LEITORA CRITICA SERVIÇO DA “PATRULHA DO SILÊNCIO”

A poluição sonora na Praça Cairu não é um problema novo. Essa imagem foi registrada em agosto de 2012 por um comerciante indignado.
A poluição sonora na Praça Cairu não é um problema novo. Essa imagem foi registrada em agosto de 2012 por um comerciante indignado com o barulho do carro de som.

No último dia 17, publicamos entrevista com Paulo Fonseca, chefe de fiscalização ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Ele falou sobre a “Patrulha do Silêncio”, equipe de fiscais do município que combate a poluição sonora em Ilhéus. Por enquanto, o serviço só funciona entre sexta-feira e domingo. O telefone para reclamações é (73) 8846-4900. Veja aqui.

Nesse sábado, 31, um leitora nos escreveu para criticar o serviço da “Patrulha do Silêncio”. Segundo ela, a Secretaria de Meio Ambiente de Ilhéus fez uma “propaganda enganosa”, pois não “coíbe a prática de som abusivo na cidade”.

Ainda de acordo com a leitora, na Praça Cairu, carros de som ficam parados anunciando propagandas com equipamentos potentes e volume alto. Ela diz que já denunciou os barulhentos várias vezes aos órgãos ambientais e nada foi feito para coibir essa prática.



6 responses to “LEITORA CRITICA SERVIÇO DA “PATRULHA DO SILÊNCIO”

  1. Ainda há pouco um caminhão despejou bem aqui vizinho à nossa casa, conjunto Alto da Tapera, um enorme toldo que já está sendo montado para uma festa particular. Caso não respeitem as normas legais vigentes para o volume do som; irei recorrer à Patrulha do Silêncio e à Delegacia do Meio Ambiente. O sarau com concerto musical, pelo visto será logo mais à noite.
    Caso abusem do som alto e nos imponham uma vigília forçada, recorrerei aos dois órgãos responsáveis e postarei aqui o feed back de ambos.

  2. Agora a noite está acontecendo a maior festa no alto do tezepólis e já liguei para vários órgãos ambientais e nada foi feito……..é sempre assim.

  3. Os padrões civilizatórios foram arduamente conquistados na história da humanidade. Ilhéus caminha a passos lentos nessa direção. Poderia ser mais rápido porque já há muito o que aprender com a experiência acumulada por outros países bem menos avacalhados por administrações como a de Jabes e o seu albaglinho de estimação (aquele que é avaliado internamente…). Entender que a convivência implica sacrifícios é marca de civilidade e maturidade. Quanto à Praça Cairu, dizer o quê? Se, um dia, um elefante atravessar essa praça, ninguém vai estranhar… Juntamente com a fantástica Feira do Malhado, a Praça Cairu compõe a nossa Nova Déli particular….

  4. E MELHOR QUE A PATRULHA DO SILENCIO COMECE A DAR UMAS VOTAS PELO BAIRRO NELSON COSTA E ADJACENCIAS.POIS AQUELES TERRIVEIS CARROS DE SOM FAZENDO PROPAGANDA DE GAZ.OU PROPAGANDA DE SUPERMERCADO SE TORNA UM INFERNO NOS SABADOS E DOMINGOS.COMO SE NAO BASTASSEM OS DIAS DA SEMANA.

  5. Rapaz, tem uns produtores de evento nessa cidade que adotaram também essa onda de ficarem fazendo propaganda depois das 18hs! Penso: o cara que se mete a ser produtor e não conhece as leis? Fica difícil meu jovem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *