OBRAS ACELERADAS E SUCESSO DE VENDAS

A Cidadelle completa um ano e se consolida como o maior empreendimento imobiliário da região.
A Cidadelle  se consolida como o maior empreendimento imobiliário da região.

A Cidadelle, maior e mais moderno lançamento imobiliário do sul da Bahia dos últimos anos, completou 1 ano no sábado (01/12) com muito trabalho e realizações nessa região. O projeto surgiu com a proposta de oferecer aos moradores não apenas conforto, segurança e qualidade de vida, mas também um estilo único: um bairro com vista para o futuro.

Localizado numa área de 650.000 m², o Cidadelle foi minuciosamente planejado, tendo infraestrutura e itens que estimulam os moradores a desfrutar dos prazeres da vida e respeito com a natureza. “Trata-se de um projeto referência no quesito ocupação urbana, que busca, de forma responsável, conciliar crescimento econômico com preservação e conservação do meio ambiente”, revela Denis Guimarães, diretor Comercial.         

A Cidadelle House é o primeiro lançamento dentro do bairro planejado, que vai contar também com lojas, prédios residenciais e comerciais, agregando benefícios e comodidade aos moradores. Com lotes de 405 m² a 2.000 m² e clube privativo, o condomínio será entregue em 30 de abril de 2015.

(mais…)

MÉDICO É PRESO POR ABUSO SEXUAL

Wesley Ferraz foi preso no próprio consultório, em Porto Seguro. Foto: Notícia Agora.
Wesley Ferraz foi preso no próprio consultório, em Porto Seguro. Foto: Notícia Agora.

Em Porto Seguro, doze mulheres já afirmaram à delegada Viviane Scofield, da  Delegacia Especial de Atendimento à Mulher – DEAM, que sofreram abuso sexual do dermatologista Wesley Ferraz de Carvalho (56 anos).

Segundo as vítimas, o médico costumava apalpar seus seios e genitálias durante as consultas. O atendimento só era realizado com portas trancadas. Wesley justificava os toques em partes íntimas com o pretexto de fazer exames mais detalhados. Nascido em Itapetinga, o acusado atendia há 15 anos em Porto Seguro.

A acusação mais recente contra o médico é grave. Segundo a mãe de uma garota de 13 anos, sua filha tinha um problema no braço, no entanto, Wesley, de forma repentina, abaixou a blusa da menina e apalpou seus seios. A mulher e a adolescente registraram queixa na DEAM.

Na sexta-feira (29), o mandado de prisão contra o médico foi cumprido. A delegada Viviane Scofield disfarçou-se de paciente e prendeu Wesley no consultório. 

A polícia também apreendeu listas de pacientes do médico e tentará descobrir se outras mulheres também podem ter sido abusadas por ele. Wesley vai responder por violação sexual (agravada por fraude) e estupro de vulnerável. 

JABES PERSEGUE MAGAL E FAVORECE ROQUE DO SESP

Jabes e Magal.
Jabes e Magal.

No dia 09 de outubro, o vereador Fabio Magal (PSC) apresentou requerimento à mesa diretora da Câmara Municipal de Ilhéus, para que uma correspondência fosse enviada ao Sr. Cícero de Carvalho Monteiro – Secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia. No documento, o parlamentar solicitou que o governo estadual disponibilizasse uma unidade móvel de atendimento da URBIS (Habitação e Urbanização da Bahia S.A) para Ilhéus.

Com o auxílio da assessoria do deputado estadual Yulo Oiticica (PT), o Governo da Bahia atendeu a solicitação de Fabio Magal e enviou a equipe da URBIS a Ilhéus, para que os proprietários de imóveis no Hernani Sá possam regularizar a documentação das suas casas. O atendimento vai ser realizado na sede da associação de moradores (caminho principal – eixo coletor), das 8 às 12h e das 13h30 às 17h, até o dia 13 de dezembro. 

Ao descobrir que a solicitação de Magal resultou em benefício para os moradores do Hernani Sá, o governo do prefeito Jabes Ribeiro (PP) resolveu “mexer os pauzinhos”. Determinou que os técnicos da URBIS fossem encaminhados à associação de moradores, que é presidida por Odailson Pequeno, assessor do vereador Roque do Sesp. Com a jogada, o alcaide pretende associar a resolução do problema a um esforço do parceiro político.

O governo Jabes Ribeiro persegue Fabio Magal. Isso ficou mais evidente depois que o vereador encaminhou denúncia ao Ministério Público Estadual cobrando transparência do poder executivo. 

Outro requerimento de Fabio Magal exigindo justificativas detalhadas – e com fotos – das diárias pagas ao prefeito, devido às inúmeras viagens que costuma fazer, também gerou forte irritação. 

Clique aqui para acessar o requerimento feito pelo vereador Fabio Magal. 

COM FUNCIONÁRIOS EM GREVE, HOSPITAL NÃO INTERNA PACIENTES

Funcionários do Hospital Municipal Régis Pacheco.
Funcionários do Hospital Municipal Régis Pacheco.

Desde ontem (segunda, 02), em Canavieiras, os funcionários do Hospital Municipal Régis Pacheco estão em greve. Em agosto, eles entregaram um documento ao prefeito Almir Melo (PMDB) com suas reivindicações. Dentre elas, o reparo da defasagem salarial e o pagamento de horas extras que vários trabalhadores têm em atraso.

Até ontem, segundo os trabalhadores, a Prefeitura de Canavieiras não havia respondido as reivindicações. Por isso, eles entraram em greve. Funcionários da limpeza, técnicos, enfermeiros e médicos aderiram à paralisação.

A paralisação acarretou prejuízos ao atendimento público. Segundo mensagem enviada ao Blog do Gusmão, o hospital não está fazendo internações e, alguns pacientes que estavam internados foram liberados de forma precoce. 

Uma reunião está marcada para quinta-feira (05), com o propósito de retomar as negociações entre o governo municipal e os servidores. 

“VAMOS MEU POVO, PRA CESTA DO POVO, COMPRAR PORCARIA”

Assim cantava uma sátira à musiquinha da Cesta do Povo, muito comum nos anos 80.

Ouvinte do programa Verdade Bem Dita ligou para a Conquista FM chateadíssima com a loja da Cesta do Povo de Ilhéus.

A moça disse que os alimentos perecíveis, principalmente os congelados, estão apodrecendo nos freezers quebrados. O mau cheiro tomou conta do setor. Pessoas desavisadas compram os alimentos descongelados, principalmente frangos e peixes, achando que vão sair no lucro (por onde anda a vigilância sanitária?).

Apesar da falta de manutenção nos freezers, a Empresa Baiana de Alimentos (EBAL) não parou de enviar produtos congelados.

Segundo a denunciante, até os produtos de limpeza devem ser adquiridos com muito cuidado, pois a falta de higiene é mais do que visível.

Este blog esteve hoje na Cesta do Povo para conferir.

Esse freezer (superlotado) não consegue manter o frango na temperatura ideal. Foto: Blog do Gusmão.
Sentimos o mau cheiro. Esse freezer (superlotado) não conseguia manter o frango na temperatura ideal, uma vez que estava aberto. Os frangos da parte de cima estavam moles. Conclusão: muito cuidado com a Cesta do Povo. Foto: Blog do Gusmão/Thiago Dias.

QUER UM TRABALHO? SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE VAGAS NESSA QUARTA-FEIRA

Confira abaixo as vagas disponíveis na próxima quarta-feira (04), na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Cozinheiro

  • Formação: Ensino Fundamental Completo

  • 6 meses de experiência                                                                

  • 5 vagas                                                              

Manicure

  • 6 meses de experiência

  • 2 vagas

Cabeleireiro

  • 6 meses de experiência

  • 2 vagas

(mais…)

PRIMEIRO O BÁSICO, DEPOIS O PORTO SUL

Comunidades da zona norte sofrem com a violência.
Comunidades da zona norte sofrem com a violência.

No dia 25 de novembro, representantes do governo do estado estiveram na Câmara de Vereadores de Ilhéus reunidos com lideranças comunitárias da zona norte. O objetivo do encontro foi mobilizar simpatizantes para as audiências públicas do Porto Sul, que serão realizadas nos dias 12 e 13 deste mês, em Ilhéus e Itabuna respectivamente.

O resultado do encontro não foi nada animador para o Governo do Estado e a Prefeitura de Ilhéus. Os representantes das comunidades querem o empreendimento, mas primeiro almejam condições sociais básicas.

A violência e a falta de policiamento na zona norte foram duramente questionados, assim como, o estado precário das estradas vicinais, escolas e postos de saúde fechados, transporte coletivo insuficiente e com ônibus velhos e as ruas sem iluminação pública.

Os lideres comunitários disseram ser muito difícil mobilizar os moradores, haja vista o alto nível de insatisfação que prevalece nas localidades.

Eles exigiram melhorias imediatas e a resolução dos problemas. Se tudo for cumprido, irão participar das audiências públicas.

O ABSURDO DA LEI QUE QUER ABRIR UCS PARA A MINERAÇÃO

marcPublicado no site O Eco . Por Marc Dourojeanni

A preparação, discussão e aprovação da Lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (Lei 9.985 de 18 de julho de 2000) foi um extraordinário e difícil processo que demorou mais de uma década na sociedade, na academia, no CONAMA e oito anos apenas no Congresso Nacional. Como também ocorreu recentemente com a revisão do Código Florestal, essa lei foi fruto de um elaborado consenso entre os mais diversos e às vezes extremos interesses, que no caso incluiu o dos mineradores e o do Ministério de Minas e Energia. Então, como é possível sequer entrar em pauta um projeto de lei que destrói todo o trabalho feito, e mostra absoluto desconhecimento dos antecedentes e das suas implicações?

Prestes a ser votado na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 3.682/2012 não só contém propostas que destroem a essência da Lei 9.985, mas, além disso, comprometem mandados constitucionais como os que se referem aos direitos dos povos indígenas, o direito a um ambiente ecologicamente equilibrado e o direito à preservação do patrimônio natural. Dentre outras medidas, o projeto eliminaria a intangibilidade das áreas protegidas de proteção integral permitindo que até 10% delas sejam utilizados pela mineração. Abriria as áreas protegidas de uso sustentável e as terras indígenas para esta finalidade e para usos energéticos, transferiria o estabelecimento de novas Unidades de Conservação para o Congresso, imporia limitações insuperáveis para o estabelecimento de novas áreas protegidas, permitiria desafetar áreas protegidas por simples decreto presidencial, etc., etc.

Imagem feita por satélite das marcas deixadas pela mina de ferro de Carajás, feita em 2009. Foto: Wikicommons
Imagem feita por satélite das marcas deixadas pela mina de ferro de Carajás, feita em 2009. Foto: Wikicommons

Não se requer muita imaginação para vislumbrar o que tais medidas implicariam. De fato, nenhuma área de todas e cada uma das Unidades de Conservação existentes ficaria livre da cobiça dos mineradores. A realidade implica que estes recursos existam em maior ou menor quantidade em todas elas. Como ficariam os planos de manejo, submetidos às descobertas geológicas ou à variação do preço dos minerais? O que ocorreria se as empresas demandassem explorar minérios no setor biologicamente mais importante? Ou, no setor onde existem os maiores atrativos naturais e turísticos? E por onde passariam as estradas ou as ferrovias para extrair o mineral? E que fazer com a inevitável contaminação ambiental gerada pela exploração? Como consolação o projeto diz que os mineradores estariam obrigados a compensar a área mineirada com uma área duas vezes maior. Mas será que o generoso legislador sequer pensou como isso seria viável? Acaso esqueceu que as áreas protegidas se estabelecem onde é ecologicamente necessário que estejam e não em qualquer lugar? Ou não sabe que, em geral, ao redor delas já não existe nenhum espaço natural disponível?

(mais…)