MEMÓRIA ESTILHAÇADA: A POENTE JUSTIÇA DO TRABALHO E OS MISERÁVEIS DE MÁ-FÉ

Autoras.

Por Elisabeth Zorgetz e Maíza Ferreira.

Em 1953, o desembargador do trabalho Antônio Cruz Vieira forma-se em Direito e no caminhar de sua trajetória profissional, exatos dez anos depois, toma posse como juiz presidente da Junta de Conciliação e Julgamento (JCJ), assumindo a jurisdição de Ilhéus. A Junta de Ilhéus teve sua primeira audiência no dia 30 de março de 1964, véspera do golpe empresarial-militar. Apesar da instalação de uma ditadura, a Junta de Ilhéus sobreviveu e manteve-se funcionando com a orientação de seu presidente, o juiz Vieira, que ocupará o cargo até setembro de 1972. Seria a aurora de um tempo de muitos desafios para o magistrado, tal qual para a iniciante Justiça do Trabalho no país e para os trabalhadores. No entanto, de alguma forma, esse entrelace não se esvaiu em décadas perdidas, surpreendentemente. Regionalmente, a justiça do trabalho possuía feições próprias, à distinção do STF, estes colocados como guardiões da ordem constitucional e das liberdades civis. Para os juízes trabalhistas, a jurisdição se ocupava da proteção dos direitos trabalhistas e ao exercício de um poder normativo, e muitos deles resistiram agarrados a tais poderes quando os militares buscaram estender às garras sobre as relações de trabalho.

A nível local, o juiz Vieira também teria a dupla tarefa de adaptação e resistência às duras relações impostas pela “lei do cacau”. Na literatura amadiana, os coronéis geriam um universo patriarcal no qual a lei do cacau permitia que dominassem suas famílias e agregados, dominando a dinâmica política através de um sistema eleitoral corrompido no âmbito do município e controlavam a vida econômica por intermédio da posse da terra, acumuladas numa panaceia de herança, violência e fraude fundiária, o caxixe. Uma terra onde ainda imperava a servidão por dívida e trabalhador não sabia o que era pausar para o almoço. Poderíamos ignorar o lirismo do autor se as fontes que servem à história regional não confirmassem o relatado, embora com expressiva complexidade e processos diversos de resistência. O acesso à Justiça do Trabalho foi um deles, e o apelo à via institucional não se encerra em si mesmo.

(mais…)

DOIS ADOLESCENTES MORRERAM EM ACIDENTE DE BICICLETA EM ILHÉUS

Dois adolescente morrem em acidente de bicicleta. Imagem: Reprodução.

Na tarde dessa sexta-feira (24), dois adolescentes faleceram em um acidente de bicicleta. A fatalidade ocorreu quando os jovens desciam uma ladeira e colidiram com a parede de uma casa no condomínio Moradas do Vilela, em Ilhéus.

O jovem Cleiver Henrique, de 10 anos, morreu na hora, já a garota de 12 anos, Fabiellen Santana Souza foi encaminhada pelo SAMU ao Hospital Regional Luiz Viana Filho, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo testemunhas, uma grade de proteção de um bueiro teria causado o acidente. Outros moradores afirmam que a fatalidade só aconteceu pela alta velocidade e falta de freios da bicicleta.

A Construtora Módulo, responsável pelo condomínio, informou que não tinha recebido nenhuma reclamação sobre problemas na grade.

Com informações do G1.

CLUBE DE PESCA PROMOVE CAMPEONATO EM ILHÉUS

Torneio de Pesca Esportiva “Gabriela.

Nesse fim de semana, 25 e 26 de novembro, o Clube de Pesca de Ilhéus (Clupesil) promove o 34º Torneio de Pesca da Gabriela. O concurso tem o objetivo de estimular a pesca, o turismo e a interação entre os clubes filiados.

A competição acontece na Praia do Cururupe, em Ilhéus. Hoje (25), as provas vão das 13h às 17h, já no domingo (26), das 7 às 11h.

Para mais informações, acesse aqui.

HOSPITAL DE ILHÉUS EMITE NOTA DE ESCLARECIMENTOS

Nota de Esclarecimentos.
Nota de Esclarecimentos.

A Diretoria do Hospital de Ilhéus emitiu uma nota pública para esclarecer a atual situação contratual com a UNIMED.

Nota da Direção do Hospital de Ilhéus

O Hospital de Ilhéus, ao longo de toda sua história sempre cumpriu seus compromissos junto a seus fornecedores, colaboradores, parceiros e, especialmente, em relação a seus clientes, de maneira respeitosa.

Nos últimos meses o Hospital tentou, por diversas vezes, estabelecer negociações com a UNIMED a fim de regularizar nossa situação contratual, renovando nosso acordo e estabelecendo suas premissas e condições. Por razões alheias à nossa vontade, as negociações não avançaram.

Infelizmente, devido a reiterados descumprimentos de obrigações contratuais por parte da UNIMED, o equilíbrio econômico-financeiro da relação atingiu seu limite, fazendo com que o Hospital de Ilhéus suspendesse, temporariamente, a assistência aos segurados do referido plano.

Cumpre esclarecer que, em nenhum momento, o Hospital solicitou seu descredenciamento junto à operadora UNIMED. Ao contrário, esperamos que a situação contratual seja resolvida o mais breve possível a fim de que o atendimento a nossos clientes UNIMED possa ser retomados normalmente.

Sempre primando em ofertar a nossos clientes os melhores benefícios, nos colocamos à disposição de todos para quaisquer esclarecimentos.

RELATÓRIO INDICA QUATRO PRAIAS IMPRÓPRIAS PARA BANHOS EM ILHÉUS

Prais impróprias para banho em Ilhéus.

Nessa sexta-feira (24), o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) emitiu novos relatórios sobre a balneabilidade nas praias da Bahia. Atualmente, a Rede Amostral de Monitoramento é composta por 121 pontos distribuídos em toda a costa baiana.

Conforme a Resolução N.º 274/2000 do Conama, a praia é considerada imprópria quando mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas, apresentar resultado superior a 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli, ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2.500 coliformes termotolerantes ou 2000 Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 ML de água.

No período em que o tempo estiver chuvoso, as praias podem ser contaminadas por arraste de detritos diversos, carregados das ruas por meio das galerias pluviais, podendo causar doenças. Além disso, é desaconselhável, ainda em dias de sol, o banho próximo à saída de esgotos, desembocadura dos rios urbanos, córregos e canais de drenagem.

Resultados emitidos em 24/11/2017

Costa do Cacau (Ilhéus)

Praias impróprias: Concha, Marciano, Cristo e Sul.

Salvador

Praias impróprias: Periperi, Pedra Furada, Armação, Boca do Rio, Patamares e Lagoa de Abaeté.

Baía de Todos-os-santos

Praias impróprias: Cabuçu e Gameleira.

Costa dos Coqueiros

Praias impróprias: Buraquinho e  Rio Pojuca.

GOVERNO DA BAHIA PROMOVE MUTIRÃO DA CIRURGIA EM ILHÉUS

Mutirão de Cirurgia. Imagem: Elói Corrêa/GOVBA.

Entre os dias 12 e 14 de dezembro, o Governo do Estado vai realizar o mutirão das cirurgias na região Sul da Bahia. No período, acontecerá as pré-consultas nas unidades móveis estacionadas na Praça Soares Lopes, ao lado da Catedral, em Ilhéus.

O objetivo é atender todas as pessoas que necessitam realizar cirurgias de hérnias (umbilical, inguinal, epigástrica), histerectomia e colecistectomia. Além de Ilhéus, outros municípios também serão contemplados com a iniciativa: Arataca, Canavieiras, Itacaré, Mascote, Santa Luzia, Una e Uruçuca.

Os atendimentos começam às 7h. Nos três dias do mutirão, serão atendidas 180 pessoas por dia, um total de 540. As cirurgias vão ser realizadas a partir do dia 17 de dezembro, no Hospital da Costa do Cacau.

Para mais informações, acesse o site do mutirão.