JUSTIÇA ANULA SELEÇÃO DA SECRETARIA DE SAÚDE DE ILHÉUS

O Ministério Público Federal do Trabalhou tratou a seleção assim: “De modo flagrante, o que se observa é a tentativa de burlar os ditames constitucionais e manter a histórica prática de favorecimento a aliados em cargos no setor público”.
O Ministério Público Federal do Trabalhou tratou a seleção assim: “De modo flagrante, o que se observa é a tentativa de burlar os ditames constitucionais e manter a histórica prática de favorecimento a aliados em cargos no setor público”.

Em janeiro, Távilla Guimarães, Elza Santos e Jorge Luiz (defensor histórico do SUS) protocolaram denúncia no Ministério Público Federal do Trabalho em Itabuna, com o intuito de anular a seleção simplificada promovida pela Secretaria de Saúde de Ilhéus.

O procurador do MPT, Ilan Fonseca de Souza, acatou a denúncia e acionou a justiça. Segundo Jorge Luiz, o juiz José Cairo Júnior, titular da 3ª Vara do Trabalho de Ilhéus, anulou o processo seletivo nesta quinta-feira 27.

O Ministério Público Federal do Trabalho criticou os métodos empregados pela Prefeitura de Ilhéus na avaliação dos candidatos: “De modo flagrante, o que se observa é a tentativa de burlar os ditames constitucionais e manter a histórica prática de favorecimento a aliados em cargos no setor público”.

VÍDEO: O LEITOR DE OLAVO DE CARVALHO

"O leitor de Olavinho".
Leitor de Olavinho ataca o povo “ignorante” com o livro do ídolo.

Com um bonezinho militar, um leitor de Olavo de Carvalho vocifera: “Eu tenho cultura. Você não. Eu sou inteligente. Você é um ignorante.” Seu interlocutor recua diante da violência dos argumentos.

No calor do “debate”, a multidão precisa conter os argumentos musculosos do leitor de Olavo de Carvalho e seu bonezinho militar.

Ele não desiste. Empunha o livro do “filósofo” como uma arma e sacode na cara do povo ignorante. É assim que o pensamento de Olavo de Carvalho “abre mentes”  e move a marcha da família com Deus. 

Para completar a cena, alguém registra tudo em vídeo e um canal do Youtube chamado “Amigos da Direita” publica (assista abaixo). Nós interpretamos o episódio com humor, mas, esse é um problema grave. Retrata o avanço de um pensamento que não tolera o sistema democrático e faz de tudo para deslegitimar a política institucional. 

Segundo o jornalista Breno Altman, Olavo de Carvalho é um “filósofo  de bordel”, que semeia  “intolerância e ódio contra ideias, organizações e vozes do campo progressista”.

ILHÉUS: SINEBAHIA ABRE 88 VAGAS EM CURSOS DE QUALIFICAÇÃO

A agência do Sinebahia Ilhéus abriu inscrições para preencher 88 vagas nos cursos de pintor, camareira, garçom (com inglês) e informática básica. A oportunidade é oferecida pelo Governo da Bahia, por meio da Setre – Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte.

O prazo de inscrição terminará em 3 de abril. Interessados devem se inscrever na agência do Sinebahia, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro. No ato da inscrição o candidato deverá apresentar Registro Geral (RG – identidade), CPF, NIS/PIS/NIT.

Para participar, é preciso ter 18 anos ou mais. Os cursos são destinados preferencialmente para pessoas com renda baixa. Cada uma das qualificações exige formação no nível fundamental ou médio. 

Os cursos de pintor e camareira exigem ensino fundamental completo; e os de informática básica e garçom (com inglês), ensino médio completo. 

“ILHÉUS ESTÁ ABANDONADA”, LAMENTA LEITORA

Esta é a rua que interliga a rodovia Ilhéus-Olivença e a Ceplus. A imagem foi registrada por uma leitora do Blog do Gusmão nesta quinta-feira 27. Segundo ela, o descaso e o desrespeito da Prefeitura de Ilhéus já ultrapassaram todos os limites. "Nossos governantes não conseguem nos ver ou vir. O sentimento de tristeza é grande. Ilhéus está abandonada", lamentou.
Esta é a rua que interliga a rodovia Ilhéus-Olivença e a Ceplus. A imagem foi registrada por uma leitora do Blog do Gusmão nesta quinta-feira 27. Segundo ela, o descaso da Prefeitura de Ilhéus já ultrapassou todos os limites. “Nossos governantes não conseguem nos ver ou vir. O sentimento de tristeza é grande. Ilhéus está abandonada”, lamentou.

ESTUDANTES OCUPAM A REITORIA DA UESC

Estudantes no prédio da reitoria. Foto: ANEL.
Estudantes no prédio da reitoria. Foto: ANEL.

Nesta quinta-feira 27, estudantes ocuparam a reitoria da Universidade Estadual de Santa Cruz. Eles reivindicam melhorias para o Restaurante Universitário e a ampliação do subsídio que torna as refeições mais baratas.

Em contato com este blog, um dos estudantes afirmou que a ocupação não tem prazo para acabar. Leia abaixo a nota divulgada pelos manifestantes. 

(mais…)

IVO EVANGELISTA DIVULGA NOTA DE ESCLARECIMENTO

Ivo Evangelista.
Ivo Evangelista.

O ex-prefeito Newton Lima afirmou que cinco vereadores tentaram chantageá-lo. Segundo ele, os parlamentares cobraram dinheiro para apoiá-lo na votação das suas contas de 2011 (rejeitadas pela Câmara na última terça 25). O nome do vereador Ivo Evangelista foi citado. O edil negou a acusação e afirma que já estuda as medidas judiciais cabíveis contra o ex-alcaide. Leia a nota de esclarecimento abaixo. 

“Em meio às denúncias apresentadas pelo ex-prefeito de Ilhéus, Newton Lima, durante sessão ordinária realizada na terça-feira, dia 25, de que seu nome estaria envolvido num suposto esquema de propina criado para facilitar a aprovação de contas do ex-gestor referentes ao ano de 2011, o vereador Ivo Evangelista (PRB) vem a público informar que repudia a acusação, proferida sem qualquer comprovação.

Ivo Evangelista, que estava presidindo um encontro de vereadores no município de Teixeira de Freitas no dia em que foi feita a suposta proposta, esclarece ainda que desconhece o teor da conversa citada pelo ex-gestor, e afirma que está avaliando as providências judiciais cabíveis contra Newton Lima. “Newton tentou mudar o foco, afinal de contas, caso não tivesse feito a denúncia, as manchetes dos jornais estariam estampando que pela primeira vez na história da Câmara de Vereadores de Ilhéus, as contas de um prefeito foram rejeitadas”.

Ivo reitera seu compromisso com o povo de Ilhéus e afirma que continuará conduzindo seu mandato com ética, lisura e transparência.”

MARCELO MENDONÇA, OS JESUÍTAS E OS ÍNDIOS

Marcelo Medonça: a aristocracia que ignora a história.
Marcelo Medonça: a aristocracia que ignora a história.

O antropólogo mambembe Alcides Kruschewsky, porta-voz e idealizador de preconceitos contra os índios Tupinambás (correto no plural segundo Antônio Lopes) tem formado alunos.

Há cerca de um mês, o empresário Marcelo Mendonça, conhecido representante da aristocracia ilheense e comodoro do Iate Clube, questionou um cacique Tupinambá no programa O Tabuleiro, de Vila Nova.

“Se vocês são índios por que perderam suas tradições?”, perguntou Marcelo Mendonça.

A indagação encontra respostas na história. A região de Olivença recebeu um aldeamento jesuíta por volta de 1680.

Como agiam os padres de Cristo em relação à cultura dos índios?

No livro “A Ferro e Fogo – A História e a Devastação da Mata atlântica Brasileira”, o historiador norte americano Warren Dean, um brasilianista respeitado em nossas academias, cita Luiz Felipe Baeta Neves, autor da obra “O combate dos soldados de cristo na terra dos papagaios”.

“Os jesuítas combatiam os cultos dos tupis para destruir a força de seus competidores, os curandeiros, que exaltavam as virtudes da virilidade e bravura, atributos extremamente inadequados a uma casta conquistada. Os jesuítas desejavam também afirmar a separação entre o divino e o natural. Optaram por identificar o deus cristão com um espírito remoto e sem culto, tupã, o trovejador, e aviltaram os espíritos da floresta, que caracterizavam, indiscriminadamente, como diabos. Assim, a Mata Atlântica se tornou a morada do diabo, uma metáfora conveniente para aqueles que receavam e pretendiam eliminá-la”.

Essa é uma das respostas que pode aliviar a dúvida de Marcelo Mendonça, capaz de livrá-lo do achismo e de lugares-comuns, caso ele se disponha a abrir mão da intransigência.

Fica a dica de leitura.

NERIVAL VAI PROCESSAR NEWTON LIMA

Vereador Nerival.
Vereador Nerival.

Nesta quinta-feira 27, em nota pública, o vereador Nerival negou com veemência a acusação feita pelo ex-prefeito Newton Lima e afirma que vai processá-lo. Segundo o ex-alcaide, cinco vereadores tentaram chantageá-lo para votar a seu favor na sessão em que suas contas foram rejeitadas. O nome do parlamentar foi citado. Leia a nota abaixo.

“O vereador Nerival vem a público negar veementemente qualquer relação com supostas propostas denunciadas pelo ex-prefeito Newton Lima em plenário da Câmara de vereadores. O vereador reafirma que nunca teve relações políticas com o ex-prefeito tendo sido eleito pela oposição em um Partido que nunca participou daquele desgoverno. O vereador Nerival entende que tal atitude do ex-prefeito visa simplesmente afastar o foco da apreciação pelo Poder Legislativo de suas contas que foram rejeitadas 5 (cinco) vezes pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) devido às inúmeras irregularidades envolvendo várias áreas e que inclusive são objeto de vários inquéritos na Polícia Federal. Infelizmente a legislatura passada da Câmara ignorou os pareceres do TCM e aprovou as contas. Dessa vez a Câmara cumpriu seu dever e rejeitou as contas garantindo que Ilhéus não precisará se preocupar em repetir o desgoverno de Newton Lima, vez que não poderá nem se candidatar devido à Lei da Ficha Limpa. O vereador Nerival entende que qualquer denúncia tem que ser apurada pelos órgãos competentes mas repudia qualquer acusação feita sem provas com o mero objetivo de desgastar a imagem de pessoas de bem e acionará judicialmente o ex-prefeito Newton Lima para garantir o respeito ao seu direito a honra e imagem pública limpa.

 Gabinete do Vereador Nerival (PCdoB).”

A JOGADA RURALISTA PARA FATIAR O LATIFÚNDIO

Por Daniela Chiaretti. Publicado hoje no Valor Online.

Daniela ChiarettiSó quem passou os últimos anos recluso em um mosteiro tibetano não sabe que no Brasil aconteceu um debate sanguíneo envolvendo quem ama muito a floresta e quem ama muito a produção, embora nenhum dos lados gostasse desta polarização. Depois de muita discussão sobre a importância das matas ciliares (que ladeiam os rios como se fossem cílios e evitam erosão e deslizamentos), e muito Google para decifrar as diferenças entre apicuns e manguezais, o Código Florestal ficou pronto. Passou pela Câmara e Senado, recebeu os vetos presidenciais e virou a Lei n° 12.651. Ninguém ficou contente, mas foi o resultado político possível diante do cipoal de questões técnicas, interesses econômicos, estudos científicos e visões de mundo distintas. Isso foi em maio de 2012. Dois anos depois, as decisões estão sendo implementadas e está todo mundo tocando a vida? Nada. O Cadastro Ambiental Rural, um instrumento que tanto ambientalistas quanto produtores rurais querem que funcione e é considerado a coluna vertebral do Código, não foi lançado até hoje. O atraso trava tudo. É espantoso.

O registro eletrônico que atende pela sigla CAR serve para identificar o proprietário e a área de propriedade rural, mostrar quem tem passivo ambiental e quem está cheio de ativos florestais. O Ministério do Meio Ambiente trabalhou meses neste instrumento. Criou um sistema nacional, o Sicar, que permite a qualquer produtor baixar o aplicativo no computador, preencher as informações sobre o imóvel e seus limites e indicar nas imagens de satélite onde ficam a Reserva Legal e as Áreas de Proteção Permanente. É um processo de declaração de matas (ou da falta delas) muito parecido ao do Imposto de Renda. O arquivo é depois enviado às secretarias estaduais que analisam os dados. Quem desmatou o que não podia terá 20 anos para consertar o estrago. Se em cada palmo da terra há grãos plantados e não há espaço para nenhuma árvore, pode-se compensar a dívida procurando outra propriedade no mesmo Estado e bioma que tenha ativos, e pagar para que as florestas do vizinho sejam mantidas em pé. Tudo lindo, tudo pronto há meses, mas nada funcionando. “O CAR é o eixo condutor do Código. Tudo é baseado em quem fez o cadastro, da liberação de créditos a incentivos econômicos”, diz Roberto Smeraldi, diretor de políticas da Amigos da Terra – Amazônia Brasileira. “Sem ele é impossível implementar o resto da lei” continua. Por quê, então, o troço não decola? “É um atraso político”, diz o ambientalista.

O mistério veio à tona há alguns dias. O Código Florestal precisa de algumas regulamentações e há dois documentos a serem publicados. Um deles é o decreto sobre o Programa de Regularização Ambiental. Está na Casa Civil há meses. Técnicos do Ministério da Agricultura (MAPA) sugeriram um texto para o ponto que versa sobre a conversão de multas para áreas desmatadas antes de 2008. “Suponha que um produtor rural que, antes de 2008, desmatou uma área em sua propriedade. Podia desmatar, mas não tinha autorização”, ilustra João Cruz Reis Filho, chefe da assessoria de gestão estratégica do MAPA. Como se trata de um erro administrativo, a proposta do Ministério é que a multa vire advertência. Para o Ministério do Meio Ambiente (MMA) multa é multa, advertência é outra coisa, e o tal parágrafo, uma maluquice. A ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann deixou o abacaxi como legado para seu sucessor, Aloizio Mercadante, descascar.

Dois anos depois, o Código Florestal continua no papel

(mais…)

MORADORES DO BANCO DA VITÓRIA AMEAÇAM FECHAR RODOVIA

O prefeito "cortou a fita", mas, não reinaugurou o posto de saúde do Banco da Vitória.
O prefeito “cortou a fita”, mas, não reinaugurou o posto de saúde do Banco da Vitória. Insatisfeito com o resultado da reforma, nem ficou para aparecer na foto.

Os moradores do Banco da Vitória afirmam que não vão mais tolerar o desrespeito do governo Jabes. Segundo eles, o posto de saúde da comunidade está fechado há quase dois anos. “O povo não aguenta mais essa palhaçada”, revela o texto encaminhado pela Associação de Moradores do Banco da Vitória ao Blog do Gusmão, nesta quinta-feira 27.

Revoltados com o descaso da prefeitura, os moradores afirmam que fecharão a rodovia Ilhéus-Itabuna “nos próximos dias”. Não especificaram a data do protesto. 

Em 2013, o prefeito Jabes Ribeiro demitiu 507 servidores alocados na Secretaria de Saúde. No decreto, justificou a demissão em massa qualificando as contratações como irregulares. No final do ano passado, realizou a seleção simplificada da Sesau.

O Ministério Público do Trabalho pediu a anulação do certame, porque o município havia se comprometido a contratar funcionários apenas por meio de concurso público. O MPT também criticou o método de avaliação empregado pelo governo. Segundo o procurador Ilan Fonseca de Souza, os gestores agiram para beneficiar aliados.

A prefeitura reformou o posto de saúde do Banco da Vitória. O prefeito foi para a inauguração e, decepcionado com o resultado da reforma, cancelou a reabertura. Agora, o governo alega que há urgência para contratar funcionários. Por isso, optaram pela seleção simplificada (mais rápida), ao invés de realizar concurso público. 

No Conselho Municipal de Saúde, alguns membros fiéis ao governo defendem a validação do processo seletivo, porque os postos de saúde não podem continuar fechados. Esquecem que o prefeito demitiu centenas de servidores alegando nulidade dos seus contratos, e agora quer contratar “aliados” por meio de uma seleção repleta de irregularidades, conforme o argumento do Ministério Público do Trabalho. 

DIREC 6 CONVOCA PROFESSORES APROVADOS NO REDA

Confira a lista de aprovados e veja a relação de documentos que devem ser apresentados.
Confira abaixo a lista de aprovados e quais documentos devem ser apresentados.

A Secretaria de Educação da Bahia divulgou convocação dos professores aprovados em seleção do REDA (edital nº 04/2013, de 10 de outubro de 2013). Clique aqui para acessar a lista de convocados. 

Os professores devem comparecer na sede da Direc 6, em Ilhéus (Avenida Antônio Carlos Magalhães, 533, no Malhado). O prazo começou ontem (26 de março) e se estenderá até 1º de abril. O atendimento funciona das 8h30 às 12h e das 14 às 17 horas. 

Clique em leia mais para ver a documentação que deve ser apresentada pelos candidatos.

(mais…)

RAFAEL BENEVIDES CHAMA NEWTON LIMA DE “LADRÃO”

Rafael Benevides.
Rafael Benevides.

Nesta quinta-feira 27, o vereador Rafael Benevides concedeu entrevista ao radialista Vila Nova, que apresenta o programa O Tabuleiro, na rádio Conquista FM.

Na última terça-feira 25, a Câmara de Ilhéus rejeitou as contas de 2011 do ex-prefeito Newton Lima. Antes da votação, o ex-mandatário alegou que foi chantageado por cinco vereadores.

Benevides está na lista apontada por Newton, mas, negou a acusação com veemência. Segundo o parlamentar, o ex-prefeito sabia que suas contas seriam rejeitadas e partiu para o ataque, com o intuito de desmoralizar a Câmara.

Rafael lembra que, na gestão passada, mesmo quando vereador suplente e correligionário do ex-prefeito (no PT), ele se manifestava contra a má administração do governo Newton Lima.

O vereador não mediu palavras e chamou o ex-prefeito de “ladrão”. Segundo Rafael, enquanto as escolas de Ilhéus não tinham merenda, Newton Lima comprava fazendas e gado. O parlamentar sugeriu que os integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra visitem as propriedades. Escute abaixo. 

ILHÉUS: PREFEITURA E EMBASA “BRINCAM DE EMPURRA-EMPURRA”

Agentes da Embasa visitaram o local, mas, não solucionaram o problema. Foto: Thiago Dias/Blog do Gusmão.
Agentes da Embasa visitaram o local, mas, não solucionaram o problema. Foto: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Há três semanas, moradores da Rua Salgado Filho, no Pontal, sofrem com o acúmulo de água de esgoto. Agentes da Embasa estiveram na rua, mas, não solucionaram o problema.

Segundo os funcionários da Embasa, uma tubulação está entupida. Eles visitaram a rua na última terça-feira 25, e recomendaram os moradores a acionar a Prefeitura de Ilhéus.

Os cidadãos entraram em contato com a prefeitura e, para surpresa geral, foram informados que o problema só pode ser resolvido pela Embasa. Enquanto isso, a freqüência de ratos e baratas aumentou de forma acentuada na Rua Salgado Filho.

Comentário do Blog.

Na “brincadeira de empurra-empurra” entre prefeitura e Embasa, o cidadão assume o papel de “bobinho”. 

A PIOR TRAIÇÃO DE DILMA

jose_eli_paulo_fridman_300vertPor José Eli da Veiga

Artigo publicado em Valor Econômico.

As barbeiragens de Dilma na presidência do Conselho da Petrobras são “fichinhas” se comparadas às cometidas na Presidência da República. Quem nela votou em 2010, mesmo que apenas no segundo turno, precisa revisitar (ou ler) quais foram os compromissos que apresentou no programa intitulado “Para o Brasil seguir mudando”.

Em grande maioria foram compromissos não honrados, conforme exposto aqui em 30/09/13. Nada se compara, entretanto, à meridiana clareza e à gravidade destas afirmações: “será dada ênfase à produção de energia renovável”, “seguirão privilegiadas as fontes renováveis de energia”.

Ocorreu o contrário, e com isso o Brasil contrariou as históricas decisões do G-20 em Pittsburgh (2009) e Los Cabos (2012), entrando no clube das nações já “viciadas” em subsidiar o uso de energias fósseis.

Ao discriminar contra as energias renováveis em favor das fósseis, o governo Dilma alavancou as emissões de gases de efeito estufa, aumentando brutalmente a carbonização da economia brasileira (sua “intensidade-carbono”), na contramão do desenvolvimento sustentável.

Em tão privilegiadas condições naturais, como são as brasileiras, esse retrocesso é crime de lesa-humanidade, mesmo que ainda não esteja assim tipificado no Estatuto de Roma, ou em sentenças de tribunais penais internacionais.

(mais…)