POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL ABRE CONCURSO PARA 216 VAGAS

Acesse abaixo o edital e o link de inscrição do concurso.
Acesse abaixo o edital e o link de inscrição do concurso.

Ontem (terça-feira 8), a Polícia Rodoviária Federal divulgou edital de concurso público com 216 vagas. Dessas, 53 são para a Bahia. A inscrição poderá ser realizada até o dia 30 de abril, no site da Funcab, e custa R$ 60,00.

Todas as oportunidades são para o cargo de Agente Administrativo. O candidato deve ter o ensino médio completo. A remuneração básica é de R$ 2.043,17 acrescida pelo bônus por desempenho, que varia de  R$ 1.521,60 a R$ 1.902,00, conforme a avaliação do servidor. 

A relação completa de estados contemplados pelo concurso está disponível no edital (acesse aqui). A prova está prevista para o dia 24 de maio. Outra etapa da avaliação dos candidatos será a investigação social (de caráter eliminatório). 

SEGUNDO O STJ, FLAMENGO NÃO FOI CAMPEÃO BRASILEIRO EM 1987

Do Blog do Milton Neves.
Do Blog do Milton Neves.

O Superior Tribunal de Justiça decidiu proibir a Confederação Brasileira de Futebol de afirmar que, em 1987, o Campeonato Brasileiro teve dois campeões. A decisão beneficia o Sport Club do Recife, reconhecido por essa corte como campeão “exclusivo” daquele ano. 

Isso significa que, oficialmente, o Flamengo não foi campeão brasileiro em 1987. Arnaldo Barros, vice-presidente jurídico do Sport, comentou a decisão: “Mais uma vez a justiça prevaleceu, e o STJ reconheceu o Sport como o único legítimo campeão de 87”. 

O Flamengo ainda não se pronunciou sobre a decisão do STJ. 

PROFESSORES DE ILHÉUS ANUNCIAM PARALISAÇÃO

Assembleia dos professores na Câmara de Ilhéus. Foto: Ed Camargo/APPI-APLB Sindicato.
Assembleia dos professores na Câmara de Ilhéus. Foto: Ed Camargo/APPI-APLB Sindicato.

Em assembleia realizada nesta quarta-feira 9, na Câmara de Ilhéus, os professores municipais decidiram paralisar suas atividades nos dias 14, 15 e 16 de abril. A paralisação é uma advertência para o governo Jabes Ribeiro, que ainda não assinou a campanha salarial 2014. Os servidores também reivindicam os salários de dezembro de 2012.

Segundo Enilda Mendonça (presidente do APPI-APLB Sindicato), o governo fez a mesma proposta de 2013 de modo informal: reduzir a carga horária dos servidores. Os trabalhadores trataram a proposição como “imoral, desrespeitosa e perversa”, pois isso implicaria na redução dos salários. 

A próxima assembleia será realizada no dia 16 de abril – quarta-feira, às 14 horas. No encontro, os professores avaliarão as propostas oficiais do governo (se surgirem). Caso não haja acordo, eles pretendem entrar em greve por tempo indeterminado. 

Com a paralisação, o início do ano letivo de 2014 (previsto para a próxima segunda-feira) será adiado. O professores também decidiram não participar das atividades de planejamento e da jornada pedagógica. 

ILHÉUS: CONFIRA AS VAGAS DO SINEBAHIA NESSA QUINTA

Confira abaixo as vagas disponíveis nessa quinta-feira 10, na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Tosador de animais Domésticos – Pet Shop

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • 2 vagas 

Cozinheiro

  • Formação: Ensino Fundamental Incompleto

  • 6 meses de experiência

  • 1 vaga 

(mais…)

ILHÉUS: GOVERNO TENTA “APARELHAR” CONSELHO DE TRANSPORTES

Valério Bonfim, presidente do Conselho de Transportes de Ilhéus. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.
Valério Bonfim, presidente do Conselho de Transportes de Ilhéus. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Ontem (terça-feira 8), acompanhamos a reunião do Conselho de Transportes de Ilhéus. O presidente da entidade, Valério Bonfim, convocou o encontro após receber um ofício do secretário de administração de Ilhéus, Ricardo Machado.

Segundo Valério, no ofício, o secretário pediu que cada sindicato indique dois representantes para compor o Conselho de Transportes, e informou que a “ordem” partiu do prefeito Jabes Ribeiro.

O presidente estranhou o ofício, pois o seu mandato e os dos demais conselheiros ainda estão em vigor (o prazo acabará em agosto, mesmo mês em que foram empossados em 2012).

Perguntado sobre a intenção do prefeito com essa investida, Valério respondeu: “Eu entendo que ele quer fazer uma composição [do Conselho] que agrade ao governo ou que faça o trabalho do governo. Na minha opinião, isso fica evidente quando essa tentativa de recomposição vem 15, 20 dias depois de uma tentativa de aumento de passagem”.

O presidente declarou que, se for preciso, recorrerá à justiça para cumprir o mandato até o fim. Também lembrou que nenhum representante do governo pode assumir a presidência do conselho, conforme o regimento da entidade.

A próxima reunião do Conselho de Transportes será realizada no dia 15 de abril, às 9 horas, no prédio da antiga Fundação Cultural de Ilhéus (próximo ao Teatro Municipal). 

PARA O GOVERNO JABES, “GREVE NÃO É A ALTERNATIVA ADEQUADA”

A Prefeitura de Ilhéus acaba de divulgar nota sobre a possibilidade de greve dos servidores municipais. De acordo com o texto, essa “não é a alternativa adequada” para resolver os impasses entre o governo e os trabalhadores.

O prefeito Jabes Ribeiro lembrou (mais uma vez) que o município vive uma “grave crise financeira” e precisa adequar suas contas aos parâmetros da “Lei de Responsabilidade Fiscal”. 

Os servidores cobram a participação do governo no debate sobre a campanha salarial de 2014. Segundo a nota da prefeitura, o município só poderá avaliar sua condição financeira com amplitude depois do primeiro “quadrimestre” deste ano; ou seja, no final de abril.

Comentário do Blog.

Apesar da “grave crise financeira”, o município vai realizar o “Aleluia Fest”. Os recursos investidos nesse evento serão públicos ou privados? Mesmo com o investimento privado, a festa acarretará custos para a prefeitura? 

Esclarecer essas questões é importante. Afinal, caso os professores entrem em greve, o município vai “comemorar” a paralisação das escolas com uma festa fora de época (em todos os sentidos).

PROFESSORES DE ILHÉUS PODEM INICIAR GREVE NESTA QUARTA

Assembleia dos professores municipais na Câmara de Ilhéus. Foto: APPI-APLB Sindicato.
Assembleia dos professores municipais na Câmara de Ilhéus. Foto: APPI-APLB Sindicato.

Neste momento, reunidos na Câmara de Ilhéus, os professores do município discutem sobre a campanha salarial de 2014. Caso o prefeito Jabes Ribeiro mantenha-se intransigente a respeito das reivindicações, eles não descartam a possibilidade de entrar em greve. A assembleia desta quarta-feira 9 será decisiva.

Se a greve for deflagrada, o início do ano letivo (previsto para este mês) será adiado.

JABES CHAMA JUSTIÇA DO TRABALHO DE “IRRESPONSÁVEL”

Prefeito Jabes Ribeiro.
O prefeito está encurralado.

O juiz José Cairo Júnior, da 3ª Vara do Trabalho de Ilhéus, proibiu a prefeitura de pagar os salários de servidores contratados sem concurso público. A decisão passou a valer a partir de 1º de abril. Da mesma forma, desde essa data, os funcionários devem “abster-se de prestar serviços”.

Caso desobedeça, o prefeito Jabes Ribeiro será multado em R$ 10.000,00 (valor diário). O juiz explicita que o custo da multa cabe ao alcaide, não ao município.

Nesta quarta-feira 9, o prefeito concedeu entrevista ao radialista Vila Nova (programa O Tabuleiro, da rádio Conquista FM). Segundo JR, a decisão da Justiça do Trabalho foi de uma “irresponsabilidade a toda prova”, pois serviços essenciais vão parar, como o SAMU e os programas desenvolvidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social.

Na decisão, o juiz lembrou que o município descumpriu o Termo de Ajustamento de Conduta em que se comprometeu a contratar servidores apenas por meio de concurso público. O governo Jabes Ribeiro fez isso duas vezes, nas seleções simplificadas das secretarias de Saúde e Desenvolvimento Social, em 2013.

Comentário do Blog.

O prefeito está encurralado não apenas pela opinião pública e movimentos sociais, mas também por algumas instâncias do judiciário. Só encontra conforto na Câmara de Vereadores e entre seus secretários.

No processo seletivo da Saúde, indícios de interferências irregulares de vereadores foram parar no Facebook (uma candidata interpelou o vereador Roque do Sesp com uma mensagem pública).

Ao denunciar a seleção à Justiça do Trabalho, o procurador do Ministério Público Federal, Ilan Fonseca de Souza, foi contundente: “De modo flagrante, o que se observa é a tentativa de burlar os ditames constitucionais e manter a histórica prática de favorecimento a aliados em cargos no setor público”.