DILMA DEFENDE REGULAÇÃO ECONÔMICA DA MÍDIA

Dilma Rousseff.
Dilma Rousseff.

Conforme reportagem da Folha de S. Paulo, a presidente Dilma Rousseff é a favor da regulação econômica da mídia. Ela pretende apoiar um projeto que regulamente os artigos 220 e 221 da Constituição.

De acordo com o § 5º do art. 220, “0s meios de comunicação social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio ou oligopólio”. Enquanto isso, é sabido que poucas famílias exploram a maior parte do espectro brasileiro de radiodifusão. 

O avanço de restrições para as propagandas de bebidas alcoólicas também depende da regulamentação do artigo 220.

O terceiro princípio do artigo 221 sustenta a regionalização das produções culturais, artísticas e jornalísticas; sua regulamentação terá implicações significativas para a TV aberta, que abrirá mais espaço na grade de programação para as emissoras regionais e locais.

Na segunda-feira (26), a Executiva do PT incluiu a regulamentação da mídia no programa do partido para a campanha presidencial. A presidente Dilma Rousseff ressaltou que regular os meios de comunicação não é o mesmo que controlar a produção de conteúdos.



One response to “DILMA DEFENDE REGULAÇÃO ECONÔMICA DA MÍDIA

  1. Como! só mesmo os alienados dos petistas poderão cair nessa conversa mole, ela quer mesmo é controlar a mídia e não regular coisa nenhuma, assim que Lula tomou posse em 2003, o BNDES começou a injetar grana na Rede Globo, sem contar que as verbas para publicidades em 12 anos de governos petistas praticamente dobraram, e a TV Globo é a grande campeã faturando praticamente a metade de tudo que o governo torra em publicidades enganosas. Abaixo apenas um exemplo dessa conversa fiada pra bobo dormir.

    …………………………………………………………..

    EM 2013, GOVERNO DILMA GASTOU EM PUBLICIDADE R$ 2,3 BILHÕES.

    O VALOR INVESTIDO PELO GOVERNO BATEU ATÉ A GIGANTE DO RAMO DE BEBIDAS “Ambev”, QUE GASTOU APENAS R$ 1,8 BILHÃO.

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/04/1441349-dilma-bate-recorde-em-gastos-publicitarios.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *