RAIZ LANÇA CÍRCULO ILHEENSE COM PALESTRAS E APRESENTAÇÕES ARTÍSTICAS

Imagem: Facebook/Reprodução.
Imagem: Facebook/Reprodução.

O Círculo Raiz Cidadanista de Ilhéus vai iniciar oficialmente suas atividades com uma vigília política e cultural, entre as 9 e 17 horas da próxima quarta-feira (3), na praça em frente ao Teatro Municipal, centro. O ato público terá palestras, recital de cordéis e shows musicais, além das rodas de conversa sobre diversos temas.

Ex-vice-prefeito e ex-vereador de Ilhéus, o auditor fiscal José Henrique Abobreira explicou a escolha do local. “Nosso palco é a rua, que é o lugar de todo mundo. A política e a arte devem ocupar o espaço público. Essa retomada das ruas é uma característica central da nova política. Basta lembrar que as grandes manifestações de 2013 surgiram em São Paulo com os protestos por melhores condições de mobilidade urbana. No fundo, foi um grito daqueles que querem ter o direito de habitar livremente a cidade”.

O comunicólogo Emílio Gusmão, editor deste blog, vai apresentar a palestra “Desenvolvimento sustentável/gestão democrática e popular”. A discussão será mediada por Luiz Morena. O tema tem relevância global, mas, também merece muita atenção sob o ponto de vista local devido aos importantes recursos naturais do território ilheense.

O estudante e fiscal de postura Mário Schneider, a cordelista Janete Lainha e os militantes do movimento por acessibilidade em Ilhéus, Moisés Pacheco e Senhora Assunção, vão conduzir o debate sobre um dos eixos temáticos do Círculo Raiz Cidadanista: “mobilidade urbana”.

O eixo que engloba os temas participação popular e mobilização estudantil será composto por Samantha Gomes, Bárbara, Larissa e André Rosa. O advogado Diran Filho, por sua vez, vai palestrar sobre os direitos do consumidor, com destaque para a relação de consumo com a Coelba e a qualidade do serviço prestado pela companhia elétrica.

Os desafios da economia criativa estão na pauta da discussão que será conduzida pelo músico Nozinho e Lais Lacerda e Suzana Ikuta, membros do movimento Pontal Criativo.

Uma grande apresentação encerrará a vigília, com a participação da cordelista Janete Lainha e dos músicos Cabeça (da banda Dr. Imbira), Nozinho e Eloah Monteiro.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *