IGREJA NOSSA SENHORA DAS VITÓRIAS É REQUALIFICADA GRAÇAS À DETERMINAÇÃO DE UMA DEVOTA

Igreja Nossa Senhora das Vitórias. Imagem: site da Prefeitura de Ilhéus.

Texto do jornalista Jonildo Glória.

A Igreja estava repleta de fiéis e amigos. No final da missa a música executada por uma avó chorosa e as mensagens emocionavam a todos. Então, o padre, Paulo Brandão, presidente da celebração, convidou a mãe para o encerramento da solenidade religiosa. Todos esperavam palavras da saudade de uma infância e adolescência do filho a quem ela tanto ama e que há um ano foi para casa do Pai.

De fato, foram palavras de fé carregadas da coragem para desafiar a indiferença. Mônica Moura Costa convocou a todos para requalificar o santuário onde, como a maioria ali presente, viveu a criancice e adolesceu para se tornar uma adulta crida no que se vos foi dito “façam tudo o que Ele mandar”.

Portanto, uma das mais antigas igrejas do Brasil, Nossa Senhora das Vitórias, em Ilhéus, vai passar por uma requalificação. O Padre Paulo Brandão ouviu entre a surpresa e o espanto o projeto da recuperação da área externa, do frágil telhado, da pintura desgastada, da implantação de uma pintura temática religiosa na parede externa ao lado do cemitério, da confecção de fitas para que, como os principais santuários do mundo, para que os fieis ilheenses possam ir a Igreja cumprir os seus preceitos.

Mônica Moura Costa (médica). Imagem: Jonildo Glória.

Depois da autorização do bispo D. Mauro Montagnoli e da Prefeitura Municipal, as obras foram iniciadas com a perspectiva determinada da médica e professora do curso de medicina da UESC – um dos mais bem avaliados do Brasil. O começo foi a substituição e recuperação, do gradil da frente do templo.

O artista plástico Rildo Moreira, conhecido como Rildo Foge, está responsável para pintar, na parede lateral, um mosaico com imagens e temas sagrados. As fitas coloridas de Nossa Senhora da Vitória para que possam ser amarradas no gradil, já foram confeccionadas e estão disponíveis a 1 real cada. A pintura da Igreja e a reforma do telhado também estão no projeto.

Sensibilização

Não há tempo, nem recursos para que o projeto esteja concluído até a festa da Padroeira da cidade de Ilhéus. Toda despesa está custeada, inicialmente, pela médica, por isso ela sensibiliza, como a CNBB  estabeleceu este, o ano nacional do laicato ela faz um apelos aos católicos:

“Queridos amigos, dia 15 de agosto será a festa da nossa Padroeira. Nossa Senhora das Vitórias. Nosso Santuário necessita de cuidados. Através de um trabalho coletivo estamos realizando a campanha de revitalização desse cenário religioso, fonte de fé e devoção. Movidos pela fé, vamos agradecer e louvar à nossa Padroeira. Peço sua colaboração na aquisição das fitinhas para Nossa Senhora que, posteriormente, serão oferecidas em sinal do nosso amor e gratidão. Conto com cada um de vocês. Sua ajuda será fundamental.”

Sempre acompanhada por sua mãe, Heloína Moura Costa, drª Mônica fala sobre a sua infância, não esconde a fé a confiança. “sofri muito, mas a mão da mãe de Jesus sempre me amparou. Essa igreja precisa voltar a ser um santuário procurado pelos devotos e por todos que buscam o amparo de Nossa Senhora,” afirma com a convicção dos vencedores.

Reforma do gradil. Imagem: Jonildo Glória.

História

A igreja está situada no Teresópolis, ao lado do cemitério com o mesmo nome. É o principal santuário mariano de Ilhéus. É um dos templos católicos mais antigos do Brasil. Segundo o Orbe Seráfico, de Jaboatão, o templo foi erguido em meados do século XVI, tem sua origem ligada ao início dos confrontos armados entre os colonos de Ilhéus e a nação Aimoré, relata Macedo e Ribeiro (1999).

De acordo com a historiadora Maria Luiza Haine, “A igreja das Vitórias é um belo prédio do nosso patrimônio cultural, inclusive pela localização, mas não está entre os monumentos considerados importantes. Foi completamente modificada depois que sofreu vários incêndios. Segundo os historiadores e segundo os conceitos mais modernos de patrimônio cultural, a igreja representa um patrimônio cultural de singular valor, pois traz toda uma lenda que envolve a fé cristã dos colonos portugueses à época das invasões francesa e holandesa no Brasil e uma tradição de fé que perdura até nossos dias”.



2 responses to “IGREJA NOSSA SENHORA DAS VITÓRIAS É REQUALIFICADA GRAÇAS À DETERMINAÇÃO DE UMA DEVOTA

  1. Parabéns Dr.Mônica, essa é uma nobre atitude, de verdadeira verdadeira filha de Deus! Muito obrigada.

  2. Parabéns!!! bela iniciativa. Precisamos saber onde adquirir as fitas de Nossa Senhora das Vitórias?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *