“CONSUMIDOR SEM ADVOGADO, PREJUÍZO DOBRADO”

consumidor“Consumidor sem advogado, prejuízo dobrado” – esse é o lema de um estudo da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás. 

Segundo pesquisa da Comissão de Direito do Consumidor da OAB-GO, os consumidores lesados que não contratam um advogado, em média, recebem indenizações menores. 

Os pesquisadores colheram dados em doze Juizados Especiais Cíveis. Em processos sem advogado, a indenização média de todos os juizados é de  R$ 982,05. Com defensores constituídos, o valor médio chega a R$ 7.578,44. 

Com informações do JusBrasil. 



One response to ““CONSUMIDOR SEM ADVOGADO, PREJUÍZO DOBRADO”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *