Marão e Bento elaboram reforma administrativa e demais secretários estão inseguros

Dentro da política, Mário dança a música que Bento toca.

Membros do alto escalão, ouvidos pelo BG, afirmam que o prefeito Mário Alexandre e o secretário de administração Bento Lima planejam, sozinhos, uma nova reforma administrativa. O fato de Marão só confiar em Bento para confabular a nova formação do governo de Ilhéus causa desconforto e insegurança nos demais secretários.

Bento manipula o prefeito dentro do jogo das intrigas políticas, afirmam as fontes. Desprovido da competência necessária para governar e tomar decisões, Marão praticamente entregou a caneta ao seu lugar tenente, cuja aptidão também é questionada.

A reforma, conforme apuramos, objetiva acomodar assessores da deputada estadual Ângela Sousa que ficarão desempregados com o fim do mandato no dia 31 de janeiro. Vereadores insatisfeitos também serão contemplados com mais cargos.

A última reunião do secretariado ocorreu logo após o primeiro turno das eleições (em 7 de outubro passado). Quase não há diálogo e os gestores das pastas perderam o ânimo, pois o critério principal de permanência é o “suor” derramado na tentativa frustrada de reeleger a mãe do prefeito.

Outra condição importante é ser aliado de Bento e concordar com todas as suas diretrizes. Os que divergiram abertamente nas poucas reuniões do secretariado e nos bastidores sabem que não ficarão. Dentro do governo foi liberada uma caça às bruxas.

Entramos em contato com a Secom/Ilhéus no objetivo de ouvir o prefeito e o secretário. Aguardamos resposta. 

Em tempo: o Blog do Gusmão não faz jornalismo declaratório, ou seja, a partir de uma fonte apenas. As informações contidas nessa reportagem foram colhidas de no mínimo três informantes ouvidos em separado, sem que um saiba do outro.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *