VERGONHA! DIRETORA PEDE QUE ALUNOS LEVEM COMIDA PARA ESCOLA

Alunos só comem “cream cracker” ou rosquinhas no recreio.

Professora compra polpa de fruta e biscoitos para não deixar as crianças com fome.

Escola Barão de Macaúbas.
Escola Barão de Macaúbas. Imagens: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Reportagem: Thiago Dias

Estudantes e pais de alunos da Escola Municipal Barão de Macaúbas, no bairro Pontal, em Ilhéus, afirmaram a este blog que a diretora Luliana Mara pediu para que as crianças levassem alimentos de casa para comer na hora do recreio. Visitamos o colégio na tarde dessa quarta-feira (2) para verificar a informação.

Na cozinha, constatamos que o freezer usado para conservar carnes estava vazio. O armário tinha macarrão e farinha de milho, mas faltavam ingredientes como temperos e legumes. Também não havia leite para preparar mingau ou servir achocolatado.

Freezer vazio na cozinha da escola.
Freezer vazio na cozinha da escola.

Enquanto esperávamos a diretora, uma professora chegou com polpa de fruta e biscoitos. Comprou com o próprio dinheiro para não deixar sua turma sem comer.

Três crianças afirmaram que comeram apenas biscoitos “cream cracker” ou rosquinhas nos últimos três dias de aula. Também disseram que seus pais foram orientados a enviar lanches enquanto a alimentação escolar não é regularizada. Um menino de 11 anos nos falou que o prefeito [Jabes Ribeiro – PP] não deixaria a escola sem merenda “se o filho dele estudasse aqui”.

O outro lado

A diretora Luliana Mara negou que tenha mandado os pais de alunos enviarem alimentação. “Tivemos uma reunião com os pais e falei que a entrega de algumas mercadorias estava atrasada. Enquanto isso, nós daríamos o que tivesse na escola, porque a gente não deixa de dar a merenda. Por exemplo: hoje é carne com arroz. Se não tiver a carne, a gente substitui, dá biscoito, mungunzá, mingau, o que for, mas tem criança que não gosta. Então, falamos que trouxessem para aqueles que não gostam. Foi isso que falamos. Não falamos que eles tinham que trazer a merenda, porque a merenda é dada todos os dias. Não ficamos nenhum dia sem merenda.”

Belo grafite lembra que a Escola Barão de Macaúbas tem 90 anos.
Grafite lembra que a Escola Barão de Macaúbas tem 90 anos.

Falamos para a diretora que as crianças comeram apenas biscoitos nos últimos dias. “Era o que tinha”, explicou Luliana, antes de dizer que os fornecedores prometeram entregar a merenda ainda nessa semana.

Luliana disse que não tínhamos autorização para divulgar as fotos do freezer vazio. Explicamos que a escola é pública. Ela insistiu e, paradoxalmente, afirmou que o colégio é público, mas a cozinha não. Decidimos publicar por ser uma prova irrefutável.



7 responses to “VERGONHA! DIRETORA PEDE QUE ALUNOS LEVEM COMIDA PARA ESCOLA

  1. É vergonhoso esse desgoverno Jabista, fica uma pergunta onde vai o dinheiro da merenda escolar? Interessante que essa diretora só andava fazendo propaganda de Jabes nas eleições passada.

  2. A minha pergunta é?

    E A DIRETORA TEM CULPA? para fazer esse estardalhaço com ela?
    Acho que falta um pouco de compreensão e conhecimento sobre os “verdadeiros culpados”.

    VAMOS DIVULGAR, MAS SEM CONDENAR INOCENTES. POIS VEJO MUITAS MATÉRIAS INJUSTAS COMO ESSA!

  3. A professora a quem o blog se refere sou eu. Comprei polpas de frutas porque não acho legal que os alunos comam apenas biscoito, não para não passarem fome como foi divulgado.Além disso, não comprei biscoito. O biscoito servido no lanche foi o da Escola.Deixo claro que em momento algum fui abordada pra esclarecer a procedência do lanche servido à minha turma. O representante do blog se valeu do momento em que eu estava chegando à Escola e entreguei as polpas à merendeira.Ele permaneceu no anonimato e foi oportunista.Além disso, a obrigação de garantir o direito legal dos alunos à merenda escolar é do GOVERNO, não da diretora,que infelizmente foi exposta à essa situação, no mínimo, constrangedora.

    Repórter: Prezada Professora, não atuamos de modo anônimo. Nossa reportagem se apresentou e conversou com funcionários, a vice-diretora e a diretora. Quando a senhora entregou as polpas e os biscoitos na cantina, três pessoas nos falaram que o lanche foi comprado pela senhora para que seus alunos (que são mais novos) não ficassem com fome. Além disso, a reportagem não diz que a diretora é responsável pelo abastecimento da cantina. Essa é uma responsabilidade dos gestores da secretaria municipal de educação, no entanto, a diretora é a empregada pública autorizada a falar em nome da escola, por isso esperamos uma hora para conversar com ela.

  4. A diretora tem razão em dizer que a foto não deveria ser divulgada sem prévia autorização, mesmo sendo de uma escola pública. Há uma enorme confusão quando se trata do que é público, pois as pessoas acham que por ser público podem fazer o que bem quiserem e entenderem, mas isso não é verdade, afinal existem normas e regras que regem as instituições públicas.O freezer encontra-se numa parte restrita aos funcionários do setor, assim, quem permitiu a entrada de um estranho, provavelmente fez de forma intencional para prejudicar alguém ou talvez ingênua (eu espero!). Sobre a questão da alimentação escolar, ocorre muitas vezes o atraso dos fornecedores e quando isso acontece os diretores fazem verdadeiro malabarismo pra resolver o problema. Acredito que seja importante analisar o percurso profissional da educadora, pois pelo que sei, esta é a primeira vez, em anos de gestão da educadora, que este episódio acontece.

  5. a SUA ATITUDE foi correta e bem intencionada, Prof Carla.
    A questão que se coloca é o por que o governo municipal não esta cumprindo com a obrigação?
    Quanto a atitude do blog, esta certa, e não houve nenhum constrangimento, se não for divulgado e dito a verdade, ai é que não haverá merenda.
    Infelizmente, o judiciario esta demorando para tomar atitude com relacao a esta gestão temerária e que vem prejudicando a todos, melhor seria que renunciasse ou que a Camara de Vereadores fiscalizasse, não?

    este é meu ponto de vista.

  6. Os defensores do governo Jabes tentam desviar a discussão do tema principal: a falta de alimentação escolar nesse colégio. Do jeito que essas “supostas” educadoras argumentam, a culpa vai terminar nas costas de quem mostrou a geladeira, ou quem sabe, na própria geladeira.

  7. O que é realmente VERGONHOSO é o blog, que tem o papel principal de informar de forma imparcial, formular um título tão tendencioso na notícia acima. Percebam que a palavra “vergonha” está vinculada diretamente à imagem da diretora da escola, que, por sinal, não tem culpa de trabalhar em uma instituição de ensino administrada por um governo tão corrompido que desvia a verba de algo tão básico quanto a merenda escolar. Não existe vergonha alguma na medida desesperada da diretora (caso ela tenha realmente sido tomada e não seja apenas algum fato sensacionalista), mas sim, em órgãos que estão bem acima dela administrados por governantes que, sim, pode estar em seus gabinetes neste momento formulando o que existe por trás desta notícia. Se a dúvida que surgir for a respeito da credibilidade do blog, ela foi perdida no momento em que li o título VERGONHOSO desta matéria.
    Meus parabéns ao Blog do Gusmão e ao repórter Thiago Dias pelo “compromisso com os fatos”.

    Editor responde.

    Vergonha foi constatarmos que na escola não havia alimentação escolar. Em nenhum momento colocamos a culpa na diretora. Ouvimos pais e alunos que nos confirmaram os pedidos feitos por ela, apenas isso. Tudo foi devidamente gravado. Se ela acha que foi prejudicada, recorra à justiça. Se ela quiser, poderemos publicar os ofícios encaminhados à secretaria de educação em que comunica a falta de alimentação escolar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *