EXCLUSIVO: MÉDICO DENUNCIA PÉSSIMAS CONDIÇÕES DA POLICLÍNICA DE ILHÉUS

Imagens extraídas de vídeo no Youtube.

O médico neurologista Montival Lucas Neto, servidor público de Ilhéus, por meio de um vídeo denunciou as péssimas condições de trabalho da Policlínica Municipal que funciona na antiga sede da secretaria de saúde, no bairro Cidade Nova.

A unidade funcionava na Conquista, mas foi transferida pelo governo Marão.

As imagens gravadas na manhã desta quarta-feira, 12, mostram muitas pessoas à espera de atendimento, ambientes insalubres e inadequados para uma clínica médica.

No vídeo é possível ouvir pessoas encorajando o médico a fazer a gravação e divulgá-la. Montival afirma não ter medo de perder o emprego e que não passará fome caso aconteça.

Com exclusividade, tivemos acesso ao teor de uma mensagem que Montival Lucas encaminhou para a coordenadora responsável pela Policlínica. Leia.

“Sra. coordenadora, ao chegar a policlínica, encontrei a sala de atendimento ainda pior, fios descobertos, o reboco que já estava caído ainda mais danificado, fétido, a maca não estava na sala, corredores cheios, cadeirantes, idosos dementes, resolvi não atender temendo com a piora dos idosos e minha saúde, devido também a muito mofo.

Não abandonei a minha responsabilidade. Olhei as salas dos colegas que estavam nas mesmas condições. Diante deste [quadro] resolvi não atender. Na próxima semana se estiver desta forma também tomarei essa atitude. Sou pai tenho família, e humilhado, testemunho a minha indignação a secretaria de saúde. Boa tarde!

Dr. Montival Lucas Neto”.

Ligamos para o secretário de saúde, Geraldo Magela, mas não conseguimos contato.

Assista o vídeo.



4 responses to “EXCLUSIVO: MÉDICO DENUNCIA PÉSSIMAS CONDIÇÕES DA POLICLÍNICA DE ILHÉUS

  1. Isso gostei da atitude descaso grande na saúde o povo tá sofrendo parabéns Dr o povo tá acostumado a se falar com coisas erradas!

  2. A denuncia do Dr. Roland é uma gota no oceano dos descasos com a saúde de povo. O caos é generalizado. Se procuramos o H. São Jose, está sempre lotado. Aí nos resta o Hosp. do Malhado, antiga COCI que não recusa ninguém. Demora para atender, mas atende bem os pobres no peito e na raça, sem frescuras. Por isso está sobrecarregado. A gente sabe que lá vai ser atendido de qualquer jeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *