SINEBAHIA ITABUNA OFERECE 22 VAGAS NESTA QUARTA-FEIRA

Sinebahia Itabuna tem duas vagas para coordenador de vendas.

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis nesta quarta-feira, 28.

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Vagas exclusivas para Itabuna. 

AUXILIAR DE LINHA DE PRODUÇÃO (PCD)

Exclusivo para Pessoas Com Deficiência

Não exige escolaridade

Não exige experiência

5 VAGAS 

AUXILIAR ADMINISTRATIVO (ESTÁGIO)

Ensino Superior cursando a partir do 4° semestre

Experiência mínima de 6 meses na função

Experiência intermediária com pacote office, principalmente  Excel

1 VAGA 

TÉCNICO EM REFRIGERAÇÃO

Ensino Fundamental Completo

Experiência mínima de 6 meses na função

Possuir CNH ‘AB’

Possuir curso técnico de refrigeração

(mais…)

EXCLUSIVO: VIADUTO CATALÃO APRESENTA GRAVES FALHAS NOS PILARES E VIGAS

Viaduto Catalão inaugurado em 31 de março de 1955. Imagem: Rodrigo Macedo/Secom-Ilhéus.

Em maio deste ano, a Prefeitura de Ilhéus emitiu nota pública para tranquilizar as pessoas sobre o estado do Viaduto Catalão (veja aqui).

O texto afirmou que o guarda-corpo (a mureta) do único viaduto de Ilhéus não oferecia riscos a pedestres e motoristas.

Após instauração de inquérito civil com o auxílio do escritório do CREA/BA em Ilhéus, UESC, Departamento de Polícia Técnica (DPT) e a Central Especializada de Apoio Técnico (CEAT do Ministério Público), a 11º promotoria do MP-BA decidiu exigir que o executivo municipal recupere o viaduto, inclusive o guarda-corpo.

No ofício encaminhado ao secretário de infraestrutura, transporte e trânsito, Átila Dócio, o promotor Paulo Sampaio exige que seja apresentado, até o dia 15 de dezembro de 2018, um projeto de recuperação e qualificação do equipamento viário.

De acordo com o promotor, um parecer técnico “relatou graves falhas estruturais com possibilidade de riscos para pedestres e veículos que ali transitam no Viaduto Catalão”. Dentre os problemas vistos, “foram encontradas graves falhas estruturais existentes nos pilares e vigas do equipamento”. A partir desse problema, o MP exige que a prefeitura impeça o tráfego de veículos pesados no elo entre os altos da Conquista e Teresópolis.  

O MP também exige: o tratamento da oxidação existente nas armaduras dos pilares e vigas; eliminação das graves falhas estruturais existentes na armadura da malha da laje de mesa do equipamento; eliminação dos pontos de desplacamento da parte inferior da estrutura; eliminação das estruturas comprometidas do guarda-corpo; instalação de sistema de drenagem de águas pluviais; e projeto viário de impedimento emergencial de circulação de veículos pesados.

SETOR DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR RESPONDE DENÚNCIA DE PAIS DE ALUNOS

E-mail de Rita Marcia Kruschewsky, responsável pelo setor de alimentação escolar da secretaria de educação de Ilhéus, nega denúncia de pais de alunos da Escola Marrianne Eckes sobre a qualidade da merenda servida pelo governo Marão.

A denúncia foi publicada nessa segunda-feira, 26, (veja aqui).

Leia as explicações.

Prezado Gusmão,

O Município de Ilhéus atende mais de 100 unidades escolares nesta administração, e temos conseguido oferecer alimentação de qualidade, com cardápio variado em cumprimento a quantidade de nutrientes estipulado pelo PNAE, inclusive com almoço servido no mínimo 3 vezes por semana. Obviamente a amplitude de ações (entrega de alimentos, acondicionamento e preparo etc) e agentes envolvidos, além das dificuldades estruturais de áreas mais remotas são questões que podem permitir uma ou outra falha, mas nada que seja habitual.

Por isso a nossa surpresa com a matéria que diz servir o atual governo “pipoca seca” às crianças. A matéria empresta um cunho de ação contumaz, porém retrata uma situação específica. No dia relatado estávamos na comemoração do dia das crianças, e estas participaram de atividades diversas fora da escola, algumas destas culturais; Nesse caso, a pipoca foi um item do lanche a ser levado, que se adequa às referidas atividades. Neste mesmo dia foram oferecidos outros alimentos às crianças na escola.

Gostaríamos de convidá-lo a visitar as unidades que escolher e constatar como tem sido realizado o trabalho. Temos lutado pela oferta de alimentos com maior teor nutricional, enriquecendo o cardápio. Nesta semana estamos fazendo um teste de aceitabilidade com alimentos novos que podem ser oferecidos no cardápio 2019. Queremos detectar as preferências dos alunos quanto ás preparações para o almoço, não apenas dos tipos de alimentos mas quanto à forma como é preparado. A palatabilidade é uma questão primordial, que aumenta o apelo do alimento e aceitação das crianças.

Ao mesmo tempo temo realizado capacitação das merendeiras para receber e preparar alimentos agroecológicos. Se agricultores que produzem alimentos orgânicos participarem das licitações será possível contar com produtos de maior qualidade na mesa das crianças, e isso exige um preparo adequado dos atores envolvidos. Esta administração tem se planejado para que isto aconteça.

O Setor de Alimentação Escolar está a disposição para maiores esclarecimentos.

Rita Márcia Kruschewsky.

CONSTRUÇÃO DO NOVO FÓRUM: CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA ENTRA NO CASO

Foto: Acervo Movimento Área Verde SIM.

Do Blog do Chicó.

A reação ao projeto de construção do novo fórum de Ilhéus numa área do Bairro Jardim Atlântico, na zona sul da cidade, tem um novo capítulo. A conselheira Maria Cristiana Simões Amorim Ziouva, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) solicitou que o Tribunal de Justiça da Bahia (TJBa) se pronuncie diante da interpelação feita por moradores locais no sentido de impedir que o equipamento seja construído na “área verde” designada pela Prefeitura Municipal.

Uma comissão de moradores do Bairro Jardim Atlântico protocolou petição junto ao CNJ alegando que a licitação aberta pelo Tribunal, ora suspensa, o faria para a construção em área cuja doação não teria sido feita pela Prefeitura. Esses moradores se dizem indignados com o projeto, cuja área verde, próxima à Praia do Sul, integrada ao Loteamento Jardim Atlântico I, deveria ser destinada à urbanização para convivência dos cidadãos e instalação de equipamentos de lazer para o entretenimento das crianças, jovens e idosos, conforme memorial descritivo e planta do condomínio.

Embora a Câmara Municipal de Vereadores tenham aprovado o projeto de doação da área para a construção do novo Fórum, moradores do Jardim Atlântico continuam mobilizados diante do fato. Eles pedem ao CNJ a instauração de procedimento administrativo sobre o processo licitatório e que recomende ao Tribunal de Justiça da Bahia “buscar outra alternativa para a construção do Fórum da Comarca de Ilhéus que não venha ferir os princípios da moralidade e legalidade”. A decisão confere ao TJ o prazo de 15 dias para apresentação de suas alegações.

Veja o despacho do CNJ.