TCE REPROVA CONTAS DE “MARCÃO” NA ANTIGA DIRES

João Marcos de Lima era o diretor do órgão em 2010.
João Marcos de Lima era o diretor do órgão em 2010. Imagem: Políticos do Sul da Bahia.

O Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE-BA) reprovou ontem (1º) as contas de 2010 da 7ª Diretoria Regional de Saúde, órgão extinto em 2015 para dar lugar ao núcleo regional. João Marcos de Lima, mais conhecido como Marcão, dirigiu a Dires sediada em Itabuna entre 2007 e 2014. O TCE decidiu obrigá-lo a devolver R$ 497.799,66 por irregularidades da sua gestão. Também aplicou multa de R$ 5 mil no ex-gestor.

De acordo com o órgão de controle, a gestão do ex-diretor foi marcada por “graves infrações às normas legais”, como o pagamento de serviços cuja prestação não foi comprovada. Ainda conforme o tribunal, a diretoria não comprovou despesas com hospedagem, eventos e transporte.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *