SECRETÁRIO DO GOVERNO MARÃO APOIA LÁZARO E NÃO QUER SABER DE CORONEL

Ceo e Lázaro: irmão apoia irmão. Fotos: Secom Ilhéus e Google.

O secretário de Indústria e Comércio de Ilhéus, Paulo Sérgio dos Santos (Ceo Modas), não está disposto a apoiar a candidatura de Ângelo Coronel ao Senado.

Apesar de Coronel ser do mesmo partido do prefeito Mario Alexandre (PSD), o secretário decidiu apoiar Irmão Lázaro do PSC.

A eleição deste ano vai oferecer duas vagas para o Senado. Analistas garantem que uma será de Jaques Wagner (PT). Lázaro, Coronel e os demais candidatos disputam a outra, afirmam os entendidos.

Não há nada de anormal na postura do secretário de Marão. Ceo há muito tempo é aliado de Lázaro e quer manter a coerência

Promotor do tradicional evento de música gospel “Vem Louvar Verão”, Ceo, como empresário, sempre conseguiu trazer  o “Irmão” para fazer shows na Avenida Soares Lopes.

O prefeito é obrigado a aceitar, haja vista que o secretário goza de muito respeito no meio evangélico. 

Deus abençoe Lázaro, e se puder, Coronel.

JUIZ ADIA JULGAMENTO DOS ACUSADOS PELAS MORTES DE REGIANE VITÓRIO E JOSÉ FERNANDO DURANTE UM “PEGA” NO PONTAL

Regiane Vitório e José Fernando faleceram em 2010.

O juiz Gustavo Henrique Almeida Lyra, da 1ª Vara do Júri de Ilhéus, adiou o julgamento de Adriano Barreto e Thadeu Oliveira para o dia 20 de março de 2019. A sessão estava programada para o dia 12 do próximo mês.

A dupla é acusada de ter matado os estudantes Regiane Vitório e José Fernando Bispo após uma colisão de carros no dia 14 de março de 2010.

Thadeu e Adriano teriam feito um “pega” na Avenida Lomanto Junior (Pontal) quando um dos carros atingiu o Gol dirigido por Regiane, com José Fernando na carona, que saíam da casa de eventos Boca du Mar.

Regiane faleceu logo após o forte impacto e José Fernando dez dias depois. Segundo inquérito da Polícia Civil os competidores do “racha” estavam alcoolizados.

O fato ficou conhecido como “pega da morte” ou “pega em Ilhéus” e teve ampla repercussão na imprensa regional (relembre aqui).

No despacho que adiou o julgamento, o magistrado alegou necessidade de reorganização da pauta.

JABES NEGA ACORDO COM MARÃO

Em nota enviada ao Blog do Gusmão na tarde desta quinta-feira, 23, via Whatsaap, o ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, negou o acordo firmado com o atual gestor, Mario Alexandre.

Conforme divulgamos, os vereadores do PP foram liberados para votar no candidato do governo à presidência da Câmara de Vereadores, em troca da aprovação das contas do último mandato de Jabes, relacionadas ao ano de 2016.

Leia a nota do ex-prefeito.

Confiante na lição do jornalista Otávio Frias Filho, a notícia precisa ser checada na busca da verdade.

No caso em questão, a notícia divulgada por esse Blog não corresponde à verdade. Não conversei nem autorizei qualquer tratativa com o atual prefeito sobre as contas da prefeitura de Ilhéus na minha gestão pelas razões a seguir:

1- As contas referentes ao ano de 2016 ainda estão em fase de recurso no TCM;

2- Após o julgamento conclusivo do Tribunal, as contas serão encaminhadas à Câmara para a análise democrática e soberana dos Vereadores.

No mais, reitero a decisão de não mais disputar eleições.

Jabes Ribeiro. 

SINEBAHIA ITABUNA OFERECE 46 VAGAS DE TRABALHO

Vinte vagas são para motoristas de ônibus rodoviário.

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis nesta sexta-feira, 24.

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Vagas exclusivas para Itabuna.

OPERADOR TELEMARKETING (PCD)

Exclusivo Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Médio Completo

Não exige experiência

10 VAGAS 

AUXILIAR DE LOJA  (PCD)

Exclusivo Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Fundamental Completo

Não exige experiência

1 VAGA 

MOTORISTA DE ÔNIBUS RODOVIÁRIO

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses na carteira

Experiência em estradas

Necessário curso de condutor de passageiros

Possuir  CNH ‘D’

20 VAGAS 

(mais…)

MARÃO FAZ MUDANÇA NA SECRETARIA DE SAÚDE SEM CONVERSAR COM MAGELA

Magela e o jeito Marão de governar. Imagens: Pimenta e Youtube.

A edição de ontem (quarta-feira, 22) do Diário Oficial do Município pegou o recém-empossado secretário de saúde de Ilhéus de surpresa.

O prefeito Marão fez alterações na equipe sem ao menos conversar com Geraldo Magela.

Ele exonerou Fernanda Jovita da saúde do trabalhador para colocar na função Jeovana Santos Nascimento (confira aqui).

Fontes da secretaria que acreditavam na autonomia de Geraldo Magela, exigida pelo secretário estadual da área, Fábio Vilas-Boas, passaram a enxergá-lo com outros olhos: “Gusmão, esse rapaz não vai mandar em nada. Ele é mais um”, enfatizou uma das pessoas ouvidas.

Por volta das 14h38min., ligamos três vezes para o secretário Magela, mas ele não atendeu e não retornou.

Comentário do blog.

O prefeito tem pleno poder para alterar sua equipe, porém, para que as políticas públicas aconteçam com eficácia, é fundamental a interação com os secretários, responsáveis pelo gerenciamento diário das pastas. Isso é tão obvio que parece ridículo explicar.

A última palavra é a do prefeito, mas as mudanças devem ser combinadas com o secretário, para que ele possa chefiar sua equipe tendo conhecimento da capacidade de cada membro.

Além do desrespeito costumeiro aos secretários, a forma como Marão governa indica claramente que ele não se preocupa com a qualidade do serviço prestado à população.

UESC DEBATE DIREITOS DA NATUREZA E DOS ANIMAIS

Imagem: genjuridico.com.br .

Na próxima sexta-feira, 24, às 19 horas, será realizada no Auditório de Direito da UESC a roda de conversa “Direitos da Natureza e dos Animais”, promovida pelo Curso de Direito através do projeto de extensão “Vivências Interdisciplinares em Direitos Socioambientais” (VIDA). Os expositores serão a Dra. Vanessa Hasson (SP) e o Dr. Tagore Trajano (BA), ambos referências nos assuntos.

As discussões sobre direitos da natureza e dos animais têm ganhado bastante repercussão nacional e internacional, principalmente após seu reconhecimento na Constituição do Equador em 2007 e no Brasil ganhou repercussão por causa de uma ação movida Pela Associação Pachamama como representante processual do Rio Doce, buscando a reparação pelos danos causados pelo desastre de Mariana.

Os chamados Direitos da Mãe Terra pressupõem que ela e todos os seres que a compõe são titulares de direitos sem nenhum tipo de distinção, como pode ser entre seres orgânicos e inorgânicos, espécies, origem, usos para os seres humanos, ou qualquer outro status e, assim como os seres humanos possuem os seus direitos, todos os demais seres da Mãe Terra também possuem direitos específicos da sua condição e apropriados para o seu papel e função dentro das comunidades em nas quais existem, como preconiza a Declaração Universal dos Direitos da Mãe Terra, aprovada em Cochabamba, Bolivia, em 2017.

O movimento tem ganhado força após o reconhecimento, pelas Nações Unidas, de que a Terra é “nosso lar” e deve ser protegida pela sociedade e pelos governos, e a proclamação, pela Assembleia das Nações Unidas, do dia 22 de abril como o Dia Internacional da Mãe Terra. O movimento “Harmony with Nature” (Harmonia com a Natureza) da ONU, desde então, envida esforços para tornar essa proclamação uma realidade em políticas públicas nos países membros.

Na UESC, o projeto de extensão VIDA, do Departamento de Ciências Jurídicas, se engaja nessa rede, dando os primeiros passos para parcerias importantes nos setores públicos e privados.

Para os coordenadores do projeto, os profs. Guilhardes Júnior e Aline Setenta, esse encontro e as reuniões programadas significam um marco importante para discussões teóricas, engajamento e formulação de projetos, programas e políticas que norteiem a sociedade rumo à sustentabilidade. É a conjugação de forças para o reconhecimento de direitos a todos os seres que compõem esse grande sistema chamado Mãe Terra.

DE OLHO NA APROVAÇÃO DE SUAS CONTAS, JABES FAZ ACORDO COM MARÃO

Jabes, Marão e o acordo inusitado. Fotos: Google e Pimenta.

O ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, eterno secretário geral do PP, liberou os vereadores do seu partido, Aldemir Almeida, Tarcisio Paixão e Luiz Carlos Escuta, para votar no candidato à presidência da Câmara indicado pelo prefeito Mario Alexandre (PSD).

A liberação foi anunciada na sessão legislativa da última terça-feira, 21, por vereadores do PP, sem mencionar o acordo com o atual prefeito.

O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) rejeitou duas contas de Jabes (2014 e 2016) relacionadas ao último mandato. Os vereadores da legislatura passada aprovaram as de 2014, e os atuais ainda não analisaram as contas de 2016.

Se a câmara reprová-las, Jabes poderá ficar inelegível por oito anos, uma derrota considerável para quem fez da política uma profissão.

Marão, sempre despreocupado e omisso, não criou obstáculos, já o atual presidente do legislativo municipal, Lukas Paiva (adversário histórico do ex-prefeito) não tem se posicionado sobre o assunto.

Atualizado às 16h27min.

O ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, enviou a seguinte nota.

“Confiante na lição do jornalista Otávio Frias Filho, a notícia precisa ser checada na busca da verdade.

No caso em questão, a notícia divulgada por esse Blog não corresponde à verdade. Não conversei nem autorizei qualquer tratativa com o atual prefeito sobre as contas da prefeitura de Ilhéus na minha gestão pelas razões a seguir:

1- As contas referentes ao ano de 2016 ainda estão em fase de recurso no TCM;

2- Após o julgamento conclusivo do Tribunal, as contas serão encaminhadas à Câmara para a análise democrática e soberana dos Vereadores.

No mais, reitero a decisão de não mais disputar eleições”.

LAMA E BURACOS NO LIXÃO DO ITARIRI PREJUDICAM A COLETA DE RESÍDUOS EM ILHÉUS

Lixão do Itariri, ex-aterro sanitário. Imagem encontrada no Blog Agravo.

Os caminhões da empresa Solar Ambiental, que fazem a coleta de resíduos sólidos (lixo) em Ilhéus, estão com dificuldades para entrar no Lixão do Itariri.

Buracos e muita lama atolam os veículos e atrasam a coleta. Apuramos que nos últimos três dias, várias ruas da zona sul de Ilhéus não tiveram os resíduos recolhidos.

O Blog do Gusmão considera que a região do Itariri abriga um lixão, não um aterro sanitário como se define normalmente na imprensa local.

Temos estudos que comprovam essa mudança ruim, e posteriormente faremos publicações a respeito.