Marão e Bento Lima suspendem servidores não estáveis da folha de pagamento

Bento Lima e Mário Alexandre.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, e o secretário de administração, Bento Lima, suspenderam os servidores municipais não estáveis das funções administrativas e da folha de pagamento.

O decreto nº 128, publicado às 23h37min., da noite de ontem (segunda-feira, 07), cumpre decisão judicial de 1ª instância (veja aqui) e deixa sem salários 268 servidores que ingressaram na Prefeitura de Ilhéus, sem concurso público, entre 5 de outubro de 1983 a 5 de outubro de 1988.

A medida também determina a rescisão dos contratos de todos os servidores que prestam serviços temporários na Secretaria de Desenvolvimento Social, e o recadastramento dos agentes comunitários de saúde e combate de endemias. Os servidores dessa função que não se enquadrarem nos ditames da sentença, também serão afastados.

A Prefeitura não divulgou os nomes dos servidores suspensos. A lista informa o número de matrícula de cada um, cargo, secretaria em que está lotado e a remuneração.

Conforme o decreto, com a suspensão dos não estáveis o erário municipal deixará de pagar R$ 1.590.155,88 ao conjunto de servidores.



One response to “Marão e Bento Lima suspendem servidores não estáveis da folha de pagamento

  1. eles tem asas para voa bento nao e de ilheus nao esses pais de familha sao quando pegam dinheiro gastam em ilheus e bento gasta em Itabuna agente nao esperava isso do prefeito que da ate licença chifre para foncionario que toma corno e quando a filha do foncionario fica doente toma falta vai entender esse governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *