Vale repete Mariana e rejeitos poderão chegar ao rio São Francisco

Foto: O Eco/reprodução.

 

Reportagem do site especializado em meio ambiente O Eco.

A mineradora Vale adotou em 2017 o lema ‘Mariana nunca mais’, em alusão ao acidente na barragem da mineradora Samarco , ocorrido há 3 anos, e que destruiu a bacia do rio Doce. A Samarco é controlada pelas mineradoras Vale e BHP Billiton. Pois Mariana voltou a acontecer nesta sexta-feira (25), em doses (por enquanto) menores do ponto de vista ambiental e maiores do ponto de vista humano. Se a tragédia ocorrida em novembro de 2015 deixou 19 mortos, na de hoje estão confirmados 7 mortos e mais de 150 pessoas desaparecidas.

No total, três barragens de rejeitos de mineração se romperam no fim da manhã desta sexta-feira (25), mudando a paisagem do município de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o Corpo de Bombeiros, até o início da noite 189 pessoas foram resgatadas com vida. Parte são funcionários da própria Vale, que estavam almoçando no momento do acidente.

A lama atingiu o rio Paraopeba, ‒ que faz parte do sistema de abastecimento de água da região metropolitana de Belo Horizonte ‒, e segue a caminho do município de Betim e Pará de Minas. As prefeituras pediram para que moradores esvaziem casas próximas das margens do rio. A lama deverá atingir a hidrelétrica de Retiro Baixo, localizada entre os municípios de Curvelo e Pompeu, no domingo. Segundo a Agência Nacional de Águas (ANA), órgão agora ligado ao Ministério do Desenvolvimento Regional, a hidrelétrica deve amortecer a onda de rejeitos.

Se a lama for segurada, Furnas terá uma hidrelétrica a menos, mas isso evitará que a lama chegue ao rio São Francisco. Se transbordar, a tragédia de Brumadinho tem chances de superar Mariana no posto de maior tragédia ambiental da história.

Desculpas

Fabio Schvartsman, presidente da vale, durante coletiva. Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O presidente da Vale, Fábio Schvartsman, pediu desculpas às vítimas e disse que estava surpreso e transtornado por causa do rompimento. Segundo ele, a barragem estava inativa há três anos e não apresentava riscos. “Há mais de três anos [a barragem] não opera e estava em processo de descomissionamento. Ela sequer vinha recebendo rejeitos da mineração. (…) Quando digo surpreso, é que há laudos das consultorias que atestam a estabilidade da barragem. Daí nossa surpresa”, afirmou, em coletiva. “Como vou dizer que a gente aprendeu [com Mariana] se acaba de acontecer um acidente desses?”, disse.

Neste sábado, o presidente Jair Bolsonaro sobrevoará a região, junto com os ministros de Minas e Energia, Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional, além do  Secretário Nacional de Defesa Civil. O presidente da Vale participará da comitiva.

Ubaitaba: Secretaria de Saúde apura infestação de caramujo africano

Caramujo-africano-gigante (Achatina fulica). Foto: Ascom/Ubaitaba/reprodução.

A Secretaria Municipal de Saúde de Ubaitaba, por meio da Coordenação da Atenção Básica, deu início à catalogação de áreas na zona urbana infestadas pelo caramujo-africano-gigante (Achatina fulica). Molusco nativo do leste e do nordeste da África, ele foi introduzido ilegalmente no país na década de 80.

Focos foram encontrados nos bairros Maria Olímpia, Nova Olímpia e Telebahia, a partir de denúncias de moradores aos agentes comunitários de saúde (ACS) e diretamente na Secretaria da Saúde. De acordo com a coordenadora da Atenção Básica, Lindinalva Oliveira, desde quinta-feira, 24, que os agentes estão confirmando os focos para que se adote estratégia de combate ao caramujo.

Com aproximadamente 20 cm de comprimento e 200 gramas, o Achatina fulica se multiplicou de maneira rápida no Brasil para onde foi trazido com o intuito de substituir o escargot verdadeiro, considerando sua massa, alta capacidade reprodutiva e resistência. Como não teve a aceitação esperada neste mercado, muitos donos de criadouros acabaram liberando-os no meio ambiente.

Os caramujos são hermafroditas e capazes de se autofecundar. Por isso, cada indivíduo pode liberar cerca de 200 ovos por ano, com capacidade para sobreviver aos períodos de seca e de frio e a diversos venenos. A espécie é praga de plantações, como abóbora, acerola, alface, café, banana, hibiscos e jambu e causa diversos prejuízos tanto aos grandes quanto aos pequenos produtores.

O molusco é hospedeiro de um verme, o Angiostrongylus cantonensis, agente etiológico da meningoencefalite eosinofílica, doença que provoca a inflamação das meninges – membranas que recobrem o cérebro – e pode ser confundida com a meningite por ter sintomas bem parecidos.

Fonte: Ascom/Ubaitaba.

Concurso da Prefeitura de Salvador vai oferecer 367 vagas para níveis médio e superior

Quadro de vagas do Concurso da Prefeitura de Salvador.

Se você deseja se tornar servidor efetivo, fique atento para concurso público que será realizado pela Prefeitura de Salvador neste ano. Com 367 vagas, distribuídas em 17 cargos e 12 áreas, os detalhes da seleção foram apresentados pelo prefeito ACM Neto e pelo secretário municipal de Gestão (Semge), Thiago Dantas, nesta sexta-feira (25), no Hub Salvador, no Comércio.

De acordo com o prefeito, havia uma expectativa enorme da gestão para a realização desse concurso. O objetivo é de reforçar ainda mais o trabalho da administração municipal, tornando mais eficiente e produtivo o serviço que a Prefeitura oferece à cidade e ao cidadão.

Distribuição – O concurso público para a Prefeitura de Salvador está dividido em três editais. O primeiro deles é para professor, com 150 vagas imediatas e 1,5 mil de cadastro reserva. O segundo edital é para os cargos de Guarda Civil Municipal, Agente de Trânsito, Agente de Fiscalização e Agente de Salvamento Aquático (salva-vidas). 

Por fim, o terceiro edital é destinado aos seguintes cargos: médico, engenheiro civil, fiscal de serviços municipais, engenheiro eletricista, engenheiro/arquiteto e – pela primeira vez na administração municipal – para as funções de psicólogo, gestor público, médico perito, médico do trabalho, técnico de enfermagem do trabalho e técnico em segurança do trabalho.

As vagas oferecidas são para níveis médio e superior, carga horária entre 20h e 40h semanais e vencimentos iniciais de R$2.147,85 até R$11.484,19 – a depender do cargo pretendido. Os novos postos de trabalho vão representar um investimento de R$23,3 milhões para reforçar as áreas estratégicas e prioritárias do serviço público municipal.

Os profissionais vão atuar nas secretarias municipais de Saúde, Educação, Mobilidade, Desenvolvimento Urbano, Gestão, Infraestrutura, Manutenção, Ordem Pública e Promoção Social e Combate à Pobreza, além da Guarda Civil Municipal (GCM) e das superintendências de Trânsito de Salvador (Transalvador) e de Obras Públicas (Sucop).

De acordo com o secretário Thiago Dantas, o edital será publicado no fim de fevereiro, com inscrições a serem realizadas em março e as provas em abril. Vencedora da licitação, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) será a empresa organizadora da seleção. Além das vagas imediatas, também haverá vagas em cadastro reserva, que poderá chegar até 15 vezes o número inicial para cada cargo.

Do total de vagas, 30% serão destinadas para candidatos afrodescendentes e 5% para pessoas com deficiência, conforme previsto em legislação municipal. A validade do concurso é de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois anos. 

Sinebahia Itabuna oferece 21 vagas na próxima segunda-feira

Uma vaga para soldador no Sinebahia Itabuna.

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis na próxima segunda-feira, 28.

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Vagas exclusivas para Itabuna. 

AUXILIAR DE LINHA DE PROCUÇÃO (PCD)

Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Não necessita escolaridade

Não necessita experiência

5 VAGAS 

SERRALHEIRO

Não exige escolaridade

Experiência mínima de 6 meses na carteira

1 VAGA 

SOLDADOR

Não exige escolaridade

Experiência mínima de 6 meses na carteira

Experiência com TIG e MIG

1 VAGA

(mais…)

Jabes Ribeiro pode se tornar liderança de Bolsonaro em Ilhéus

Notinhas.

PP de Jabes paquera Bolsonaro. Fotos: Google/reprodução.

O movimento político favorável ao presidente da República, Jair Bolsonaro, não tem lideranças consistentes em Ilhéus, cujo histórico prove densidade eleitoral.

O repúdio ao lançamento do livro do ex-ministro José Dirceu (PT), que provocou fúria em militantes bolsonaristas nas redes sociais, indicou baixa capacidade de mobilização da direita.

Como na política (e na busca pelo poder) não existe vácuo, caso o governo Bolsonaro conquiste grande popularidade, um político convencional pode preencher a brecha.

O ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, pode no futuro assumir o posto. Nos anos 90, aderiu ao grupo de Antônio Carlos Magalhães, que também tinha inclinações autoritárias e foi um dos incentivadores do golpe militar de 1964. Isaac Albagli,  lugar-tenente de Jabes, já assumiu publicamente a intenção de buscar uma “boquinha” na direção do Porto de Ilhéus, nomeado pelo novo governo. No plano nacional, o PP, partido do ex-prefeito, anunciou apoio à candidatura de Rodrigo Maia à presidência da Câmara dos Deputados. Dias depois recuou, mas pode voltar. Maia é o candidato de Bolsonaro.

Dessa forma, percebe-se que o jabismo iniciou um movimento ainda tímido para entrar na órbita do novo governo. Caso Jabes assuma esse posto, o fato não será surpreendente, pois já faz muito tempo que o traquejado político abriu mão dos compromissos ideológicos.

Se beijou a mão de ACM, pode também se curvar diante do bolsonarismo.