ANISTIAR CAIXA 2 BENEFICIA CONFRARIA DE CORRUPTOS, DIZ PROCURADOR DA LAVA JATO

Roberson Pozzobon, procurador da República.
Roberson Pozzobon, procurador da República.

Da Agência Brasil

Procuradores da força-tarefa que investiga os crimes apurados no âmbito da Operação Lava Jato voltaram a manifestar preocupação com a hipótese de o Congresso Nacional aprovar mudanças legislativas que, para eles, ameaçam o combate à corrupção – como uma eventual anistia a políticos envolvidos em caixa 2 e novas regras para os acordos de leniência, que, hoje, permitem a redução das penas impostas a empresas investigadas que colaboram com a Justiça.

“Não há uma forma mágica de tratar a corrupção e interromper esses delitos a não ser por meio de políticas públicas, do aperfeiçoamento do nosso sistema legislativo-penal, do fortalecimento das instituições”, comentou o procurador da República Roberson Pozzobon durante coletiva de imprensa para detalhar a 36ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada hoje (10).

Batizada de Dragão, a operação já resultou no cumprimento de 16 mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva. Os alvos são empresas ligadas a dois operadores financeiros, Adir Assad (que já estava preso em Curitiba, condenado pela Justiça Federal em outra ação) e Rodrigo Tacla Duran – contra quem também foi expedido mandado de prisão preventiva ainda não executado, pois ele se encontra na Espanha desde abril. Segundo os procuradores, há evidências de que Assad e Duran lavaram mais de R$ 50 milhões para várias empresas investigadas na Operação Lava Jato, entre elas, as construtoras UTC, Mendes Júnior e Odebrecht.

(mais…)

SEGUNDO MPE, GOVERNO JABES QUER AUTORIZAR CONSTRUÇÕES ILEGAIS NO MORRO DE PERNAMBUCO

Morro de Pernambuco. Imagem do site Geo Around School.
Morro de Pernambuco. Imagem do site Geo Around School.

Nessa quarta-feira (9), a promotora do Ministério Público do Estado da Bahia, Aline Salvador, emitiu recomendação contundente para o governo Jabes Ribeiro e os conselheiros do Comitê Gestor do Projeto Orla. Em primeiro lugar, recomendou a suspensão de todos os procedimentos relacionados com o processo de zoneamento do Morro de Pernambuco.

Conforme o MPE, a proposta do novo zoneamento prevê autorização para construções na parte mais alta do morro, que é tombado como patrimônio cultural de Ilhéus. No entanto, a legislação proíbe edificações nesse tipo de território, devido ao tombamento e às características naturais e históricas do Morro de Pernambuco, que devem ser conservadas.

A promotora também recomendou a suspensão de reunião marcada para essa quinta-feira (10). O governo acatou. Segundo Aline Salvador, a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Ilhéus iria submeter a proposta de zoneamento à avaliação deliberativa do Comitê Gestor do Projeto Orla.

Aline Salvador também se dirigiu aos conselheiros recomendando que se abstenham de tomar qualquer decisão que possa ameaçar a integridade do Morro de Pernambuco e de outras áreas de relevância socioambiental abrangidas pelo Projeto Orla.

Segundo o Ministério Público, caso ignorem a recomendação e deem continuidade ao processo de zoneamento, tanto os membros do governo quanto os do Comitê estarão sujeitos a punições administrativas e penais pelos possíveis danos ao patrimônio público.

Acesse a recomendação.

SINEBAHIA ITABUNA OFERECE 49 VAGAS DE EMPREGO NESSA SEXTA-FEIRA

Confira abaixo as novas oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas ficarão disponíveis nessa sexta-feira (11).

A agência funciona na unidade modelo da Avenida Inácio Tosta Filho, centro. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Auxiliar de Linha de Produção

PCD (Pessoas com Deficiência)

Ensino Médio Completo

1 vaga

Auxiliar Técnico de Refrigeração

Ensino Fundamental Completo

Experiência mínima de 6 meses na carteira

1 vaga

Educador Social

Ensino Superior Completo

Experiência mínima de 6 meses na carteira

2 vagas

(mais…)

RECOMENDAÇÃO DO MPE: SECRETARIA SUSPENDE REUNIÃO SOBRE O MORRO DE PERNAMBUCO

Morro de Pernambuco. Imagem: José Nazal.
Morro de Pernambuco. Imagem: José Nazal.

A promotora Aline Salvador, da promotoria ambiental do Ministério Público do Estado da Bahia, recomendou que a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Ilhéus suspensa a reunião sobre o zoneamento do Morro de Pernambuco. O secretário Antônio Vieira acatou a recomendação e suspendeu o encontro que estava marcado para as 14 horas dessa quarta-feira (10). A informação é da Prefeitura de Ilhéus.

Este blog recebeu informação segundo a qual o governo Jabes Ribeiro deseja fazer um loteamento no Morro de Pernanbuco.

Na nota em que divulgou a suspensão, o governo Jabes Ribeiro não explica o motivo da recomendação do Ministério Público. Leia a íntegra.

Leia a íntegra.

(mais…)

GOVERNO JABES PREPARA NATAL VINGATIVO CONTRA OS SERVIDORES

Governo Jabes Ribeiro e servidores não se entendem. Imagens: JBO e Rádio Santa Cruz.
Governo Jabes Ribeiro e servidores não se entendem. Imagens: JBO e Rádio Santa Cruz.

Se tem uma classe perseguida pelo governo Jabes Ribeiro, com certeza é a dos servidores da Prefeitura de Ilhéus.

Eles estão há quase quatro anos sem reposição salarial. Portanto, tiveram seu poder aquisitivo esmagado pela inflação acumulada nesse período. Além disso, muitos sofreram perseguições dentro da máquina pública.

Agora, com a proximidade do fim do mandato, o governo criou um clima de tensão. Até hoje a prefeitura não pagou todos os salários de outubro.

O governo alega que a culpa pelo atraso é da Caixa Econômica Federal. Usa esse argumento para se livrar da responsabilidade. O problema é que os recursos não foram repassados para a agência bancária.

Além do mais, apresenta justificativas conflituosas: uma hora diz que o atraso se deve à falha do sistema, em outra afirma que o dinheiro será depositado até essa quinta-feira, 10 de outubro. Na verdade, como sempre, o governo peca pela falta de transparência e sinceridade.

No Palácio Paranaguá corre a informação de que o governo provavelmente não vai pagar o salário de dezembro. Deixará isso a cargo da próxima gestão, do prefeito eleito Mário Alexandre (PSD).

Também não se sabe o que o prefeito Jabes Ribeiro (PP) e seus auxiliares pretendem fazer com os 5,6 milhões de reais do programa de repatriação. O recurso extra representa uma folga no orçamento. Com ele, certamente o governo poderia honrar todos os seus compromissos, sem deixar nenhum salário atrasado.

O governo Jabes Ribeiro, no entanto, não vai esquecer que cada servidor ilheense foi um militante contra a campanha do seu candidato. Provavelmente, deixará o atraso salarial como uma vingança para as festas do final do ano.

TRUMP DEVE FREAR AVANÇOS CONTRA MUDANÇAS CLIMÁTICAS, DIZEM ESPECIALISTAS

Donald Trump, presidente eleito dos EUA.
Donald Trump, presidente eleito dos EUA.

Da Agência Ansa/tradução da Agência Brasil.

O novo presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, deve frear a luta contra as mudanças climáticas. A postura não deve afetar tanto a indústria ou a tecnologia, mas a cooperação política e internacional perderia um grande impulsionador com um potencial efeito dominó sobre as economias emergentes. É com essa preocupação que cientistas e ativistas veem a eleição do magnata. A informação é da Agência Ansa.

“Difícil prever o que ele fará de verdade. Mas, uma coisa é certa: não é de se esperar uma ação convicta como aquela de Barack Obama”, afirma à Ansa Carlo Carraro, vice-presidente do grupo de trabalho do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), órgão ligado à Organização das Nações Unidas (ONU).

Caso a perda de liderança dos EUA se confirme, isso causará um efeito nos países em desenvolvimento.

Para um dos membros do IPCC, Thomas Stocker, “seria crítica” uma postura de menos empenho norte-americano sobre o tema. Ele lembra que o plano para o desenvolvimento da infraestrutura, apresentado durante a campanha eleitoral, vai andar na “direção errada”, privilegiando fontes fósseis de energia ou “reduzindo as metas ambientais nas atividades de fracking (método que possibilita a extração de combustíveis líquidos) e perfuração no Ártico”.

(mais…)

SECRETARIA PROPÕE ZONEAMENTO DO MORRO DE PERNAMBUCO

Morro de Pernambuco. Imagem: Gidelzo Silva/Secom-Ilhéus.
Morro de Pernambuco. Imagem: Gidelzo Silva/Secom-Ilhéus.

Segundo a Prefeitura de Ilhéus, a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo vai apresentar nessa quinta-feira (10) a proposta de zoneamento do Morro de Pernambuco. A apresentação começará às 14 horas, no auditório do Centro Administrativo do Município, no Alto da Conquista. O encontro contará com a presença dos membros do Comitê Gestor do Projeto Orla.

Segundo o secretário Antônio Vieira, o objetivo da reunião é discutir a proposta de forma detalhada. “A questão de ocupação e uso não deve ficar vaga”, afirmou. Segundo ele, o processo está integrado ao Projeto Orla e deve também indicar o tombamento do Morro de Pernambuco.

O FAZER DA HISTÓRIA

Diego britoPor Diego Brito

Dificilmente presenciamos momentos que ficam registrados nos anais da história. É difícil prever o que estará escrito nos livros de história daqui a 10, 20 anos. Assim como é difícil prever quais temas e debates serão travados por historiadores e pesquisadores de movimentos sociais. Será que os estudantes que encabeçaram os “caras-pintadas” tinham noção de como marcariam a história? A história é feita através de eventos marcantes, entretanto, o reconhecimento de tais episódios, muitas vezes, só ocorre anos depois. Há anos em que nada acontece, mas há semanas que parece que as estruturas se reviram e que algo vem por aí.

Sob uma ótica cíclica da história, há momentos em que estas agitações ficam mais latentes, e momentos de refluxo nessas organizações e mobilizações. Fazendo um apanhado desde o período pré-golpe em 1964, notamos naquele momento uma grande agitação por parte dos movimentos sociais. A UNE era comandada por uma junção entre a Ação Popular, mais ligada à Igreja Católica, e o partidão, o PCB, que também liderava o movimento sindical, através do Comando Geral dos Trabalhadores, a CGT, além de diversos movimentos no campo e na cidade por uma ampla mobilização popular em torno de propostas de reformas políticas e econômicas.

Toda essa mobilização culminou no grande Comício da Central do Brasil, quando o então presidente João Goulart assinou dois decretos, o primeiro desapropriando refinarias que ainda não estavam nas mãos da Petrobrás, e o segundo declarando sujeitas à desapropriação propriedades subutilizadas, a fim de implementação da Reforma Agrária, além de compromissos com as chamadas Reformas de Base, como a reforma urbana, tributária e eleitoral. Infelizmente, todo esse ascenso de organização e mobilização, por parte de trabalhadores, estudantes, camponeses, sofreu um revés com o Golpe Militar de 1964, junto a uma certa falta de articulação e resistência dos principais líderes da esquerda a época, cujos motivos e resultantes merecem outro texto. Todavia, vale destacar o otimismo legalista do então presidente “Jango”, que acreditava ter controle sobre as forças armadas, desarmando as organizações a cerca de um eminente golpe. O que ocorre é que no período pós-golpe, acontece todo um desmonte, pelas vias mais cruéis possíveis, das organizações de esquerda. Perseguições, cassações de direitos não só políticos, mas humanos, torturas e diversas outras intervenções que resultaram no período mais sombrio da história do nosso país.

(mais…)

GOVERNO JABES CONVOCA 124 SERVIDORES QUE ACUMULAM CARGOS

Imagem: Secom-Ilhéus.
Imagem: Secom-Ilhéus.

O governo Jabes Ribeiro convocou nessa quarta-feira (9) 124 servidores municipais, a maioria professores, que têm vínculos empregatícios com outras instituições públicas ou privadas.

A Secretaria de Administração da Prefeitura de Ilhéus abriu processos administrativos para apurar possíveis irregularidades no acúmulo dos cargos.

Os servidores têm prazo de dez dias para ir à Corregedoria Municipal, na nova sede da prefeitura, localizada na Rua Santa Rita, no Alto da Conquista.

Clique aqui para acessar as quatro listas de convocados e os documentos que deverão apresentar à Corregedoria Municipal.

JABES NOMEIA MEMBROS DO COMITÊ GESTOR DO PROJETO ORLA

Praia do Sul. Imagem: Iuri Souza/Flickr.
Praia do Sul. Imagem: Iuri Souza/Flickr.

Após a Secretaria do Patrimônio da União (SPU) notificar proprietários de cabanas de praia em Ilhéus – lembre aqui, o prefeito Jabes Ribeiro (PP) nomeou os membros do Conselho Gestor do Projeto Orla. A nomeação está na edição dessa quarta-feira (9) do Diário Oficial do Município.

Os representantes do poder público são: Antonio Vieira, secretário municipal de meio ambiente e urbanismo; Joaquim Bastos, secretário municipal de planejamento; Josenaldo Cerqueira, secretário municipal de turismo; Kácio Brandão, secretário de desenvolvimento social; vereador Nerival Reis (PC do B), Ana Amélia Lavenère‐Wanderley (UESC), Bárbara Laudano (CODEBA) e Manoel Argolo da Cruz (Capitania dos Portos de Ilhéus).

Representantes da sociedade civil: Stela Brito (Associação Regional de Engenharia e Arquitetura – ARENA), Nilton Cruz (ACI), Edir Alves Gomes (Associação dos Moradores do São Miguel), Marco Lessa (ATIL), Jorge Fonseca (Associação dos Cabaneiros da Praia do Sul), Reinaldo Oliveira dos Santos (Colônia de Pescadores Z-34), Marcelo Henrique Siqueira (Instituto de Estudos Socioambientais) e Elias Leal Veloso (Organização Pró-defesa e Estudos dos Manguezais da Bahia (ORDEM).

Conforme a prefeitura, o conselho será consultivo e deliberativo. Clique aqui para acessar a relação de suplentes.

VEJA A NOVA LISTA DE BENEFICIÁRIOS DO “MINHA CASA” EM ILHÉUS

Imagem: Alfredo Filho/Secom-Ilhéus.
Imagem: Alfredo Filho/Secom-Ilhéus.

Na última segunda-feira (7), a Caixa Econômica Federal sorteou em Itabuna quase 2 mil apartamentos dos condomínios Sol e Mar I e Sol e Mar II, construídos em Ilhéus por meio do Minha Casa Minha Vida, programa do governo federal.

Veja as duas listas dos beneficiários dos dois condomínios: I e II.

Conforme a Prefeitura de Ilhéus, “posteriormente será divulgado resultado de novo sorteio, a fim de completar a demanda do Residencial Sol e Mar I e do Residencial Sol e Mar II, visto que a verificação das informações dos candidatos realizada pela Caixa Econômica Federal identificou alguns candidatos com pendência documental”.

Com informações do Blog Agravo.