COMÉRCIO E SERVIÇOS SUSTENTAM ECONOMIA DE ILHÉUS

Gráfico da tese de doutorado Mudança  institucional e reconversão produtiva no Sul da Bahia, de Elson Mira.
Gráfico da tese de doutorado Mudança institucional e reconversão produtiva no Sul da Bahia, de Elson Mira.

A cultura do cacau deixou marcas profundas na memória coletiva dos moradores do sul da Bahia, região ainda chamada de cacaueira. A queda radical da produção em decorrência da vassoura-de-bruxa abalou a estrutura econômica de cidades como Ilhéus, que produzia em grande escala e exportava a produção regional no Porto do Malhado. Apesar do imaginário local ainda se apegar à nostalgia pelos tempos do fruto dourado, o setor terciário (comércio e serviços) resgatou a economia ilheense da crise da lavoura.

Em 2009, último ano com estatísticas econômicas municipais consolidadas pelo IGBE, comércio e serviços foram responsáveis por 61,9% do Produto Interno Bruto de Ilhéus. Em 31 de dezembro de 2010, o setor terciário empregava 78,6% da mão de obra da cidade. Esse percentual conta com os 23,9% da administração pública.

Por isso, o professor e economista Elson Mira afirma que “as antigas metrópoles do cacau tornaram-se terciárias”. Os dados desta publicação estão no seu livro Mudança Institucional e Reconversão produtiva no Sul da Bahia, obra lançada nesse ano pela Editus (editora da UESC).

Comentário do Blog.

A Prefeitura de Ilhéus deve estimular os empreendedores da cidade. O governo Jabes Ribeiro gasta muito com shows e assessorias, mas pouco investe em atividades para tornar o centro comercial mais atraente.

Se não ajuda, não atrapalha

Além de não ajudar promovendo atividades e shows como os organizados pela Prefeitura de Vitória da Conquista no “Natal na Praça”, o governo JR aumentou os tributos cobrados dos comerciantes e prestadores de serviços.

Não foi à toa que entidades ligadas ao comércio e outros setores convocaram um protesto contra o arrocho fiscal.  O ato será às 8 horas dessa sexta-feira (6), na Praça Cairu, centro de Ilhéus.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *