Médicos desmentem SESAB. Paralisação no Hospital Costa do Cacau continua

Na tarde da última segunda-feira, 07, a Secretaria de Saúde da Bahia soltou uma nota negando que os médicos do Hospital Regional Costa do Cacau tivessem iniciado uma paralisação.

Os atendimentos ambulatoriais não estariam suspensos, conforme previa o comunicado do corpo clínico divulgado por este blog.

Na manhã desta terça-feira, 08, médicos em contato com o BG disseram que a paralisação é pra valer. Só os casos de urgência e emergência recebem atendimento. 

Haverá uma reunião na próxima quinta-feira, 10, em Salvador, cuja pauta incluirá os quatro meses de salários atrasados, a superlotação do pronto-socorro e a falta de insumos no hospital inaugurado em dezembro de 2017. A empresa que administra o HRCC tem recebido pagamentos do Governo do Estado, mas não faz os repasses, afirmam os médicos. 

Até o dia 10 os profissionais só vão atender os usuários do SUS com risco de vida.

Leia a nota da SESAB, já desmentida em parte.

“A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia esclarece que o Hospital Regional da Costa do Cacau (HRCC), que é administrado pelo Instituto Gerir, encontra-se com o atendimento normal, seja em nível ambulatorial ou emergência. Na oportunidade, informamos que são realizados pagamentos regulares e consecutivos a todos os fornecedores, sendo o último efetuado em 11 de dezembro de 2018, no montante de R$ 5,328 milhões ao Instituto Gerir. Cabe ressaltar que a unidade encontra-se em fase de transição para que uma nova Organização Social assuma a gestão da unidade pelos próximos 60 meses. A divulgação do vencedor foi publicada no Diário Oficial de 5 de janeiro de 2019”.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *