Bolsonaro e o tuíte obsceno

Por Julio Gomes.

Causou impacto a forte politização ocorrida neste Carnaval 2019, tanto nos desfiles de escolas de samba do Rio de Janeiro quanto nas ruas, onde blocos e foliões, espontaneamente, se manifestavam como podiam com relação à forma como o Brasil vem sendo conduzido pelo Governo Federal empossado em 1º de janeiro. 

Desde sátiras cabíveis e inteligentes até coro de multidões em xingamento, o brasileiro se manifestou como pôde, e as próprias palavras do atual Presidente, que sempre foi contra o “politicamente correto”, decerto contribuíram para que manifestações deseducadas acontecessem, já que ele mesmo entende que assim deve ser. 

Porém o que está roubando a cena, mais do que as manifestações populares, foi a publicação do próprio Presidente, em sua conta no Twitter, na terça-feira, dia 06/03, quando o mesmo postou um vídeo para lá de inadequado, contendo uma cena de um homem dançando seminu com o dedo no próprio ânus e, em seguida, outro homem urinando na cabeça do que dançava. Para quem desejar ver, o Twitter com o vídeo se encontra facilmente acessível na internet. 

A postagem demonstra, mais uma vez, o despreparo e desequilíbrio da pessoa que hoje ocupa a Presidência. Se para o anônimo folião de rua muito é permitido, é bom lembrar que para quem ocupa determinados cargos impõe-se a obrigação de um mínimo de decoro, sobretudo no que declara ou posta, já que para pessoas do alto escalão da vida pública uma simples declaração torna-se, não raro, um ato de trabalho, um posicionamento do órgão que ocupa ou representa. 

O vídeo postado pelo Presidente em sua conta nos faz duvidar da saúde psíquica do mandatário, já que o despreparo é indiscutível. Depois de incentivar a violência verbal e física durante toda a campanha, com gestos alusivos a armas e palavras grosseiras, o presidente eleito e empossado parece não conseguir entender que tem agora que governar, e que isso exige equilíbrio, sensatez, continência moral e poder de liderar um grande grupo de trabalho em direção a grandes objetivos, qualidades que talvez ele, simplesmente, não tenha. 

Insisto, pois, na questão da inaptidão psicológica, ou mesmo psiquiátrica, de Bolsonaro para ocupar o cargo em que se encontra, e onde seguidamente dá demonstrações constrangedoras, que começaram com a incômoda presença de um dos filhos sentado ao fundo do carro durante a cerimônia de posse, seguiram-se com sua deprimente atuação no Fórum de Davos, onde discursou sem nada dizer e depois foi almoçar sozinho em um bandejão; e continua, com inúmeros e constantes exemplos, sendo o último deles a postagem inadequada, desrespeitosa, descabida que seu instinto de defesa o levou a fazer, e que serve como atestado público de seu descontrole. 

Por fim, fico pensando em como tudo isto repercute junto ao mundo civilizado e às democracias, junto aos demais países, junto a instituições sérias como a ONU, a OEA, a OMC, junto às Universidades e Institutos que, pela sua tradição e contribuição, são indispensáveis à convivência democrática e institucional. Fico pensando se o mundo não nos vê como um bando de loucos governados por alguém que expressa isto com exatidão e fidelidade. E me pergunto: Que dia isto vai acabar?

Julio Cezar de Oliveira Gomes é graduado em História e em Direito pela UESC – Universidade Estadual de Santa Cruz.



6 responses to “Bolsonaro e o tuíte obsceno

  1. kkkkkkk….voces Petistas continuam no mimimi…ahh …eu entendo voces perderam as mamatas, por isso, a razão do choro. Reconhece que dói menos.
    Eu sei que vcs são a favor de sodoma e gomorra, ou não é?.

  2. Crianças podem tocar o corpo nu de um adulto em uma “apresentação cultural”, mas o presidente da República, ele próprio explicitar as mazelas e a degradação moral a que chegou nosso País, isso não pode. É um CRIME DE RESPONSABILIDADE, digno de instalação de um pedido de IMPEACHMENT. Sim, segundo o procurador baiano Rômulo Moreira, Bolsonaro cometeu um crime de responsabilidade, o que caberia um processo de impeachment. Me poupe, senhor procurador.

    Até que enfim um presidente da república que sente e sofre as agruras do brasileiro como um simples cidadão brasileiro, apesar das dores de cotovelo.

    E o Brasil segue entrando nos eixos…

  3. Interesse isso, só porque foi o presidente da republica ficam com essa história que isso é um abuso, que é um escandalos, mais o povo faz tira roupas, mostram os orgãos, se beijam, faz caricias na frente de todos isso é das crianças e isso temos que achar normal, vocês tem que se preocupar que o nosso pais esta cada dia mais sendo uma vergonha.

  4. Quanta hipocrisia ou melhor inconformismo,um país atolado na imoralidade,sodomia explicita,corrupção generalizada,me vem um “texto” desse,(onde o presidente em defesa da maioria da população que por estar enojada dessa putaria institucionalizada e imposta pela esquerda) aliás este artigo é um verdadeiro material colostômico chega a ser patético achar que alguém haverá de ser influenciado com uma baboseira desta. Agora vejo o real motivo do declínio desde blog, lamentável.

  5. estaria tudo resolvido se Bolsonaro, tivesse ido almoçar com sua comitiva em Davos na suíça,em um dos restaurantes mais caros com o dinheiro publico, ai estaria tudo bem, sobre o video , nao sei porque tanta repercuçâo, uma vez se isso para a esquerda eh normal , me faz um favor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *