POR VAGA NA GARAGEM, HOMEM MATA MULHER A FACADAS E RETRATA TEMPO DE ÓDIO

mario-magalhaesPor Mário Magalhães/publicado hoje (2) no blog do autor

Surtos de fúria não são novidade. Adão e Eva talvez não tenham se engalfinhado pelo fruto proibido só porque descobriram antes o prazer de compartilhá-lo.

Não é preciso ir muito longe, aos Estados Unidos, para lembrar episódios de insanidade. Lá, veteranos de guerra traumatizados e jovens devastados pelo bullying matam de magote. Cá, ex-aluno perpetra matança em escola e perturbado abre fogo no cinema. Tão de repente que as vítimas não têm tempo de se proteger.

Como a advogada Tatiana França, no Rio. Em maio, ela mudou a foto da capa do seu perfil no Facebook, estampando uma declaração atribuída ao Ayrton Senna: “Um dia a tristeza vai embora, aprendemos a sorrir novamente, fazemos novas amizades e vemos que todo aquele sofrimento do passado não valeu tanto a pena”.

O derradeiro sofrimento de Tatiana começou na manhã da quinta-feira, no prédio onde ela vivia, em Laranjeiras. Sem morar lá, José Carlos de Castro Martins estacionou seu carro na garagem reservada a moradores do edifício da rua Pereira da Silva. Teria ido visitar a ex-mulher. Como ele não é mais morador, condição para deixar o automóvel na garagem, Tatiana reclamou do abuso, como fizera outras vezes. Até aí, rolou o estresse comum a condomínios semelhantes.

Então o ensandecido homem de 66 anos empunhou uma faca e atacou a mulher de 35. Tatiana ficou caída diante do prédio, ensanguentada. Levada ao hospital, agonizou até morrer anteontem. O assassino está preso.

(mais…)

CÂMARA INICIA PROCESSO DE IMPEACHMENT CONTRA PREFEITA DE JEQUIÉ

Prefeita Tânia Britto. Imagem: Jequié Urgente.
Prefeita Tânia Britto. Imagem: Jequié Urgente.

Nessa terça-feira (1º), a Câmara de Vereadores de Jequié acatou de forma unânime denúncia contra a prefeita Tânia Britto (PP) e iniciou um processo que pode resultar na cassação do seu mandato. A mandatária é acusada de praticar irregularidades que prejudicaram o sistema municipal de ensino.

A denúncia investigada na Câmara é fundamentada por uma Ação Civil Pública do Ministério Público do Estado, segundo a qual a prefeita teria realizado contratações irregulares de professores.

O vice-prefeito Sérgio da Gameleira (PSB), que rompeu com a prefeita em 2014, disse hoje (2) ao Blog do Gusmão que o governo deixou de contratar professores por meio de concurso para privilegiar a contratação direta de estagiários. Além disso, várias turmas da rede municipal só iniciaram o ano letivo em agosto.

Três vereadores integram a comissão responsável pelo processo. Chico de Alfredo (PDT), Tinho (PV) e Beto de Lalá (PSB) têm prazo de noventa dias para concluir as investigações e apresentar o relatório ao plenário da Câmara. Dois deles, Chico e Beto, eram da base da prefeita, mas, demonstraram muita insatisfação com o governo.

SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE 73 VAGAS DE EMPREGO NESSA QUINTA-FEIRA

Confira abaixo as vagas disponíveis nessa quinta-feira (3) na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Atendente de Lanchonete

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 1 meses de experiência

  • 02 vagas

Salgadeiro

  • Formação: Ensino Fundamental Completo

  • 6 meses de experiência

  • 01 vaga

Pizzaiolo

  • Formação: Ensino Fundamental Completo

  • 6 meses de experiência

  • 01 vaga

(mais…)

REITORA PEDE PARA GOVERNO RECONSIDERAR SUSPENSÃO DE ADICIONAL

Adélia Pinheiro. Imagem: Blog do Thame.
Adélia Pinheiro. Imagem: Blog do Thame.

No último dia 27, a reitora da UESC, Adélia Pinheiro, solicitou que o governo reconsidere o corte do adicional por insalubridade dos servidores “cuja suspensão não contou com a devida análise […] dentro do processo legal, com as garantias constitucionalmente asseguradas”. 

O “modo abrupto” como a decisão foi tomada afetando já os vencimentos de novembro, esclarece a reitora, “causou à comunidade acadêmica um sentimento de insegurança jurídica”. 

Adélia Pinheiro enviou o ofício (disponível neste link) para as secretarias estaduais de educação e administração.

Uma estudante da UESC afirmou no Facebook que alguns professores não estão dispostos a trabalhar nos laboratórios de aulas práticas sem receber o adicional por insalubridade. 

CONVÊNIOS VÃO BENEFICIAR ASSENTAMENTOS NA BAHIA

assentamentoO governador Rui Costa (PT) vai assinar dois convênios com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Os programas garantirão melhoria na qualidade de vida de milhares de habitantes de assentamentos rurais na Bahia. O ato será às 14h dessa quarta-feira (2), em Salvador. 

O primeiro convênio, feito por meio da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, vai garantir R$ 32 milhões para a elaboração de projetos e implantação de sistemas de abastecimento de água. O segundo, da Secretaria de Desenvolvimento Rural, visa a implantação de 170 agroindústrias. O investimento será de R$ 60 milhões.

Além da assinatura dos convênios, Rui vai entregar as chaves de um caminhão para a Associação de Produtores Orgânicos e de outro para a Cooperativa Central Arco Sertão.

O GOVERNO ABANDONOU A REFORMA DO HOSPITAL REGIONAL?

Paisagem de abandono no regional. Imagem: Agravo.
Paisagem de abandono no regional. Imagem: Agravo.

O governo da Bahia iniciou em 2013 a reforma e a ampliação da área de emergência do Hospital Geral Luiz Viana Filho, em Ilhéus. Em janeiro de 2015, a Secretaria de Saúde do Estado afirmou que as obras seriam “aceleradas”.

Os trabalhos foram interrompidos e ainda não recomeçaram. A empresa que iniciou o serviço desistiu. A secretaria ainda não contratou uma substituta. 

Área cercada com tapumes em frente ao setor de emergência.
Área cercada em frente ao setor de emergência. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

A demora gera dúvidas: o governo abandonou a reforma? A construção do Hospital da Costa do Cacau deixou o regional em segundo plano? Com a nova unidade à margem da BR-415, qual será o destino do Luiz Viana? O estado pretende entregá-lo para o município? Isso seria feito por meio de um convênio, já que as dificuldades financeiras alegadas pelo governo municipal são enormes?

O prefeito Jabes Ribeiro (PP) chegou a mencionar a possibilidade de transformar o regional numa unidade especializada em pediatria. A hipótese é vaga e está longe de responder as questões abertas.

Estivemos ontem à tarde no hospital. O diretor geral Cláudio Moura Costa não estava. Mota, o diretor administrativo, nos recebeu. No entanto, solicitou que voltássemos na próxima segunda-feira. Segundo ele, uma equipe da unidade vai a Salvador e trará informações sobre o andamento da reforma, assim como a respeito das mudanças que poderão ocorrer após a inauguração do novo hospital.

“SERVIDOR NÃO PODE PAGAR POR ERRO DO GOVERNO DO PT”

Augusto Castro. Imagem: Ascom.
Augusto Castro. Imagem: Ascom.

A afirmação é do deputado estadual Augusto Castro (PSDB). O parlamentar discursou ontem (1º) na Assembleia Legislativa da Bahia contra os projetos de lei enviados em regime de urgência pelo governador Rui Costa (PT). A proposta que altera a estabilidade financeira dos servidores está entre eles. 

Servidores da saúde, educação, policiais militares e civis e outros ocuparam as galerias e procuraram os deputados para pedir ajudar contra o pacote de redução de gastos com o funcionalismo.

“O governador prometeu muito. Hoje vemos funcionários públicos preocupados com o futuro. Governador, enxergue a Defensoria Pública como uma entidade autônoma, quando o senhor entrou no governo a Lei Orgânica já existia”, declarou Augusto.

TARCÍSIO PAIXÃO CRITICA “RADICALISMO” DOS SERVIDORES

Presidente da Câmara repudiou ato dos servidores. Imagens: Luiz Fernandes e Câmara de Vereadores.
Presidente da Câmara repudiou ato dos servidores. Imagens: Luiz Fernandes e Câmara de Vereadores.

O presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Tarcísio Paixão (SD), lamentou a postura dos servidores que ocuparam ontem (1º) o plenário para impedir o trâmite de um projeto de lei. A proposta altera o regime de contratação dos empregados municipais do celetista para o estatutário.

Os trabalhadores querem que partes controversas do texto sejam debatidas entre os parlamentares e os sindicatos antes da sua distribuição para as comissões da Casa. 

A professora Enilda Mendonça, membro da APPI/APLB-sindicato, disse ontem ao Blog do Gusmão que se o texto fosse distribuído na sessão dessa terça-feira, as comissões já apresentariam seus pareceres hoje para iniciar a votação no plenário. Os trabalhadores pretendem acompanhar a sessão dessa quarta-feira para tentar abrir um canal de diálogo com a bancada do governo Jabes Ribeiro.

Na nota de repúdio à invasão do plenário, também reclamando da falta de “diálogo”, Tarcísio afirmou que “o debate é necessário para respeitar, comentar, discordar e argumentar sobre as ideias expostas, no entanto, o radicalismo autoritário que promove distúrbios e estimula ânimos, cega o entendimento e dificulta a construção do diálogo para a obtenção de objetivos pelo bem comum”.