CENOE ORIENTA RODOVIÁRIOS NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES

Médico Antonio Nogueira orienta trabalhadores da Viametro. Foto: Ascom Cenoe.

Começou nesta segunda, 22, a Semana Integrada de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT 2018) da empresa de transporte coletivo Viametro. As atividades serão desenvolvidas até a próxima sexta-feira, 26, na sede da empresa localizada na Avenida Governador Roberto Santos, em Ilhéus.

O médico Antônio Nogueira, do CENOE Hospital de Olhos, esclareceu dúvidas sobre traumas oculares e formas de prevenção de acidentes relacionados à visão, bem como, o uso correto dos equipamentos de proteção individual (EPIs) dos colaboradores.

Para Antônio Nogueira, “A rotina dos rodoviários e dos mecânicos exige atenção redobrada com os olhos. Os equipamentos de segurança e as instruções sobre como agir em caso de acidentes são essenciais”.

Além de assistir a palestra do médico, os colaboradores da empresa fizeram uma intervenção artística com musica ao vivo.

Confira a programação da Semana Integrada de Prevenção de Acidentes do Trabalho.

Clique na imagem para ampliar.

CACAU: DIRETOR DA ICCO AFIRMA QUE O BRASIL PODE LIDERAR AUMENTO DA PRODUÇÃO NO MUNDO

Imagem: Suframa.

Michel Arrion, recém nomeado para a diretoria executiva da Organização Internacional do Cacau (ICCO, sigla em inglês), afirmou ao jornal Valor que o Brasil deve liderar o crescimento de produção de cacau em todo o mundo, ao menos pelas próximas cinco safras.

As safras de cacau do Brasil têm sofrido nos últimos anos com a longa seca que abateu o Nordeste e derrubou os índices de produtividade na Bahia. Ao mesmo tempo, a produção do Pará vem demonstrando franco crescimento, com o apoio da Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (Ceplac). A estimativa da ICCO é que a produção brasileira crescerá a uma taxa de 2,6% ao ano entre a safra atual (2018/19, iniciada neste mês) e a safra 2022/23.

Se estimativa for confirmada, o Brasil deve atingir quase 200 mil toneladas de cacau em cinco temporadas, ante a produção de 180 mil toneladas no ciclo recém-iniciado (2018/19), conforme estimativa da Associação Nacional da Indústria Processadora de Cacau (AIPC). O setor almeja alcançar 400 mil toneladas daqui dez anos.

A estratégia do país de utilizar a produção de cacau em conjunto com a floresta para atingir as metas de redução de emissões de gase-estufa estabelecidas pelo Acordo de Paris, é vista com otimismo por Michel Arrion. “No Brasil, o cacau é cultivado em conjunto com outras espécies, de forma a criar um sistema agrícola sustentável, conhecido como cabruca. E parece que o governo brasileiro pretende satisfazer parte de seus compromissos junto ao Acordo de Paris elevando a participação do sequestro de carbono pelo sistema agrícola da cabruca”, afirmou ele, em entrevista ao jornal Valor.

Para ler a matéria completa, clique aqui (disponível para assinantes).

CHAPA OAB SEM BUROCRACIA VAI DISPUTAR A SUBSEÇÃO DE ILHÉUS

Chapa OAB sem Burocracia.

A Chapa OAB sem Burocracia foi registrada na última sexta-feira, 19, na sede entidade em Salvador, com o objetivo de concorrer às eleições da Subseção de Ilhéus para o triênio 2019-2021. O pleito será no dia 21 de novembro de 2018.

A chapa é composta por Vinicius Briglia Pinto (Presidente), Arnon Nonato Marques Filho (Vice-presidente), Monica Rebouças de Matos (Secretaria Geral), Silvana Vieira Lins (Tesoureira) e Robson Magalhães Souza (Secretário Adjunto).

O Movimento OAB sem Burocracia surgiu a partir da observação diária das dificuldades enfrentadas pelos advogados no exercício da profissão.  Ao longo do tempo o grupo foi crescendo com as mais variadas contribuições dos colegas, com o objetivo de transformar a realidade da subseção.

A chapa pretende renovar a OAB e promover inúmeras medidas para o fortalecimento da classe, dentre elas, a transparência e a maior interação com as pessoas.

UBAITABA: MINISTRO INAUGURA AMPLIAÇÃO DO CAMPUS AVANÇADO DO IFBA

Foto: Aleilton Oliveira.

O ministro da Educação, Rossieli Soares, inaugura nesta segunda-feira, 22, às 16 horas, em Ubaitaba, as obras de ampliação do campus avançado do Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia da Bahia (IFBA), onde foram investidos cerca de R$ 1,4 milhão.  A unidade funciona na Rua Juca Magalhães, centro.

Ele será recebido pelo vice-governador João Leão, pelo reitor pro tempore do IFBA, Renato da Anunciação Filho, pelo diretor pro tempore do campus avançado de Ubaitaba Esaú Francisco Sena Santos e pela prefeita Suely Carneiro.

Atualmente, o IFBA possui mais de 18 mil estudantes e conta com 21 campi em diferentes municípios, um campus avançado em Ubaitaba, um núcleo avançado em Salinas da Margarida e um pólo de inovação em Salvador. São oferecidos cursos técnicos profissionalizantes, superiores e pós-graduação. Conta ainda com programas de extensão como o ITCP (Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares), Mulheres Mil e Pronatec.

DECLARAÇÃO DE EDUARDO BOLSONARO É “GOLPISTA”, AFIRMA MINISTRO CELSO DE MELLO

Celso de Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal. Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress.

O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), classificou a afirmação do deputado federal eleito, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), de que bastam um soldado e um cabo para fechar a corte, de “inconsequente e golpista”. Segundo a Folha de São Paulo, o ministro também disse que o fato de Bolsonaro ter conquistado uma votação expressiva nas eleições (quase 2 milhões de votos) não legitima investidas contra ordem político-jurídica.

“Essa declaração, além de inconsequente e golpista, mostra bem o tipo (irresponsável) de parlamentar, cuja atuação no Congresso Nacional, mantida essa inaceitável visão autoritária, só comprometerá a integridade da ordem democrática e o respeito indeclinável que se deve ter pela supremacia da Constituição da República!!!! Votações expressivas do eleitorado não legitimam investidas contra a ordem política-jurídica fundada no texto da Constituição! Sem que se respeitem a Constituição e as leis da República, a liberdade e os direitos básicos do cidadão restarão atingidos em sua essência pela opressão do arbítrio daqueles que insistem em transgredir os signos que consagram, em nosso sistema político, os princípios inerentes ao Estado Democrático de Direito”, escreveu o decano da suprema corte à Folha de São Paulo.

Confira o vídeo com as declarações “golpistas” de Eduardo Bolsonaro.

DESTRUIÇÃO DE FLORESTAS VAI CAUSAR PREJUÍZOS À ECONOMIA, ALERTA CIENTISTA

Carlos Nobre. Foto: Edilson Dantas / Agência O Globo.

Enfraquecer a conservação do meio ambiente prejudicará a economia e as ambições de política internacional do Brasil, alerta o climatologista Carlos Nobre em entrevista ao site de O Globo.

Nos últimos meses, a campanha eleitoral trouxe à tona assuntos polêmicos como a saída do Brasil do Acordo de Paris (o tratado mundial do clima), a forma de atuação dos fiscais do Ibama no combate aos desmatadores e os prazos para o licenciamento ambiental. Outro tema controverso, levantado pelo candidato Jair Bolsonaro (PSL) , é a fusão do Ministério do Meio Ambiente com o da Agricultura. Para Nobre, membro das academias de Ciências do Brasil e dos Estados Unidos, ex-diretor da Capes e do Inpe e um dos mais renomados especialistas em mudanças climáticas do mundo, a condução desses temas de forma errada pode impactar negativamente a economia brasileira.

Clique aqui para ler a entrevista.

PROFESSOR DA UEFS FOI AGREDIDO COM SOCOS POR SUPOSTOS APOIADORES DE BOLSONARO

Alberto Ferreira, mais uma vítima da intolerância. Foto: Avoador.

Na manhã desse domingo, 21, em Salvador, quatro jovens brancos e musculosos atacaram o professor aposentado da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Alberto Heráclito Ferreira, 57 anos. A informação é do site Avoador.

O professor voltava da procissão de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, no Pelourinho, quando tudo aconteceu, e foi salvo por um mototaxista que intercedeu em seu favor.

Os agressores, de acordo com o professor, deram murros em sua barriga enquanto o xingavam de “seu viadinho comunista, você vai morrer”. “Eu fui à procissão e na volta estava a caminho do ponto de ônibus no viaduto do Largo dos Paranhos, quando fui pego por quatro jovens brancos corpulentos. Eles começaram a dar murros na minha barriga e a me xingar. Aí, apareceu um mototaxista que disse ‘larguem o coroa’ e eles saíram correndo”.

Heráclito então foi a 6ª Delegacia do Bairro de Brotas para registrar um Boletim de Ocorrência. Durante essa semana, ele fará o exame de corpo delito e vai procurar o Ministério Público em busca de apoio legal. Após o ocorrido, ele também fez uma publicação no seu perfil do Facebook relatando a violência sofrida, onde deixou claro: “não tenho medo de fascista”. Em seguida, amigos se pronunciaram com mensagens de apoio e ofereceram ajuda.

Sobre a motivação da violência, o professor acredita que seja por causa das suas publicações na rede social contra os posicionamentos homofóbicos e racistas do candidato à presidência, Jair Bolsonaro (PSL). “Eu estava de saia voltando da procissão”, explicou. Além disso, ele contou que há uma semana a sua rede de internet pessoal foi hackeada e seu nome mudado para Bolsonaro 2018. “Eles invadiram o meu computador de mesa, o meu notebook, a minha internet, o meu email. Só estou podendo usar o celular desde então”.

Outras agressões

Levantamento realizado pela Agência Pública em parceria com a Open Knowledge Brasil identificou mais de 70 ataques por apoiadores de Bolsonaro em todo país do dia 30 de setembro até 11 de outubro. Os dados por região são os seguintes: 14 no Sul, 33 no Sudeste, 18 no Nordeste, 3 no Centro-Oeste e 3 no Norte. Essas agressões têm acontecido contra professores, membros da comunidade LGBTQ+ e eleitores do candidato à presidência, Fernando Haddad.

Na Bahia, ainda nesse mês de outubro, também em Salvador, outro professor foi vítima de agressão em um caso que envolveu eleitores do candidato à presidência, Jair Bolsonaro (PSL). Nelson Eugênio Pinheiro, que pertence a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), foi encaminhado para a 12ª Delegacia de Polícia após desentendimento com camelôs que vendiam camisetas desse candidato.

Três dias depois, 7, dia da eleição do primeiro turno, o mestre de capoeira, Romualdo Rosário da Costa, mais conhecido como Moa do Catendê, foi morto a facadas após discussão política em um bar, no Engenho Velho de Brotas, em Salvador. O capoeirista era contrário às ideias de Bolsonaro, que estavam sendo defendidas pelo seu agressor, e, além disso, se declarou eleitor do Partido dos Trabalhadores (PT).

Em Vitória da Conquista, também no dia da eleição, a professora da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), Marília Flores Seixas de Oliveira, foi agredida dentro do seu próprio condomínio por um apoiador do candidato do PSL. No dia dos professores, a universidade divulgou uma nota comemorativa a data festiva e também em solidariedade à professora e em repúdio ao acontecido.

“Gente, fui agredida em meu prédio, por um bolzonazi convidado do meu vizinho do segundo andar, que, bêbado, ao portão, não suportou ver chegar em meu próprio portão a minha amiga com o neto dela, de 3 anos de idade, para uma visita pós votação, porque ambos estavam com o adesivo 13. Fui empurrada, agredida verbalmente, e a agressão continuou… o babado foi forte, meu lábio abriu, sangue desceu… mas maiores são os poderes de deus”, explicou a professora no seu perfil no Facebook.