DIRETORES DE RÁDIOS QUESTIONAM “COBRANÇA EM DOBRO” FEITA POR PUBLICITÁRIO

Marco Lessa (no telefone).
Marco Lessa (no telefone).

Diretores de algumas rádios de Ilhéus questionam o “modus operandi” do publicitário Marco Lessa, proprietário da agência M21, responsável pela publicidade da Prefeitura de Ilhéus durante 2014.

Segundo os homens de rádio, Marco Lessa cobra 20% duas vezes. A primeira quando a prefeitura repassa os recursos para a M21, e a segunda quando a agência paga aos veículos, já que 20% são novamente cobrados em cima do valor bruto de cada autorização de veiculação. “Só a M21 tem esse sistema. As outras agências não agem dessa forma”, disse um dos diretores ouvidos, que prefere não se identificar.

Ouvido por este blog, o secretário municipal de comunicação, Paixão Barbosa, não concordou com os representantes das emissoras. Segundo o jornalista, o publicitário cobra pela criação das peças publicitárias, como está previsto nos editais, e posteriormente, cobra 20% de cada anúncio veiculado, conforme manda a lei que rege o setor. “Ele tem esse direito a partir do momento que emite as notas fiscais. É só buscar a legislação”, orientou o secretário.

No caso deste blog, preferimos não trabalhar com a M21.

Leia: BLOG DO GUSMÃO RECUSA ANÚNCIOS DO GOVERNO JABES.



2 responses to “DIRETORES DE RÁDIOS QUESTIONAM “COBRANÇA EM DOBRO” FEITA POR PUBLICITÁRIO

  1. É fácil resolver isso. DEIXA DE PRESTAR SERVIÇO A ESSA EMPRESA. HORA!!!

    Lei da oferta e da procura. simples assim!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *