“DEUS TRANSFORMOU MINHA MOCHILA EM ESCUDO”, DIZ VÍTIMA DE ASSALTO NO PONTAL

O "escudo". Fotos: Blog do Gusmão/Thiago Dias.
O “escudo” que aparou a bala assassina. Fotos: Blog do Gusmão/Thiago Dias.

Reportagem: Thiago Dias

Nesta quinta-feira (15), conversamos com CMJ, de 29 anos. Ontem, ele foi vítima de um assalto seguido de tentativa de homicídio, na Av. Lomanto Júnior (Pontal), em Ilhéus. Como a polícia não prendeu os bandidos, prefere ficar no anonimato. 

A descrição do assalto revela a sorte de CMJ. Ele acredita que Deus o salvou.

Local do assalto.
Local do assalto, na Av. Lomanto Júnior.

Ao meio-dia, em frente ao bar Mr. Camarão, dois homens em uma moto (que parecia uma CG Titã) o abordaram. O assaltante de trás mandou “passar o celular”. Com o susto, a vítima esqueceu que havia guardado o aparelho na mochila e bateu nos bolsos para dizer que estava sem ele. O bandido disse que não era “brincadeira” e sacou a arma.

“Nessa hora, minha reação foi correr até um carro”, descreve. Ele sentiu o impacto do tiro nas costas. Ao se abaixar, constatou que não estava ferido.  A mochila amorteceu a bala. Os bandidos fugiram.

Marca do tiro no bolso lateral da mochila.
Marca do tiro no bolso lateral da mochila.

CMJ nos mostrou os objetos atingidos e descreveu o trajeto provável da bala. Ela entrou pela lateral, destruiu um adaptador de tomadas, um fio de carregador e perfurou três camadas antes de atingir uma apostila. “Deus transformou a minha mochila em um escudo”, afirmou.

Estraçalhado pela bala, o adaptador de tomadas absorveu boa parte do impacto.
O adaptador absorveu boa parte do impacto.

A vítima achou o projétil dentro da bolsa e entregou a um policial. Segundo o PM, os assaltantes usaram um revólver calibre 38.

CMJ disse que não dormiu essa noite. Além do trauma, a pressão sanguínea subiu e o barulho do tiro magoou o ouvido direito.

Uma amiga da família o visitou e afirmou que os mesmos bandidos assaltaram a sua loja, também ao meio-dia, há uma semana. O estabelecimento fica a menos de 50 metros de onde ele foi assaltado.

CPM DE ILHÉUS REALIZA PALESTRA SOBRE A DITADURA

Os historiadores Arléo Barbosa e Edu Neto palestraram no evento.
Os historiadores Arléo Barbosa e Edu Neto palestraram no evento.

Os estudantes do Colégio da Polícia Militar Rômulo Galvão assistiram as palestras dos historiadores Arléo Barbosa e Edu Neto, no Auditório da Justiça Federal em Ilhéus, na última segunda 12.

A socióloga Celina Rosa, idealizadora do evento, destacou a importância de resgatar a memória brasileira. Em 2014, o Brasil relembra os 50 anos do golpe que instalou a ditadura civil-militar; e Ilhéus comemora os 40 anos da criação do antigo CIERG, que virou o CPM.

Arléo Barbosa palestrou sobre os fatos que antecederam a intervenção golpista. Edu Neto, que também é músico, falou sobre as contribuições dos artistas brasileiros contra o regime opressor. Depois cantou músicas de Chico Buarque e Caetano Veloso, e as contextualizou historicamente.

Estudantes cantaram Para não dizer que não falei das flores, de Geraldo Vandré.
Estudantes cantaram “Para não dizer que não falei das flores”, de Geraldo Vandré.

A professora Lidiney Campos mediou a participação dos pesquisadores. Os estudantes finalizaram o evento com uma interpretação da música “Para não dizer que não falei das flores”, de Geraldo Vandré. 

QUER UM TRABALHO? SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE VAGAS NESSA SEXTA-FEIRA

Confira abaixo as vagas disponíveis nessa sexta-feira (16), na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Técnico de Enfermagem
• Formação: Ensino Médio Completo
• Curso Técnico
• 6 meses de experiência em UTI
• 6 vagas

Farmacêutico
• Formação: Ensino Superior Completo
• 6 meses de experiência
• 2 vagas

Confeiteiro
• Formação: Ensino Médio Completo
• Experiência com café da manhã
• 6 meses de experiência
• 1 vaga

(mais…)

COMÉDIA E ROCK NO TEATRO POPULAR DE ILHÉUS

A banda Dr. Imbira será uma das atrações do Sábado Sim. Foto: Karoline Vital.
A banda Dr. Imbira será uma das atrações do Sábado Sim. Foto: Karoline Vital.

Vejas as atrações do Teatro Popular de Ilhéus nesse fim de semana. Na sexta (16), estará em cartaz a sátira em cordel O Inspetor Geral. No sábado , o rock está garantido com shows de três bandas, no projeto Sábado Sim. As duas atrações começam às 20 horas e têm classificação indicativa de 14 anos. As entradas custam R$ 20 e R$ 10 para estudantes, idosos e titulares do Cartão TPI, programa de fidelidade do espaço cultural.

Inspirado na obra de Gogol, O Inspetor Geral estreou em 2011 e foi um dos projetos selecionados pelo SESI de São Paulo. Em 2012, foi indicado ao Prêmio Shell de Teatro, na categoria especial. A comédia escrita e dirigida por Romualdo Lisboa é fruto de pesquisas sobre Literatura de Cordel, Xilogravuras, Movimento Armorial e Cancioneiro Nordestino. O espetáculo é a segunda parte de Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito, mostrando a preocupação do antigo vice-prefeito e seus secretários corruptos com a iminente chegada de um fiscal do governo.

O som das bandas independentes da região nunca deixa a Tenda TPI.  Com músicas autorais e sucessos do rock, o palco será revezado pelas bandas Dr. Imbira, Infected Minds e Kerberus.  

ITABUNENSE PODE ENFRENTAR O BRASIL NA COPA

Jorge Sammir é um dos pré-convocados da seleção croata.
Jorge Sammir é um dos pré-convocados da seleção croata.

O meia itabunense Jorge Sammir está na lista de pré-convocados da Croácia para a Copa do Mundo. Ele jogou por mais de cinco anos no Dínamo de Zagreb e naturalizou-se croata. Hoje, defende o Getafe, da Espanha.

Sammir pode enfrentar a seleção brasileira no jogo de abertura da copa, no próximo dia 12, em São Paulo. Outro brasileiro naturalizado croata, Eduardo Silva, espera viver a mesma experiência.

Com informações do Plantão Itabuna

PAIS DE ALUNOS APOIAM PROFESSORES

Foto: Ed Camargo/APPI/APLB-Sindicato.
Foto: Ed Camargo.

De acordo com a APPI/APLB-Sindicato, centenas de pais e outros responsáveis pelos alunos da rede de ensino de Ilhéus manifestaram apoio aos professores e demais servidores do magistério.  Na tarde de quarta-feira (14), eles se reuniram na Av. Canavieiras e caminharam até a frente da Prefeitura de Ilhéus.

Conforme o sindicato, as famílias dos estudantes afirmaram que o sistema de ensino de Ilhéus está caótico. “Com escolas destruídas, teto desabando, unidades funcionando em espaços improvisados, além da falta de merenda escolar e de transportes, mesmo com os recursos enviados mensalmente pelo Governo Federal”, disseram.

Os manifestantes também cobraram o reajuste salarial dos trabalhadores.

Em 2013, os servidores ficaram em greve por mais de 80 dias e o prefeito Jabes Ribeiro não reajustou os salários. Ele alegou que a receita do município está comprometida em mais de 60% com a folha de pessoal. Neste ano, repetiu o argumento.

Ontem (quarta-feira, 14), o prefeito informou que negociará com os servidores depois de fechar o balanço financeiro do primeiro quadrimestre de 2014. Isso deve ocorrer até o final deste mês. 

MOSTRA INFANTOJUVENIL APROXIMA JOVENS DO CINEMA

Imagem do curta Amarelinha.
Imagem do curta Amarelinha.

O universo escolar, o sertão e as brincadeiras da infância são os principais temas dos curtas-metragens que serão exibidos na Mostra Infantojuvenil do IV FECIBA – Festival de Cinema Baiano, que acontece de 1º a 7 de junho, no Cine Santa Clara, em Ilhéus.

Seis filmes serão projetados gratuitamente, nos dias 5 e 6 de junho, às 10h, em duas sessões idênticas, com uma hora de duração. A atividade também inclui bate-papo com os cineastas Edson Bastos e Henrique Filho.

As obras selecionadas estimulam debates sobre temas importantes para a formação de crianças e adolescentes. Ao mesmo tempo, aproximam este público da linguagem do curta-metragem. 

Clique em leia mais para ver a relação de curtas selecionados.

(mais…)

CAMPOS E AÉCIO CRITICAM VÍDEO DO PT

Eduardo Campos e Aécio Neves.
Eduardo Campos e Aécio Neves.

Na terça-feira (13), o Partido dos Trabalhadores divulgou o vídeo “Fantasmas do Passado”. Na tela, famílias abonadas se deparam com momentos de pobreza do próprio passado.

A música é melancólica e o narrador diz: “Quando a gente dá um passo para frente na vida, precisa saber preservar o que conquistou. Não podemos deixar que os fantasmas do passado voltem e levem tudo que conseguimos com tanto esforço. Nosso emprego de hoje não pode voltar a ser o desemprego de ontem. Não podemos dar ouvidos a falsas promessas. O Brasil não quer voltar atrás.” Assista. 

Os pré-candidatos à Presidência da República Eduardo Campos (PSB) e Aécio Neves (PSDB) criticaram o vídeo. Neves disse que a peça quer impor “medo e insegurança”, pois o PT não consegue mais gerar “confiança e esperança”.

Campos lembrou que os adversários do ex-presidente Lula usaram a mesma estratégia contra ele. Para o socialista, o vídeo foi “equivocado”, “um tiro no pé”.

Em 1998, a campanha de FHC afirmava que só o tucano poderia manter a inflação controlada. Em 2002, em propaganda de José Serra, a atriz Regina Duarte disse que tinha “medo” da eleição de Lula.