O FRADE DO MORRO DE PERNAMBUCO

Morro de Pernambuco.
Morro de Pernambuco.

Por José Rezende Mendonça

RezendeOs que passavam pelo vexame contavam que no Morro de Pernambuco aparecia um frade morto oferecendo um tesouro escondido no fundo do mar. As mulheres e as crianças que iam buscar água potável no morro, num local chamado de “bica” próximo ao mar na “boca da barra”, às vezes eram surpreendidas com o aparecimento da assombração.

Na época, o senhor Arquimedes Conceição de Amorim tinha 10 anos. Foi ao morro brincar e colher frutas num “pé de jambo” que se inclinava para o lado da praia. Ele e os amigos estavam jogando pedras nos frutos do jambeiro para facilitar-lhes a queda, quando viu um frade flutuando sobre a árvore e gritou apavorado: “parem de jogar pedras, que aqui tem um frade fazendo assombração!”.

Não deu outra. Correram desesperados do local, deixando para trás os vasilhames (latas, panelas, baldes, etc.).

José Rezende Mendonça é técnico aposentado da Ceplac e memorialista. Escreveu o livro de  “Pontal: ontem e hoje” (2014).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *