NAZAL PARTICIPA DE ATO CONTRA CENSURA E INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

José Nazal e Mãe Ilza Mukalê. Imagem: SECOM/Ilhéus.
José Nazal e Mãe Ilza Mukalê. Imagem: SECOM/Ilhéus.

Na última sexta-feira (27), no Teatro Popular (TPI), o Prefeito em Exercício de Ilhéus, José Nazal (REDE) e a secretária estadual de Cultura, Arany Santana, participaram de um ato contra a censura e a intolerância religiosa. A iniciativa contou com artistas, estudantes e representantes religiosos dos Povos de Terreiros do município.

O diretor artístico do teatro, Romualdo Lisboa, lamentou os ataques a liberdade no campo da arte e nas religiões de matriz africana. “É um assombro ver assentamentos sendo depredados e o povo de santo impedido de realizar seus ritos, em atos de brutalidade”.

Nazal também lamentou o momento complicado vivenciado pela sociedade brasileira e acrescentou estar orgulho em participar de um debate deste nível. “Ouvir Mãe de Santo Ilza Mukalê falando sobre sua ancestralidade e toda sua experiência de vida renovou meu animo”, completou.

Segundo Romualdo Lisboa, o comportamento de setores da sociedade tem deixado temerosa a classe artística. “Por isso queremos sempre, enquanto artistas, marcar nosso posicionamento diante das questões relevantes para a sociedade”, garantiu.

O evento ainda contou com a participação especial de Cabeça Isidoro, com a apresentação do espetáculo “Ensaio sobre uma tal democracia”. Outros gestores também participaram do encontro, como o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT), o vereador Makrisi Angeli (PT), a diretora da Fundação Cultural do Estado da Bahia, Renata Dias, Lula Dantas, da Associação do Culto Afro Itabunense e Alexandre Simões, Superintendente de Promoção Cultural do Estado da Bahia.

MADRE THAÍS PROMOVE TREINAMENTO DE ATENDIMENTO À PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA

1º Treinamento em Atendimento na Parada Cardiorrespiratória.
1º Treinamento em Atendimento na Parada Cardiorrespiratória.

Na última sexta-feira (27), a Liga Acadêmica de Terapia Intensiva (LIGATI), do curso de Enfermagem da Faculdade Madre Thaís (FMT) promoveu o 1º Treinamento em Atendimento na Parada Cardiorrespiratória.  O evento foi orientado pela professora Gabriela Souza, com o apoio da coordenadora do curso de Enfermagem, Sara Tannus, e alunos da graduação.

Segundo a Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP) e Cuidados Cardiovasculares de Emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia, “no Brasil, por ano, cerca de cem mil pessoas sofrem parada cardiorrespiratória fora dos hospitais. Dessas, 84% ocorrem em domicílios e o restante em locais de grande circulação de pessoas como shoppings centers, estádios esportivos, aeroportos, etc. Quanto mais pessoas souberem a reanimação cardiopulmonar, mais vidas serão salvas”.

Entre seus objetivos a LIGATI, na FMT, visa propiciar ao estudante de enfermagem oportunidade de aprofundamento em temas relativos à Enfermagem em Cuidados Intensivos, considerando os seus diversos aspectos.

SINEBAHIA ITABUNA OFERECE 20 VAGAS DE EMPREGO

Confira abaixo as oportunidades de emprego da agência do SineBahia Itabuna. As vagas ficarão disponíveis nessa terça-feira (31).

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

OPERADOR COMERCIAL

Ensino Médio Completo

Experiência com vendas de cartão

Conhecimento básico em informática

01 VAGA

 PANFLETEIRO

Ensino Fundamental Completo

05 VAGAS

 PADEIRO CONFEITEIRO

Ensino Fundamental Completo

Experiência na função

01 VAGA

(mais…)

ILHÉUS REALIZA INICIATIVA DE COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI NOS DOMICÍLIOS

Sesau realiza vistoria em casas.
Sesau realiza vistoria em casas.

Hoje (30), a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), por meio do setor de Combate a Endemias, realiza em todos os bairros de Ilhéus, o Levantamento de Índice Rápido (LIRA). A iniciativa seguirá até essa quarta-feira, 1º de novembro.

A ação atende a uma resolução do Ministério da Saúde, publicada no Diário Oficial da União que torna obrigatória a realização de levantamento de infestação por Aedes Aegypti em todos os municípios do país.

A secretária de Saúde, Elizângela Oliveira, informa da necessidade da iniciativa. “As informações coletadas serão utilizadas para direcionar as ações de prevenção e controle do mosquito, auxiliando na prevenção tanto da dengue, quanto da Chikungunya e do Zika vírus”, pontua. A Sesau salienta a importância de os moradores permitirem a visita dos agentes de endemias nos domicílios.

Para o suporte ser mais efetivo, a Sesau informa que acaba de chegar mochilas com equipamentos de controle e combate a este fenômeno que são doenças causadas pelo mosquito.

A população pode entrar em contato para informar sobre focos pelo Disk Dengue 0800 0242 031.

MÁRIO ALEXANDRE VISA PARCERIA ENTRE INICIATIVA PÚBLICA E PRIVADA EM VISITA À PARIS

Prefeito Mário Alexandre (PSD) e parte da comitiva baiana. Imagem: Gerson Lírio.
Prefeito Mário Alexandre (PSD) e parte da comitiva baiana. Imagem: Gerson Lírio.

No principal salão do Paris Expo Porte de Versailles, ao lado de produtores de cacau gourmet de Ilhéus que expõem o nosso chocolate no maior evento do gênero no mundo, o Salon du Chocolat, em Paris, o prefeito Mário Alexandre (PSD) disse estar convicto de que a sua decisão de participar do evento, a convite dos produtores e do governo da Bahia, estabelece o novo momento da administração municipal de construir fortes parcerias, com visão de futuro para a economia local e um caminho consolidado na valorização do empreendedorismo através o principal produto agrícola da economia regional.

“Seria uma falha imperdoável do governo municipal não acompanhar o esforço dos nossos produtores, partilhar do pensamento deles de tornar Ilhéus um polo chocolateiro de consumo e de produção de chocolate gourmet”, disse o prefeito. “Por isso é preciso demonstrar que o esforço é coletivo. Iniciativas pública e privada juntas. Não cabe mais a ideia de deixar o pessoal se virar e a gente ficar alheio à iniciativa”, afirmou. Para Mário Alexandre, o sucesso o trabalho não se conquista de longe. É preciso participar através da iniciativa pública solidária e parceira. Pelo menos 20 marcas de cacau de origem de Ilhéus e de municípios próximos estão sendo comercializadas em Paris.

O coordenador do estande da Bahia no Salon du Chocolat, o produtor de cacau e chocolate Marco Lessa, disse que os produtores buscam a utilização de mais tecnologia e divulgação. “A meta é tornar a Bahia referência internacional na produção de chocolates finos”. O prefeito também tem participado de rodadas de negócio ao lado de representantes do governo da Bahia e de Países interessados.

O prefeito destacou também que, para além de ser o maior evento da gastronomia chocolateira do mundo, o Salon du Chocolat de Paris serve como modelo de referência e organização para o Festival Internacional do Chocolate de Ilhéus. “Aqui em Paris estamos assistindo o reconhecimento ao nosso cacau cabruca. A consequência disso é a conquista de um preço melhor para o nosso produto e um acompanhamento bem de perto da representatividade pública e propostas coletivas de novas politicas visando à recuperação da economia da cidade e a consolidação de projetos importantes como destino turístico e fonte geradora de emprego e renda, agregando valor à produção de cacau”.

Com mais de 500 participantes de 60 países, incluindo 200 chefs e chefs de pastelaria, o Salon du Chocolat de Paris é o evento obrigatório do mundo para todos os amantes do chocolate. É também a maior oferta de chocolates dos cinco continentes, com a presença de países produtores de cacau, tudo em 20.000m2 de show room para jovens e idosos. Mário ainda destaca que diversas personalidades do mundo da gastronomia francesa participam, todos os anos, do evento em Ilhéus. “Estar aqui é promover intercâmbio, estabelecer diálogos, ter um olhar mais apurado para as tendências de mercado. É ser parceiro, é dividir responsabilidades e construir junto aos produtores um futuro promissor para a economia de Ilhéus”, afirmou.

PREFEITURA DE ILHÉUS CONVOCA CONTEMPLADOS DO SOL E MAR I E II PARA PRESTAR ESCLARECIMENTOS

84 contemplados são convocados para prestar esclarecimentos. Imagem: SECOM/Ilhéus.
Contemplados podem perder o contrato. Imagem: SECOM/Ilhéus.

A Prefeitura Municipal de Ilhéus, por meio da secretaria de Desenvolvimento Social, convocou 84 contemplados do conjunto habitacional Residencial Sol e Mar I e II do programa “Minha Casa Minha Vida”, para comparecer no setor de habitação do órgão, a partir de hoje (30 de outubro) à 6 de novembro, das 8h às 12h.

Segundo o coordenador do setor, Welder Santos, os contemplados foram convocados para prestar esclarecimentos sobre as inconformidades encontradas após vistoria técnica nos apartamentos, sob pena de cancelamento de contrato e exclusão do MCMV.

O não comparecimento no prazo indicado acarretará no distrato imediato pela Gerência de Habitação de Itabuna (GIHAB/IT). Acesse a lista aqui.

APONTAMENTOS SOBRE O PROGRESSO DO PONTAL E A NOVA PONTE

Ponte Centro-Pontal. Imagem: José Nazal/ Divulgação.
Ponte Centro-Pontal. Imagem: José Nazal/ Divulgação.

De José Henrique Abobreira.

O piloto do avião bimotor de fuselagem metálica prateada fazia as manobras de aproximação para aterrissagem no campo de pouso do Pontal. O voo de Salvador à capitania de São Jorge transcorre em céu de brigadeiro. De repente, o céu toldou-se de nuvens carregadas justamente quando o piloto realizava uma curva graciosa sobre o Banco da Vitória para o alinhamento do pouso na cabeceira 11 do aeródromo, no percurso por cima do rio Cachoeira e manguezais do entorno do Maria Jape. Logo, a torre avisa ao comandante pelo rádio, mudança nos procedimentos de aterrissagem. O vento Sul vai entrar de repente e fazia-se necessário a inversão de direção para os procedimentos de aproximação e pouso pela cabeceira 29 de frente para o Atlântico. Avisados os passageiros, houve uma certa inquietação e o empresário e agricultor Herbert Denzel praguejou de leve prevendo atraso na descida, além do contratempo da travessia da baía do Pontal até o Centro por meio do besouro, embarcação rápida que fazia frete para os mais abastados. O povão ia mesmo na lancha maior, mais lenta e de preços populares, pertencentes ao ICB (Instituto de Cacau da Bahia).

No porto encontrou Domingos Pernalonga, canoeiro que atravessava diversas mercadorias no seu batelão e avisou-lhe que chegaria, no caminhão de Moacir, uma carga de molhos de piaçava proveniente das matas do Maroin acima de Olivença pedindo que ele fizesse o transporte daquela carga e entregasse aos prepostos de sua firma, lá no cais do mercado. Já no besouro, atravessando a baía, avistando a estátua do Cristo e o entorno da avenida Dois de Julho, emoldurada pelo grande mercado municipal e as casas e as encostas do Unhão, repletas de mangueiras, Herbert ia a pensar com os seus botões: era necessário a imediata inauguração da ponte ligando o Centro ao Pontal. Isso reduziria bastante os seus custos de transporte de produtos provenientes das suas fazendas de Olivença. E continuava o raciocínio, ensimesmado, falando para dentro que o Pontal tinha que deixar de ser uma vila de veraneio e passar a ser um sítio urbano desenvolvido, com hotéis, estradas para o sul, construções de grandes edifícios residenciais. Na verdade, a cobiça era o que movia os seus pensamentos, já pensava na explosão de propostas que receberia das imobiliárias pelas áreas que comprou ou tomou por preços aviltados dos caboclos de Olivença. Ganharia uma fortuna com a venda supervalorizada daquelas terras.

(mais…)