EXCLUSIVO: VIDEO MOSTRA SEQUESTRADOR COM A FACA NO PESCOÇO DA EX-COMPANHEIRA

Imagem extraída de vídeo no Youtube.

O Blog do Gusmão teve acesso, com exclusividade, a um vídeo que mostra parte da negociação da Polícia Militar com Juraci Oliveira, conhecido como “Bode”. Durante a noite de ontem (quinta-feira, 27), “Bode” invadiu o apartamento da ex-companheira, Eliana Oliveira, e a fez de refém durante horas.

O sequestro acabou na morte de Juraci, após ele tentar esfaquear um policial militar lotado na 69ª CIPM, que participava da negociação (leia mais destalhes aqui). O fato aconteceu no Condomínio Sol e Mar, zona sul de Ilhéus. 

O vídeo abaixo foi enviado pelo Major Pinheiro, comandante da 69ª Companhia Independente da Polícia Militar.

TRAGÉDIA NO SOL E MAR: SEQUESTRADOR INVADIU O APARTAMENTO DA EX-NAMORADA OUTRA VEZES

Foto de Juraci Oliveira (“Bode”), que enciumado transformou-se num sequestrador. A imagem circula nas redes sociais.

A delegada Andréa Oliveira e a 69ª CIPM da Polícia Militar (sob o comando do Major Pinheiro) divulgaram os nomes do sequestrador e das vítimas do crime ocorrido ontem (quinta-feira, 27) no Condomínio Sol e Mar, zona sul de Ilhéus.

Juraci Vieira Souza Oliveira, conhecido como “Bode”, invadiu o apartamento da ex-companheira Eliana Santos Oliveira, que estava acompanhada do atual namorado Patrick Luís da Hora Sá.

Conforme foi registrado pela Polícia Civil, “Bode” tentou esfaquear um dos braços de Patrick. Populares afirmam que ele conseguiu, mas o boletim de ocorrência não tem o registro desse fato. 

Depois, “Bode” fez Eliana de refém ao colocar uma das três facas que utilizou no pescoço da mulher. 

A chegada dos Policias Militares da 69ª CIPM deu início a uma negociação exaustiva. “Bode” estava bastante furioso e completamente fora de si. Apesar da presença do seu pai e dos policiais, não conseguiu se acalmar.

Diante das várias ameaças feitas por “Bode” de tirar a vida da ex-companheira, a PM foi obrigada a intervir com força.

Ao perceber que um policial estava bem próximo, “Bode” tentou esfaqueá-lo, mas conseguiu apenas furar o colete de segurança. O sequestrador recebeu um tiro e faleceu dentro do apartamento.

Testemunhas disseram na delegacia que “Bode” invadiu o apartamento da ex-companheira outra vezes, sempre com ameaças de matá-la. Na última invasão ele estava mais descontrolado.

O crime e a negociação iniciada pela PM despertou atenção de vários moradores do Condomínio. Muitos permaneceram na frente do prédio invadido até o desfecho da tragédia.