CASA+FÁCIL GANHA O PRÊMIO QUALIDADE PROFISSIONAL

Liomar Santana, gerente da Casa+Fácil, exibe o troféu Qualidade Empresarial.

A loja Casa+Fácil de Ilhéus, especializada na venda de materiais de construção, recebeu o prêmio “Qualidade Profissional”, em 2018.

A cerimônia de entrega ocorreu na última quinta-feira, 25, no Centro de Convenções de Ilhéus. A Casa+Fácil foi considerada referência no segmento de vendas de materiais de construção e de acabamento.

Segundo Liomar Santana, gerente da loja, o prêmio representa o reconhecimento pelo esforço que a Casa+Fácil de Ilhéus empreende para oferecer aos seus clientes as melhores marcas, os melhores preços e as mais facilitadas condições de pagamento.

“O prêmio ‘Qualidade Profissional’ está na sétima edição e para nós foi uma grande honra recebê-lo, uma vez que setenta empresas dos mais variados ramos participaram da cerimônia”, ressaltou o gerente.

A loja Casa+Fácil de Ilhéus fica na Avenida Itabuna, 929, em frente à Maçonaria, telefone 73 3633 6849.

SITE DA ISTOÉ DESTACA A OBRA DO ARTISTA ILHEENSE GOCA MORENO

Foto: Divulgação/Goca Moreno;

O escultor, pintor e desenhista Goca Moreno teve seu trabalho ressaltado pelo site da revista Istoé.

Numa reportagem publicada sexta-feira, 26, o jornalista Luis Antônio Giron afirma que Goca Moreno “converteu” Ilhéus num importante centro de arte do Brasil.

Com 57 anos e formado em Artes pela Universidade Federal da Bahia, Goca foi aluno do escultor e pintor Mario Cravo Junior (1923-2018).

O artista estima que seu poder criativo tenha rendido, até agora, 10 mil peças entre gravuras, esculturas, desenhos, telas e pinturas digitais.

Em Ilhéus, ele mantém o Espaço Cultural Goca Moreno, com três prédios que sediam sua Galeria e a Casa da Arte Baiana. Neste espaço, que recebe visitantes de várias partes do mundo, estão expostas 400 obras.

Leia a reportagem.

PREFEITA DE UBAITABA CRIA O FUNDO MUNICIPAL DE CULTURA

Lucianno Coelho, coordenador de cultura e esporte da Prefeitura de Ubaitaba.

A prefeita de Ubaitaba, Suka Carneiro, sancionou a Lei nº 1.230/2018 aprovada pela Câmara de Vereadores que cria o Fundo Municipal de Cultura. Trata-se de instrumento para captação de recursos e concessão de incentivos em favor de pessoas físicas ou jurídicas para a realização de projetos artísticos e culturais no município. Para isso, os projetos precisarão ser aprovados pelo Conselho Municipal de Cultura. 

O Fundo será constituído por dotações orçamentárias e recursos adicionais que a lei estabelecer em cada exercício fiscal, transferências da União e do Estado, doações, auxílios, contribuições, transferências de entidades; receitas de aplicações financeiras do Fundo; parcelas de produto de arrecadação de outras receitas próprias oriundas de financiamento de atividades econômicas, os rendimentos e os juros de aplicações financeiras, de prestação de serviços e de outras transferências que o Fundo Municipal tiver direito, dentre outras.

O coordenador municipal de Cultura e Esporte, Lucianno Coelho, afirma que o Fundo era o instrumento legal que faltava para maior incentivo à cultura e outras manifestações artísticas da comunidade de Ubaitaba. Ele explica que anualmente o município destinará até três por cento do orçamento ao Fundo para que sejam aplicados dois por cento na cultura e um por cento em atividades esportivas. “Agora estamos aptos a firmar convênios e parcerias com os entes federais e a receber doações”, sintetiza.