ATÉ ONDE IREMOS? VOCÊ É RESPONSÁVEL!

Por Julio Gomes.

Nestes dias que antecedem à votação do segundo turno das eleições presidenciais de 2018 no Brasil e ante a gravidade do que se avizinha, não há como deixar de enfrentar as questões que envolvem este pleito maior e, de forma direta, nosso futuro.

Causa enorme, imensa preocupação o que temos visto por parte de um dos candidatos à Presidência. Declarações tais como “não te estupro porque você não merece”, dirigidas a uma Deputada Federal dentro do Congresso Nacional; “prefiro ter um filho morto em acidente a ter um filho gay”; “o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas” e “acho que nem para procriador eles servem” são provas de uma grosseria e irresponsabilidade inaceitáveis para quem pretende ocupar a Presidência da República.

A semeadura de intolerância e violência feita pelo citado candidato já se encontra dando frutos, mesmo antes do fim das eleições. Ao segurar o tripé de uma câmera em um comício no Acre, simulando o uso de uma metralhadora de grosso calibre, e afirmar que “Vamos fuzilar a petralhada toda aqui do Acre”, avalizou-se os assassinatos de Moa do Catendê, na Bahia; o esfaqueamento de um funcionário de um restaurante em Porto Alegre, e centenas de outros graves atos de agressão, perpetrado sobretudo por apoiadores deste mesmo candidato.

Jair Bolsonaro.

As agressões, dirigidas principalmente contra militantes ou simpatizantes da candidatura oposta, contra negros, gays e minorias sociais, se tornam cada vez mais frequentes, grosseiras e concretas. O medo já começa a se fazer sentir nas pessoas, que passam a esconder suas preferências sexuais, ideológicas e políticas, como se fosse crime externá-las.

A pergunta é: se antes das eleições estamos diante de um quadro assim, o que ocorrerá se o candidato da violência ganhar as eleições? A resposta é dada por ele mesmo, que tem o coronel médico do Exército Carlos Alberto Brilhante Ustra, o mais famoso torturador do Brasil, como herói nacional; e que defende abertamente a ditadura como regime ideal para o Brasil.

Não se pode brincar com a possibilidade concreta do retorno do horror que se avizinha. Nós, brasileiros, se escolhermos ao candidato do obscurantismo, da ignorância, do desrespeito, da violência, não poderemos reclamar do que virá depois. E não me venham falar em movimentos do tipo “Fora Presidente”, porque quem ganhar no voto adquirirá o direito de governar, enquanto durar seu mandato.

Quanto a você, eleitor, assuma seu voto e as consequências que dele advém. Se amanhã, após a instalação de um governo baseado na violência e no medo, homossexuais e mulheres forem espancados ou mortos no meio da rua, se pessoas forem arbitrariamente presas e torturadas, se não tivermos mais liberdade de religião, de imprensa, de manifestação, se a sociedade brasileira se desmoronar sob o autoritarismo de um ditador irresponsável e insano, não venha dizer que nada tem a ver com isso: foi você quem colocou a monstruosidade no poder.

Ainda há tempo. Pule fora disso. Talvez você não possa mudar o resultado da eleição como um todo, mas poderá mudar a sua responsabilidade perante a vida, o Brasil, as demais pessoas e diante de sua própria consciência ou, se você assim preferir, diante de Deus.

Julio Cezar de Oliveira Gomes é graduado em História e em Direito pela UESC – Universidade Estadual de Santa Cruz.



4 responses to “ATÉ ONDE IREMOS? VOCÊ É RESPONSÁVEL!

  1. esse blog ta parecendo um blog petista esse senhor só vive falando mal do bolsonario e enchendo a bola do pt kd o espaço para os eleitores de bolsonario ???

  2. Já li coisas melhores escritas pelo professor, mas com o devido respeito que ele é merecedor, preservo-o de críticas e contestações contextuais às suas “preocupações” com com o futuro dos brasileiros de direita, eleitores, ao que nos transparece, do futuro monocrático do imperador do Brasil, o Bolsonaro. Só peço a gentileza de situar-me geográfica e temporalmente: onde eu estava nesses últimos 13 em que o PT governou o país? Sei que eu não estava em Istambul, Ankara, Capadócia, etc. Ainda assim, deixo uma pedrinha de gelo para seu brinde com refrigerante: Para onde devemos remeter as flores, coroas funerárias e as condolências formais? Afinal, extingue-se uma dinastia que vestia vermelho, ou não?

  3. Esse Blog é um meio de comunicação imparcial ou um instrumento a serviço do Lula, parece que o candidato do PT que responde 32 processos a maioria por corrupção, todos ajuizados apenas em um mandato de prefeito de São paulo, sempre vejo esse sindicalista do PT, destilar todo seu veneno contra o candidato Bolsonaro, Gusmão, você que se diz defensor da democracia, trabalhando desse foram perde sua credibilidade, do outro lado tem pessoas inteligentes que lêem o seu blog, mas, aprecio a impessoalidade do comunicólogo, será que só tem espaço para pessoas da esquerda, acredito na sua coerência, se você permitir posso elaborar um texto para que possa ser publicado, embora reconheço que esse espaço é da sua propriedade particular, mas, vamos, fica chato sempre esse Júlio Gomes se manifestando, porém nunca vi o espaço para o contraditório, precisamos da isonomia dos meios de comunicação, fica o meu lamento.

  4. Esse senhor está se especializando em dizer asneiras. Com certeza, é mais um deslumbrado da facção criminosa. Apoiar a ladroagem do PT NOS REMETE A DIZER QUE ELE TAMBÉM ACHA QUE O ROUBO É NORMAL E DEVE CONTINUAR. Triste Brasil, com essas mentalidades toscas e tacanhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *