PRIMEIRO DESAFIO DE MAGELA É MEDIR O TAMANHO DAS ASAS DE CADU

Cadu Castro e Geraldo Magela. Imagens: Google.

Por Emilio Gusmão.

O próximo secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, vai assumir o cargo com as bençãos de Fábio Vilas Boas, secretário estadual da área no governo Rui Costa.

Magela veio para cumprir uma missão: fazer a atenção básica do município funcionar e diminuir a grande demanda que bate todo dia nas portas do Hospital Costa do Cacau.

Obra cara e vultosa, até agora o novo hospital não trouxe dividendos políticos para o governador que busca a reeleição. Pesquisas recentes feitas pelo Governo do Estado, em Ilhéus, acenderam o sinal amarelo. Rui Costa e Vilas Boas culpam a incompetência e o imobilismo do governo Marão.

Aparentemente, Magela chega com  “licença para matar”, ou seja, vai ter autonomia para fazer as mudanças que forem necessárias, principalmente na equipe.

O primeiro desafio está no superintendente do fundo municipal de saúde. Cadu Castro é personalidade de Coaraci. Almeja o comando da prefeitura local. Não tem compromisso com o povo de Ilhéus e lhe falta competência para gerir o setor. Trata-se de um alienígena na política ilheense. Foi alçado ao posto por ser cabo eleitoral do grupo do prefeito. Pode conseguir de 2000 a 3000 votos nas eleições deste ano, dizem.

Empresas de Coaraci venceram licitações em Ilhéus, a exemplo da Lenocar, que vendeu quarenta mil reais em pneus para a secretaria de saúde. O ambiente da pequena política não guarda espaço para simples coincidências. É bom ficar de olho e medir o tamanho das asas.

Se forem grandes, há quem duvide que Magela terá poder e coragem para cortá-las

Veja aqui o processo de pagamento da Lenocar referente à compra de pneus. No documento a controladoria geral do município constatou que não houve manifestação da fiscalização do contrato sobre o recebimento dos produtos (imagem abaixo).

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *