Vídeo: manifestantes agridem Marão na saída da Câmara de Vereadores

Marão, de camisa branca, entra rapidamente no seu carro para evitar mais agressões. Imagem extraída de vídeo.

Manifestantes agrediram com palavras o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, na tarde desta terça-feira, 19, após a sessão da Câmara de Vereadores que abriu os trabalhos legislativos de 2019.

Para entrar e sair do Palácio Teodolino Ferreira, a presença da Policia Militar e da Guarda Municipal foi importante na garantia da integridade física do gestor.

Apesar do governo ter reunido ex-servidores contratados da Secretaria de Desenvolvimento Social para fazer claque favorável, com a promessa de recontratação, o grito dos insatisfeitos foi mais forte.

Dentro do plenário, os dois grupos gritaram ao mesmo tempo e a mensagem do prefeito lida no púlpito quase não foi ouvida.

Marão faz um governo mal avaliado. No dia 01 de fevereiro o BG divulgou pesquisa sobre o desempenho da gestão.

Dos entrevistados, 73.28% afirmam que a administração é péssima ou ruim (mais detalhes aqui).

Vídeo que circula no Whatsaap mostra o prefeito sendo xingado na saída da Câmara de Vereadores. Assista.

 



3 responses to “Vídeo: manifestantes agridem Marão na saída da Câmara de Vereadores

  1. Sabendo que em meio a insatisfação quanto a saúde pública que se encontra defasada, os morros demoronando, educação sendo manchete como péssima, transporte público um dos mais caros, com empresas operando de forma clandestina e devendo milhões a cidade, então nada mais justo que um desabafo de todos esses munícipes

  2. Não pactuo com esse tipo de manifestação com verbalizações violentas e gestos obscenos contra o prefeito. A Câmara de Vereadores deveria ser a Casa Representativa do povo. Fiscalizar e protagonizar Programas e projetos, a aplicação responsável das verbas públicas Federais, estaduais e a arrecadação municipal a bem do município, etc. mas a Câmara se fez um balcão de trocas e negócios políticos obscuros para a colheita de migalhas junto ao executivo. Tudo isso à revelia e desfavor do contribuinte e eleitor de Ilhéus. Fica como exemplo, o recente auto-exonerado Secretário Municipal que mantinha à custa do município dez indicados nomeados, incluindo os dois irmãos, esses já com supostas exonerações programadas, conforme o B.G noticiou. Assim não tem cidade que sobreviva senão vegetativamente, como Ilhéus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *