PEDRO TAVARES COBRA AGILIDADE NAS OBRAS DA NOVA PONTE

Pedro Tavares cobrou agilidade governo Rui Costa na construção da nova ponte, em discurso na ALBA.
Pedro Tavares cobrou agilidade governo Rui Costa na construção da nova ponte, em discurso na ALBA.

O líder do PMDB na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Pedro Tavares, cobrou agilidade do governo Rui Costa (PT) nas obras da nova ponta Ilhéus-Pontal.

O parlamentar lembrou da iniciativa pioneira do ex-governador Lomanto Júnior, que há 50 anos inaugurou a ponte Ilhéus-Pontal, o que contribuiu para o desenvolvimento da cidade. “Ilhéus cresceu, se desenvolveu e sentiu a necessidade de uma nova ponte. Faltam três meses para a data de entrega e as obras estão a passos lentos”, declarou o parlamentar durante sessão plenária na tarde de quarta-feira (04). 

O deputado frisou que é preciso dar uma satisfação aos moradores de Ilhéus e esclarecer o que está acontecendo. “A nova ponte foi anunciada, mas não houve avanços e não sabemos o por quê, as pessoas não sabem, pois não existem informações. Foi falta de orçamento? Questão ambiental? Problemas na construtora? Eu faço aqui um apelo ao governo estadual que olhem com carinho a cidade de Ilhéus e o sul da Bahia, que já representou tanto para o nosso estado. As obras precisam ser retomadas e agilizadas o mais rápido possível”.

QUER UM TRABALHO? SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE 34 VAGAS NESSA SEXTA-FEIRA

Confira abaixo as vagas disponíveis nessa sexta-feira (06), na agência  do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Alinhador de Direção

  • Formação: Ensino Médio Incompleto

  • 6 meses de experiência

  • 1 Vaga 

Serviços gerais

(Exclusiva para PCD)

  • Formação: Ensino Fundamental Completo

  • 1 Vaga 

Recepcionista Bilíngue

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 2 Vagas 

(mais…)

IGUAPE: MORADORES PAVIMENTAM RUA ESQUECIDA PELO GOVERNO JABES

A Travessa Maria Luisa nunca havia sido pavimentada. Moradores já investiram mil reais na obra.
Moradores já investiram mil reais na obra.

As pessoas que vivem há muito tempo na Travessa Maria Luisa, no bairro Iguape, em Ilhéus, não acreditam mais na promessa que inúmeros prefeitos e vereadores repetiram em épocas de eleição. A rua nunca havia recebido pavimento, até um grupo de moradores se reunir para calçá-la com recursos próprios.

A obra já começou. Em contato com este blog via WhatsApp, um dos moradores disse que mil reais já foram investidos no serviço. Alguns buracos ainda serão tapados antes da conclusão do calçamento.

A pavimentação de ruas é uma das atribuições da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano. Após dois anos e três meses, a gestão do secretário Isaac Albagli apresenta resultados pífios neste setor e colabora para o desgaste progressivo do governo Jabes Ribeiro.

ITABUNA: SINEBAHIA OFERECE 16 VAGAS DE EMPREGO

Confira abaixo as vagas do Sinebahia Itabuna atualizadas nessa quinta-feira (05).

A agência agora funciona no Shopping  Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade. O horário de funcionamento é das 7h às 15h30m. As senhas são distribuídas a partir das 6h.

Vagas Disponíveis

Coordenador de serviços de manutenção – 1 vaga

Conhecimento em manutenção de frotas de veículos

Conhecimento em rotinas administrativas

Conhecimento do pacote office

Experiência mínima de 06 meses

Ensino Médio Completo

Categoria habilitação D

Sexo Masculino

 Cozinheiro de restaurante –  2 vagas

Experiência mínima comprovada de 06 meses

Ensino médio completo

Candidatos de 20 a 45 anos de idade

 Recepcionista atendente (Jovem Aprendiz) – 1 vaga

Sexo Feminino

Ensino Fundamental Completo

Candidatos de 16 a 18 anos de idade

(mais…)

“QUEDA DE BRAÇO” NO REGIONAL

queda-de-braço-g-20120713-1Fonte deste blog afirma que o ambiente de trabalho no Hospital Geral Luiz Viana Filho está conturbado. O motivo seria uma crise entre o novo diretor geral Cláudio Moura Costa e o corpo clínico sob seu comando.

Observadores mais pessimistas e precipitados temem que o Regional possa ter o mesmo fim do antigo Santa Isabel, que encerrou suas atividades em 2005 após uma crise administrativa.

Há uma interpretação diferente sobre os conflitos nas relações de trabalho do Regional. Outra fonte deste blog disse que parte do corpo clínico ainda não se adaptou às regras mais rígidas do novo diretor.

Alguns médicos estariam insatisfeitos também com a divulgação “ostensiva” dos seus horários de plantão.

O Regional experimenta curioso jogo de “queda de braço” entre a “cabeça” e os “membros do corpo” que ela tenta controlar.

VOG TORRES SUL: COQUETEL MARCA SUCESSO DE VENDAS

Futuros moradores conheceram a maquete do empreendimento residencial durante coquetel.
Futuros moradores conheceram a maquete do empreendimento residencial durante coquetel.

No último dia 26, empresários e profissionais da Gráfico Incorporadora e da Construtora Módulo receberam clientes e amigos para comemorar o sucesso da 1ª etapa de vendas do VOG Torres do Sul, em Ilhéus. O encontro, que aconteceu no Stand de Vendas no Pontal, foi marcado principalmente pela emoção de conhecer a Maquete Física do empreendimento.

Ilheenses, Arnaldo Caldeira Lima e Neuza Nunes Pacheco serão moradores de um apartamento de 3/4 do empreendimento. Comemorando o investimento, já que são compradores da primeira etapa do VOG Torres do Sul, citaram o fator decisivo para a aquisição, a agilidade na entrega e a qualidade do primeiro condomínio de Ilhéus. “Nós acompanhamos a construção e entrega do VOG João de Góes, apesar de não podermos fazer tal investimento na época. Sabemos da qualidade da obra, conversamos com moradores atuais, fizemos uma pesquisa completa. Estamos bastante felizes e ansiosos para a nossa vez de desfrutarmos do melhor, agora com torres verticais com elevadores”, contou Neuza, professora. 

Neuza
Arnaldo Lima e Neuza Pacheco.

Localizado na Zona Sul de Ilhéus e aliando conforto a bem-estar, o VOG Torres do Sul é um complexo de 12 torres, todas com apartamento no térreo e mais seis andares. Possui, para a segunda etapa de vendas, modelos de 2/4 e 3/4, com suíte e infraestrutura completa. Proporcionará aos moradores melhor qualidade de vida com piscinas, salão de festas, jogos e fitness, quadra esportiva, parque infantil, cinema, dentre outros atrativos. O telefone para contato é (73) 3632-9850, e o site é www.vogtorresdosul.com.br

ALISSON E A RETÓRICA DO ESQUECIMENTO

Foto: Jozé Nazal/Catucadas.
Foto: Jozé Nazal/Catucadas.

Thiago Dias e Emílio Gusmão.

Por Emílio Gusmão

Recém-aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil, o vereador Alisson Mendonça (PT) já iniciou a prática de buscar o convencimento usando discursos alheios à razão. 

Na última terça-feira (03), Alisson usou a memória seletiva para afirmar que o governo Jabes Ribeiro é “o pior de todos os tempos”. Corajoso e inteligente, disse que no tempo do ex-prefeito Newton Lima, “o município era outro”.

Reconhecemos a inteligência do vereador, mas, discordamos.

A gestão atual é realmente muito ruim. Não há planejamento, o governo vive de improvisos e peca na austeridade, haja vista a farra de diárias pagas ao próprio alcaide e assessores diretos. Já que o prefeito não cansa de repetir: “o município está em crise”, não se justifica contratar shows caros e terceirizar serviços (mediante contratos duvidosos) que podem ser executados pela força de trabalho da prefeitura.

Não podemos esquecer dos servidores municipais, escolhidos como inimigos e intimidados pelo Prefeito Jabes Ribeiro, que diante de qualquer dificuldade contábil ameaça promover demissões em massa. O aumento escorchante do IPTU também não faz sentido, pois não há perspectiva de melhoria na qualidade dos serviços públicos.

Entretanto, ao fazer comparações, Alisson não deve esquecer as séries históricas. Jabes tem dois anos de governo ruim. Newton destruiu a cidade em quase 6. Sendo assim, por enquanto o paradoxo é descabido.

Newton Lima vai responder 137 ações movidas pelo Ministério Público Estadual, dois indiciamentos por formação de quadrilha na Polícia Federal, 6 contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, 1 conta rejeitada pela Câmara de Vereadores (e outra à espera de apreciação) e dezenas de ações movidas pelo Ministério Público Federal. No governo passado, ocorreram denúncias sobre desvios de recursos na secretaria de educação (Projeto Semear), investigadas pelo MPF e encaminhadas à justiça federal em maio de 2014.

O histórico do governo passado dá a entender que houve pilhagem dos cofres públicos. O de Jabes necessita de tempo para ser avaliado no todo. Com influência política (ou não) junto ao Tribunal de Contas dos Municípios, o prefeito conseguiu aprovar as contas de 2013 (não se trata de um elogio, e sim, de uma constatação). Talvez fosse melhor comparar a gestão de Newton com os mandatos anteriores de Jabes (1997 a 2004), que renderam ao atual gestor 37 ações movidas pelo MPE. Mesmo assim, o ex-prefeito que assinou ficha de filiação ao PT sai perdendo.

Por fim, Alisson cita investimentos da iniciativa privada no período Newton Lima (setembro de 2007 a dezembro de 2012).

Vale lembrar que é impossível falar de economia sem levar em consideração a conjuntura do país, imersa na lógica do capitalismo mundial. Entre 2007 e 2012, o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu em média 3,8% ao ano. O consumo aquecido impulsionou atacado e varejo, justamente os setores das redes que se instalaram no eixo Ilhéus-Itabuna (Makro, Atacadão, Maxxi e G Barbosa). O crescimento expandiu o mercado imobiliário, com os bancos públicos aumentando suas linhas de crédito e financiamento. Apesar do momento positivo, os indicadores sociais de Ilhéus apresentaram índices baixos, prova de que as políticas públicas tocadas pelo município falharam, apesar do crescimento econômico.

Agora vivemos período de retração no PIB, com diminuição do crédito e dos investimentos. O discurso de Alisson não considerou o panorama atual. Baseou-se na oposição pura e simples.

Como exercício de retórica, o pronunciamento do vereador é válido, pois inteligentemente “defende o indefensável” com argumentos frágeis e eloquência singular. Talvez seja um mecanismo de autodefesa, uma vez que até hoje ele não conseguiu justificar porque, em 2010, deixou a oposição para compor o secretariado de Newton Lima.

Em março de 2010, Alisson pediu a cassação de Newton, meses depois assumiu a secretaria de planejamento. Sua capacidade de argumentação preferiu esquecer essa mudança.

Emílio Gusmão é comunicólogo e editor deste blog.

BEBETO COBRA AÇÃO DE MINISTRO CONTRA CRISE EM ESTALEIROS

Bebeto cobrou a atuação do ministro Eduardo Braga (centro) contra a crise nos estaleiros navais. A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) também participou da reunião.
O deputado federal Bebeto Galvão cobrou uma atuação mais efetiva do ministro Eduardo Braga (centro) contra a crise nos estaleiros navais do país. A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) também participou da reunião.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB-BA) lidera uma jornada de trabalho para tentar vencer a crise enfrentada pelos estaleiros navais, que já iniciaram processo de paralisação, a exemplo do Enseada Paraguaçu, no recôncavo baiano.

Na noite dessa quarta-feira, 4, Bebeto reuniu em Brasília lideranças sindicais e políticas de todo o país num encontro  com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga. O propósito foi cobrar do governo federal alternativas que possam reverter a crise nos estaleiros e a consequente onda de demissões.

(mais…)

INTERCÂMBIO UNE COMUNIDADES ATINGIDAS POR BAMIN E FIOL

Trecho das obras da FIOL em Brejinho das Ametistas – Caetité.
Trecho das obras da FIOL em Brejinho das Ametistas – Caetité.

Começou ontem (4) um intercâmbio entre comunidades dos municípios de Caetité, Pindaí e Ilhéus impactadas pela Bahia Mineração (Bamim) e as obras da Ferrovia de Integração Leste Oeste.

O primeiro dia reuniu agentes e organizações de Ilhéus e de Pindaí em visita às comunidades de João Barroca, impactada diretamente pela Bamim. Hoje a visita será às comunidades de Manoel Vicente e Curral Velho.

O intercâmbio surge da preocupação com a série de “ataques” aos direitos das famílias de 11 comunidades de Ilhéus e 24 grupos populacionais de Caetité e Pindaí.

Embora a luta seja comum, ainda falta para as comunidades um processo de articulação mais amplo. O objetivo do intercâmbio é garantir um momento de formação e troca de experiências no qual os atores sociais envolvidos possam reconhecer a amplitude dos problemas e consigam se articular para obter resultados favoráveis.

PROJETO SELECIONA ASSISTENTES AMBIENTAIS NO SUL DA BAHIA

20140517_094904O projeto Meu Pescado seleciona candidatos para o serviço de assistência ambiental no litoral da Bahia. São três vagas, sendo duas para o Litoral Sul e uma para o Litoral Norte.

Interessados devem enviar mensagem para [email protected], com os seguintes documentos: currículo lattes, carta de intenções, descrevendo seu interesse no programa e sua disponibilidade em residir na região, com pretensão salarial; e cópia da habilitação CNH B.

Os documentos devem ser enviados em PDF, até às 23h59 de 13 de março.

O candidato precisa ter nível superior completo nas áreas de ciências biológicas, ecologia, oceanografia, engenharia de pesca, ciências sociais ou afins. Também é exigido residência ou disponibilidade para residir na área de trabalho.

Três etapas integram a seleção: análise de currículo e da carta de intenções (16 e 17 de março); entrevista (18 a 20 de março); e envio de documentos comprobatórios (23 de março).

Os selecionados para o Litoral Sul atuarão em comunidades pesqueiras dos municípios de Canavieiras, Ilhéus, Itacaré, Maraú, Una e Uruçuca, já os do Norte, em Camaçari, Conde, Entre Rios, Esplanada, Jandaíra e Mata de São João.

O projeto é vinculado ao Instituto Superior de Sustentabilidade.

COORDENADORA REBATE CRÍTICAS DE SERVIDORES DO NÚCLEO REGIONAL DE SAÚDE

Mariza Pinheiro e Edgley Tavares. Imagem: Emílio Gusmão.
Mariza Pinheiro e Edgley Tavares. Imagem: Emílio Gusmão.

Marisa Pinheiro, Coordenadora do Núcleo Regional de Saúde, conversou ontem (4) com o Blog do Gusmão para rebater informações que obtivemos junto a servidores estaduais.

Os funcionários afirmaram que Marisa pretende tirar a sede do núcleo de Ilhéus e levá-la para Itabuna. A coordenadora nega. “Nunca comentei que estou querendo levar a sede para Itabuna, porque essa questão não me compete”.

De acordo com os servidores, a coordenadora “tem aparecido pouco em Ilhéus. Quando vem trabalhar, traz dois carros repletos de funcionários, escolhidos a dedo, que estão recebendo diárias.”

Em resposta, Marisa esclareceu que os funcionários não recebem diárias. Edgley Tavares, coordenadora administrativa do núcleo, também participou da conversa e confirmou o esclarecimento de Pinheiro: “isso não existe”.

Sobre sua presença na sede do núcleo, a coordenadora explicou que essa fase de implantação exige visitas constantes às bases do órgão nas cidades onde funcionavam as antigas Dires.

Marisa e Edgley descartaram a possibilidade de pessoas transplantadas e pacientes que recebem medicamentos caros por meio do governo estadual serem prejudicados pelas mudanças em curso. Segundo Pinheiro, as atividades técnicas das antigas Dires foram mantidas em seus locais de origem. “Os serviços essenciais permaneceram em funcionamento”, complementou Tavares.

Um informante disse que Marisa acumula cargos e salários de maneira irregular. Ela nega. “Sou funcionária de carreira da Secretaria Estadual de Saúde há mais de 25 anos. Tenho dois concursos públicos, um como farmacêutica e outro como auditora – esses dois são perfeitamente compatíveis devido à carga horária. Agora que assumi a coordenação, o que é que se faz? Esses dois cargos foram substituídos apenas pela coordenação. É assim que funciona”.

A Coordenadora do Núcleo Regional de Saúde também explicou que nenhum funcionário foi obrigado a deixar cidades como Itabuna, Jequié e Gandú para trabalhar em Ilhéus, ao contrário do informado por servidores a este blog.

Perguntamos se Marisa concorda que o governo tem se comunicado mal a respeito das mudanças na gestão da saúde. Ela lembrou que conduziu reuniões com os servidores que atuam em Jequié, Gandú, Itabuna e Ilhéus, assim como o fez o próprio secretário estadual Fábio Vilas-Boas em cada um dos núcleos regionais. A assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde também divulgou informações sobre o processo.