TUPINAMBÁS DENUNCIAM AÇÃO DE “PISTOLEIROS” EM ILHÉUS

Indígenas recolheram munições no território em disputa.
Indígenas recolheram munições no território em disputa. Imagem: Facebook/Reprodução.

Em vídeos e textos publicados na internet, tupinambás denunciaram a ação de “pistoleiros” numa área conhecida como Areal (por causa da extração de areia), na zona sul de Ilhéus. O local teria sido alvo de uma ordem de reintegração de posse contra os indígenas.

O Povo Tupinambá de Olivença exige que o Ministério da Justiça demarque oficialmente o território de 43 mil hectares reconhecido como indígena por estudo antropológico concluído pela FUNAI em 2009.

Segundo os tupinambás, “pistoleiros” dispararam armas de fogo durante a ação dessa quarta-feira (27).

Em um dos vídeos, os índios afirmaram que a Polícia Militar escoltou a retirada de areia do local. Além disso, denunciaram que documentos e pertences pessoais foram roubados durante a suposta reintegração de posse. Assista.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *