FACULDADE MADRE THAÍS OFERECE CURSO DE MASSAGENS TERAPÊUTICA E DESPORTIVA

A graduação em Fisioterapia da Faculdade Madre Thaís vai oferecer, a partir de fevereiro, o Curso de Extensão em Massoterapia. As inscrições já podem ser requeridas na secretaria da instituição ou no site. O curso será coordenado pela professora Daiara Santos Loiola.

Focado em “massagem terapêutica e desportiva” o curso está dividido em dois módulos. O primeiro tem como público alvo graduandos na área da saúde e demais interessados com ensino médio completo. O segundo, alunos que tenham feito o I módulo, massoterapeutas que já trabalham ou estudaram massagem terapêutica ou do shistu. O objetivo é desenvolver as competências necessárias para as atividades profissionais e acadêmicas juntamente com participantes de outros cursos e interessados, e de forma coletiva aprender as melhores técnicas na área da massoterapia.

A professora Daiara Loiola chama atenção para o ritmo de vida atual, muitas vezes repleto de atividades que consistem num grande desafio. “Quando não sabemos como nos comportar diante disso, nosso corpo costuma reclamar, através de dores, desconfortos, insônias. E aí aparecem técnicas que trazem descanso e o conforto necessários para poder encarar todas essas rotinas. A massoterapia é uma das modalidades dessas técnicas bastante famosa por ser eficaz. A massagem terapêutica nos proporciona dias melhores, inclusive no que se refere à prevenção de doenças causadas em consequência de movimentos repetitivos e em outros aspectos da nossa vida”.

“O curso de massagem oferece ao aluno a oportunidade de conhecer e aplicar técnicas milenares, auxiliando-o a adentrar no mercado de trabalho com um diferencial a mais, bem como, aos graduandos do curso de Fisioterapia, vez que poderão ter contato direto com pacientes, reconhecendo os pontos gatilhos e aprimorando os conhecimentos adquiridos. A fadiga muscular é a principal queixa de dores das pessoas que praticam esportes. A massagem desportiva ajuda a recuperar as fibras musculares através da aceleração dos movimentos rápidos de massagem, a retirada dos pontos gatilhos com técnica miofacial, levando conforto para quem recebe a massagem”, explica a professora.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *