TUPINAMBÁS REALIZAM ETNOMAPEAMENTO NO SUL DA BAHIA

Amplie o cartaz.
Amplie o cartaz.

O projeto “Espalha Semente – Etnomapeamento Tupinambá” vai realizar uma cartografia do território sul baiano, a partir de histórias e imagens do povo Tupinambá de Olivença, entre os dias 21 e 30 de março. 

Com oficinas de audiovisual, fotografia, cultura digital, etnojornalismo e georreferenciamento, a cartografia do território será povoada pela memória afetiva dos tupinambás e pela demarcação do espaço físico e simbólico das terras. Antropólogos, geógrafos, comunicadores e especialistas em tecnologias digitais contribuirão com o trabalho. 

Segundo o projeto, o aldeamento tupinambá foi criado em 1680. Jaborandy Tupinambá, articulador do projeto na aldeia, ressalta a importância do momento para a luta indígena e diz que a questão do território não pode ser tratada com a presença do exército – que hoje ocupa a aldeia, mas dialogando com os parentes tupinambás e suas histórias.



2 responses to “TUPINAMBÁS REALIZAM ETNOMAPEAMENTO NO SUL DA BAHIA

  1. Todo mundo sabe que os tupinambás são intrusos na região. Chegaram aqui, enviados pela corôa portuguesa, para exterminar com as tribos locais que eram uma ameaça para os interesses de Portugal.

  2. Quanta ignorância. Total desconhecimento da História do Brasil. Se não sabe o que falar é melhor ficar calado. Em que escola foi que você aprendeu isso. Intruso, reza a história, foi o branco (português)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *