Nomeação de Manzo, o assessor que sabe demais, gera crise entre os vereadores Tarcisio e Escuta

 

Manzo está com medo de andar sozinho nas ruas. Foto: Whatsaap.

Osman Antônio Lima, conhecido como Manzo, tem longa trajetória na Câmara de Vereadores de Ilhéus. Foi assessor e homem de confiança dos ex-vereadores Joabes Ribeiro, Gilmar Sodré, Alisson Mendonça e Lukas Paiva. Ao todo, soma 22 anos de casa.

Humilde, extrovertido e cumpridor de palavra, com o passar do tempo ganhou a confiança de outros parlamentares que não tinham vínculos com ele. A esses, cujos nomes não convêm mencionar, fez favores diversos, até mesmo depósitos em contas bancárias de amantes.

Certa vez, inadvertidamente ele avisou à amante X que o dinheiro já estava na conta. O problema é que a mesada entrou na conta da amante Y, e uma ficou sabendo da existência da outra. Por conta da confusão, o vereador polígamo virou desafeto de Manzo.

Quando Tarcisio Paixão (PP) presidiu a Câmara (2015-2016), pagamentos a algumas empresas,  feitos em cheques, foram parar nas mãos de Manzo para que fossem descontados. As quantias retiradas das agências bancárias foram entregues a assessores do presidente.

A partir das operações Citrus e Prelúdio, o Ministério Público da Bahia tomou ciência dos cheques e Manzo foi convidado a depor. Homem simples e alheio às malandragens, contou tudo ao MP.

Lotado no gabinete do vereador Luiz Carlos Escuta (PP), Manzo afirma sofrer perseguições de Tarcisio por ter sido sincero em seus depoimentos. O ex-presidente, hoje investigado, estaria exigindo do colega Escuta a exoneração do assessor por conta dos relatos sobre os cheques. Essa informação foi confirmada por duas fontes distintas.

Escuta não está disposto a exonerar Manzo, e, por conta disso, os dois vereadores do PP estão em crise.

Não conseguimos falar com o vereador Tarcisio Paixão.

Sinebahia Ilhéus oferece 30 vagas nessa sexta-feira

Há duas vagas para chefes de perecíveis.

Confira abaixo as vagas de emprego disponíveis nessa sexta-feira, 22, na agência do Sinebahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9. 

AUXILIAR ADMINISTRATIVO (PCD)

Vaga exclusiva para pessoas com deficiência

Ensino Fundamental completo

10 VAGAS 

CHEFE DE PERECÍVEIS (SUPERMERCADOS)

Ensino Médio completo

Experiência comprovada em supermercados

02 VAGAS

CHEFE DE MERCEARIA (SUPERMERCADOS)

Ensino Médio completo

Experiência mínima de 6 meses no setor de mercearia (supermercados)

01 VAGA 

(mais…)

Sinebahia Itabuna oferece 34 vagas nessa sexta-feira

Sinebahia Itabuna tem uma vaga para serralheiro.

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis nessa sexta-feira, 22.

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Vagas exclusivas para Itabuna. 

AUXILIAR DE LINHA DE PRODUÇÃO (PCD)

Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Não necessita escolaridade

Não necessita experiência

5 VAGAS 

OPERADOR DE TELEMARKETING (PCD)

Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Médio Completo

Não necessita experiência

10 VAGAS

AUXILIAR ADMINISTRATIVO (PCD)

Exclusiva Para Pessoas com Deficiência

Ensino Médio Completo

Conhecimento Pacote Office e Internet

01 Vaga

(mais…)

Com ampla formação agrícola, Josias Gomes afirma estar preparado para a Secretaria de Desenvolvimento Agrário.

Josias Gomes. Foto: Google.

O Blog do Gusmão entrevistou na última segunda-feira, 18, o deputado federal (licenciado) Josias Gomes (PT), definido pelo governador da Bahia, Rui Costa, como o novo secretário de desenvolvimento agrário.

Na ocasião, Josias falou sobre o novo desafio no governo baiano.

BG – Quais são os seus planos para a Secretaria de Desenvolvimento Agrário?

Essa secretaria foi criada pelo governador Rui Costa, na primeira gestão dele [2015-2018], com o propósito específico de trabalhar pela agricultura familiar por ser um segmento muito importante da nossa economia.  A iniciativa deu certo. Rui escolheu um secretário com vivência [Jerônimo Rodriguez, um agrônomo] que montou uma equipe importantíssima para os movimentos sociais que lutam pela reforma agrária, e para os agricultores de um modo geral. O trabalho foi iniciado com muita solidez.

O que eu tenho que fazer é muito pouco, pois a largada foi muito boa. Deverei dar continuidade no atendimento aos trabalhadores rurais, e fazer ajustes muito pequenos para continuar o trabalho.

BG – Como recebeu essa nova missão definida pelo governador Rui Costa?

Primeiro, agradeço ao governador por confiar em mim, mais uma vez, para fazer parte da equipe. Segundo, encaro como mais uma das responsabilidades e desafios que me foram colocados. Tenho clareza que buscarei atender as expectativas do governador, com o apoio dos movimentos sociais que lutam pela reforma agrária e agricultura familiar, e por todos esses segmentos que têm lá na Secretaria de Desenvolvimento Agrário o seu espaço privilegiado de inserção com o governo.

BG – Josias Gomes se considera preparado tecnicamente para o cargo?

Eu tenho uma particularidade, Gusmão. Eu sou mestre agrícola, com diploma e formado no Ginásio Agrícola de Escada (PE), em 1973. Depois me formei em técnico agrícola no Colégio de Belo Jardim (PE), em 1976, e fiz agronomia na Universidade Federal da Paraíba, a segunda escola com esse curso de nível superior no Nordeste.

Se tem alguém que está no mundo da agricultura desde muito cedo, sou eu, pois sou filho de cortador de cana lá de Pernambuco.

BG – O que o novo secretário pode anunciar para os agricultores e assentamentos do sul da Bahia?

Eu não sou estranho a esses segmentos, pois sempre partilhei da agenda deles com o ex-secretário Jerônimo Rodriguez, por ter sido secretário de relações institucionais. Nós somos velhos conhecidos. Mesmo antes de estar no governo, sempre estive ao lado deles. Não tenho um recado específico, pois esse pessoal me conhece, e tem ciência das ações da secretaria.

Competidores baianos começam o ano com o pé direito no poker

Ainda é primeiro trimestre de 2019, mas já deu tempo suficiente para os competidores baianos brilharem no poker nacional e mundial. Com alguns torneios importantes já completados no esporte das cartas, não faltam profissionais da Bahia que conquistaram grandes resultados nos feltros ao vivo e online.

O principal representante do Estado é Ariel “Bahia” Celestino e no início de 2019 não tem sido diferente. Há anos como um dos melhores do Brasil no esporte, Ariel iniciou a temporada com força total.

Com vasta experiência no currículo de aproximadamente uma década atuando nos principais campeonatos da América Latina, Ariel foi um dos brasileiros que marcaram presença no cobiçado PokerStars Caribbean Adventure (PCA). O circuito aconteceu em janeiro nas Bahamas, no incrível Atlantis Resort e reuniu milhares de competidores do mundo todo.

Tido como um dos torneios mais relevantes da temporada internacional, o PCA tem alcance global no mundo do poker e profissionais renomados participaram da etapa deste ano. Ariel se destacou em diferentes eventos do circuito e como um de seus principais resultados nas Bahamas ele foi o segundo melhor brasileiro no PokerStars Players Championship (PSPC).

Na ocasião, Ariel ficou em 41° no PSPC, torneio em que o espanhol Ramon Colillas venceu de forma histórica. Entre os brasileiros, apenas Pedro Padilha, que terminou em 10º, superou a excelente colocação do baiano.

A ótima participação no PSPC não foi o único destaque de Ariel nas Bahamas. Ele também ficou entre os 15 colocados em um evento disputado na modalidade Texas Hold’em e terminou entre os 100 primeiros em outros dois alternativos.

O sucesso do baiano nas Bahamas catapultou Ariel para a parte de cima do ranking dos melhores brasileiros segundo o Global Poker Index (GPI). Atualmente ele é o quarto melhor do país — atrás apenas de Kelvin Kerber, André Akkari e Pedro Padilha, respectivamente.

Além de Ariel, outro baiano que merece ser destacado pelo excelente bom de temporada é Pablo Brito. O baiano de Salvador também esteve nas Bahamas para a disputa do PCA e saiu de lá com o balanço bem positivo.

Pablo ficou entre os 50 primeiros em três eventos diferentes e, assim como Ariel, conseguiu ótimos pontos para a classificação do ranking GPI. Após a participação no PCA, atualmente ele aparece na 12ª colocação entre os brasileiros.

A especialidade de Pablo é no poker online. Conhecido no mundo digital do esporte das cartas como “Pabritz”, o baiano é um dos principais nomes do Brasil nessa modalidade. Segundo o site Pocketfives, referência no que diz respeito ao poker online, Pablo é o quarto melhor brasileiro da atualidade.

O baiano já chegou a ocupar a segunda posição desse ranking que geralmente muda bastante a cada semana. Por ser um dos melhores do país no online, naturalmente ele também tem muita relevância internacional. Pablo aparece entre os 40 melhores do planeta e no ano passado chegou a ocupar a 24ª posição.

Mais um baiano que compareceu ao PCA foi Hélio Neves. Ele brilhou no evento PSPC ao lado de Ariel e ajudou a apresentar o Estado com a ótima 50ª posição — só esse torneio teve o total de 1.039 inscritos.

Hélio chegou a ficar entre os 10 primeiros de um evento disputado sob a modalidade Texas Hold’em. Devido a sua excelente performance no PCA, ele se colocou na 9ª colocação entre os brasileiros no ranking do GPI.

Assim como Pablo, Hélio é conhecido pela sua ótima regularidade nos eventos online e se destaca internacionalmente. Com o apelido de “hneves182”, atualmente ele aparece na 13ª colocação no ranking dos competidores brasileiros e o segundo melhor baiano — atrás, claro, só de Pablo.

Com grandes competidores especializados no poker online e ao vivo, o poker baiano promete atingir excelentes marcas em 2019. O início da temporada foi bastante promissor e, sob a batuta de Hélio, Pablo e Ariel, as expectativas estão em alta. Ao decorrer do ano, é provável que esses competidores também atuem em algumas etapas do Campeonato Brasileiro de Poker (BSOP).