PRESÍDIO QUE RECEBEU PRESOS DE ILHÉUS ESTÁ SUPERLOTADO, DENUNCIA MP

MP: mesmo superlotado, presídio de Barreiras recebeu mais 91detentos transferidos de Ilhéus.

Na segunda-feira (14), a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia transferiu 91 detentos do presídio Ariston Cardoso, em Ilhéus, para o presídio de Barreiras, cidade do oeste baiano.

No mesmo dia, o Ministério Público do Estado da Bahia solicitou à Justiça a interdição do presídio de Barreiras, com o objetivo de evitar que os presos transferidos de Ilhéus fossem para unidade.

De acordo com o MP, o presídio de Barreiras já está superlotado, pois abriga 432 presos, mas tem capacidade para acolher 384. Com a chegada dos detentos de Ilhéus, a superlotação chegará a 139 homens acima do limite da unidade.

A promotora de Justiça Rita de Cássia Pires assina a ação civil pública que trata da transferência dos presos. Entre outros pontos, Pires enfatizou o prejuízo ao direito de receber visita dos presos, pois a distância entre Barreiras e Ilhéus passa de novecentos quilômetros, o que exige uma viagem de aproximadamente 15 horas. “Eles vão ficar distantes das famílias, isso interfere no processo de ressocialização”, explicou a promotora ao G1.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *