MORRE BEATRIZ SEGALL, A ODETE ROITMAN DA NOVELA VALE TUDO

Foto: O Globo.

De O Globo.

A atriz Beatriz Segall morreu nesta quarta-feira, aos 92 anos. Segall estava internada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e tinha recebido alta no dia 21 de agosto. Recentemente, no entanto, ela voltou a ser internada. O motivo da internação não foi divulgado a pedido da família. Segundo a assessoria do hospital, ela morreu em consequência de problemas respiratórios.

Que ninguém convidasse Beatriz Segall e Odete Roitman para a mesma festa — a atriz e a personagem mais popular que ela interpretou viviam em mundos bem distintos. “[Odete] entrou para a história da televisão brasileira, isso é indiscutível. Agora, eu não sou uma atriz de um papel só, fiz muitas outras coisas, recebi alguns prêmios e não construí minha carreira só com ela”, desabafou Beatriz em 2013, em entrevista à revista ÉPOCA, numa das muitas vezes em que foi requisitada para falar sobre o enorme sucesso que a má, mesquinha, vaidosa e arrogante vilã da novela “Vale tudo” (de 1988, mas várias vezes reprisada) fez.

Na mesma entrevista, ela explicava seu cansaço: “As pessoas que acham que estão sendo originais e soltam a velha pergunta: ‘Quem matou Odete Roitman?’. Ninguém aguenta mais ouvir falar sobre isso. Mas se for uma abordagem bacana sobre a personagem, nunca me nego a falar.”

De vez em quando, porém, como quando falou ao GLOBO, em 1988 (época em que era parada na rua a toda hora por causa da novela), Beatriz revelava até algum carinho pela criação de Gilberto Braga: “A Odete diz coisas que são consideradas impatrióticas, mas que são verdades. Isso provoca alguns tipos de ações ou reações. Parece que todo mundo se envolveu muito com a Odete Roitman.”



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *