NOTA DA FORÇA SINDICAL SOBRE AS MORTES NA FESTA DO TRABALHADOR

força sindical“A força Sindical do Estado da Bahia vem a público lamentar os atos de violência ocorridos durante a tradicional Festa dos Trabalhadores em Ilhéus, realizada no último dia 1º de maio, na Avenida Litorânea Norte, um evento que há 13 anos tem levado alegria, solidariedade e serviços sobretudo para as pessoas mais carentes.

Infelizmente toda a estrutura montada pelas entidades ligadas à Força Sindical para levar alegria e comemorar as vitórias dos trabalhadores acabou cedendo lugar para a violência e o medo, deixando dois mortos e um adolescente ferido. Os atos de violência nada mais são que um reflexo da insegurança e da falta de políticas públicas por parte dos governos estadual e federal. Precisamos mudar essa realidade.

Nesse momento de dor e de saudades, a Força Sindical vem manifestar a sua solidariedade às famílias dos que prematuramente partiram para a eternidade, bem como nos colocar à disposição do adolescente baleado, que em breve estará novamente ao convívio dos seus amigos e familiares.

A Força Sindical, através dos seus sindicatos e associações filiadas, buscou todos os caminhos possíveis para garantir a segurança da festa. Uma grande estrutura foi montada para propiciar o lazer e o bom atendimento a todas as pessoas que prestigiaram o evento e que compartilharam dessa confraternização dos trabalhadores ilheenses.

Lamentavelmente, mesmo com todos os esforços não foi possível evitar essa tragédia. Mas nossa luta não se esgota por aqui. O combate à violência e a busca por uma melhor qualidade de vida para todos os brasileiros tem sido, ao longo desses 23 anos de existência, uma das principais bandeiras da Força Sindical. Essa é uma luta de todos nós e dessa missão não vamos abrir mão.

Nair Goulart

Presidente da Força Sindical na Bahia”



One response to “NOTA DA FORÇA SINDICAL SOBRE AS MORTES NA FESTA DO TRABALHADOR

  1. Força sindical quer o dinheiro dos trabalhadores, só! Somente a contribuição anual para manter sua cúpula com regalias, viagens para o exterior nas custas dos operários. São tão “preocupados com os trabalhadores da cidade” que expulsam empresas e empresários daqui e organizam festas desse nível. Parabéns Sindicatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *