Líder do PT quer homenagear ator Zé de Abreu com a Comenda 2 de Julho

Zé de Abreu, presidente autoproclamado.

O líder do PT na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelino Galo, deu entrada nesta terça-feira, 12, num projeto de resolução para conceder a Comenda 2 de Julho ao ator Zé de Abreu.

O projeto destaca a postura firme do artista em defesa da democracia, da liberdade e da cultura popular. Nascido em Santa Rita do Passa Quatro, em São Paulo, José de Abreu é um dos maiores atores brasileiros em atividade. Na juventude, dividia a faculdade de Direito em São Paulo com o curso de dramaturgia. Como militante político pertenceu a Ação Popular e deu apoio logístico a VAR-Palmares (Vanguarda Armada Revolucionária).

Foi preso político e obrigado a se exilar em 1968 e só retornou para o Brasil em 1974. Zé de Abreu participou de 58 novelas, programas, especiais, séries e minisséries na televisão. Em fevereiro de 2019, em reação a autoproclamação de Juan Guaidó à presidência da Venezuela, Zé de Abreu declarou-se Presidente do Brasil por meio de uma rede social. O fato mobilizou defensores da democracia dentro e fora do Brasil.

A Comenda 2 de Julho é a maior honraria da Assembleia Legislativa da Bahia.

TSE proíbe “eternização” de dirigentes partidários

Exemplo: Roberto Freire preside o PPS desde 1992. Foto: reprodução/internet.

Do Bem Paraná.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que o mandato dos membros da comissão executiva e do diretório nacional de partidos políticos deve ser de no máximo quatro anos, com possibilidade de reeleição. A medida promete acabar com a prática comum entre as legendas do País de “eternização” de dirigentes que permanecem longos períodos no comando das siglas.

Os ministros do TSE acataram argumento do Ministério Público Eleitoral de que as legendas devem observar o mesmo limite fixado pela Constituição para os cargos eletivos no Executivo. Isso porque a periodicidade das eleições e a temporalidade do exercício do mandato são a base dos princípios constitucional, democrático e republicano, alega o MPE.

O entendimento foi firmado no julgamento de pedido apresentado pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN), que pretendia ampliar, de quatro para oito anos, os mandatos dos dirigentes do diretório e da executiva nacional da sigla. “Se os gestores da coisa pública gozam de um mandato de quatro anos apenas, não há como se admitir que os gestores de um partido político, majoritariamente financiado por recursos públicos, tenha mandato duas vezes maior que o estabelecido na Constituição para os primeiros”, defendeu o vice-procurador-geral Eleitoral, Humberto Jacques Medeiros, no parecer enviado ao TSE.

Segundo ele, uma periodicidade de oito anos para dirigentes de agremiações foge àquilo que o legislador constituinte originário entendeu como proporcional e razoável para os gestores de recursos públicos. Na manifestação, Humberto Jacques lembra que, mesmo no âmbito do Poder Legislativo, o mandato de oito anos, atribuído apenas aos senadores, é exceção. “Embora as agremiações partidárias tenham personalidade jurídica de direito privado, sendo-lhes assegurada autonomia para definir sua estrutura interna, não se pode perder de vista que se tratam de entidades vocacionadas à realização da democracia representativa”, pontuou.

Burocracia – Como no restante no País, no Paraná também é comum que políticos permaneçam longos períodos no comando de seus partidos. O deputado federal Rubens Bueno, por exemplo, preside o PPS no Estado pelo menos desde 2005, ou seja, há 14 anos, segundo os registros oficiais do TSE. Já Severino Araújo comanda o Diretório Estadual do PSB desde 2009, ou há dez anos.

Apesar disso, Bueno diz ser favorável à decisão do tribunal. “Acho que está correto”, afirma ele. “Nunca me candidatei à reeleição. Toda eleição eu fico fora, deixo em aberto”, garante o parlamentar, afirmando que mesmo assim, acabou sendo reconduzido ao cargo ao longo do tempo por decisão dos colegas de legenda. Segundo ele, os partidos têm dificuldade de renovar seus quadros dirigentes em função da burocracia. “Um diretório municipal de uma pequena cidade é obrigado a ter advogado e contador. E a prestar contas mesmo não tendo movimentação bancária”, explica.

Durante o julgamento, a presidente do TSE, ministra Rosa Weber, destacou que a Corte busca sempre privilegiar a autonomia garantida pela Constituição aos partidos políticos, mas que, no caso específico, deve prevalecer o princípio constitucional da razoabilidade. Ela lembrou, ainda, que há inúmeros precedentes rejeitados pela Corte sobre a fixação de prazos indeterminados de mandatos de dirigentes partidários.

Tribunal mira comandos provisórios

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) baixou nova resolução dando prazo até 29 de junho para que partidos com órgãos de direção provisórios com vigência superior a 180 dias constituam comandos definitivos. A intenção é acabar com a prática disseminada entre muitas legendas de manterem indefinidamente comissões provisórias, deixando assim de realizar eleições internas. Pela nova norma, os órgãos provisórios têm validade de 180 dias, salvo se o estatuto partidário estabelecer prazo inferior. O prazo é contado a partir de 1º de janeiro de 2019.

Diretórios são eleitos pelos filiados dos partidos, ou delegados escolhidos por eles, em convenções. Já as comissões provisórias são nomeadas pelas direções nacionais, sem que seja preciso ouvir os filiados ou delegados. Como o nome diz, elas deveriam ser temporárias, funcionando com prazo determinado, até que as legendas promovessem convenções para constituir seus diretórios. Na prática, elas acabam se perpetuando indefinidamente por interesse das cúpulas dos partidos, que assim mantém o controle de suas legendas sem a necessidade de consulta aos filiados, podendo assim escolher dirigentes e candidatos de acordo com suas conveniências pessoais ou do momento.

Reforma – Em 2016, o TSE já havia tentado acabar com essa prática, estipulando que esses órgãos provisórios só poderiam durar 120 dias. Em reação, o Congresso aprovou na reforma política, uma emenda que permite aos partidos políticos continuarem a definir livremente a duração de seus diretórios provisórios.

No Paraná, muitas siglas funcionam com direções provisórias, como o Podemos do senador Alvaro Dias, o PDT do ex-senador Osmar Dias, o PSL do deputado estadual Fernando Francischini e o PSC, por exemplo.

Os ministros entenderam que estabelecer um tempo de vigência para os órgãos provisórios é um meio de ampliar a democracia interna nas agremiações. E fixaram a data de 1º de janeiro de 2019 como marco inicial para contagem do novo prazo.

Sinebahia Itabuna oferece 21 vagas de trabalho

Uma das vagas é para cozinheiro.

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis nessa quarta-feira, 13.

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Vagas exclusivas para Itabuna. 

AUXILIAR DE LINHA DE PRODUÇÃO(PCD)

Exclusiva para pessoas com deficiência

Não necessita escolaridade

Não necessita experiência

01 VAGA

OPERADOR DE TELEMARKETING (PCD)

Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Médio Completo

Não necessita experiência

10 VAGAS

ORIENTADOR EDUCACIONAL (VENDAS)

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses com vendas

Disponibilidade tarde/noite

Possuir curso de informática

01 VAGA

(mais…)

Comunika vai premiar ganhadores da década em Ubaitaba e região

Imagem do Prêmio Comunika 2017. Foto: ascom.

O tradicional Prêmio Comunika, que se tornou uma das festas empresariais mais importantes da Bahia, vai acontecer no próximo sábado 16 de março. Neste ano vai premiar os maiores ganhadores dos últimos 10 anos do Prêmio na cidade de Ubaitaba e região.  E será intitulado Prêmio Comunika – “Campeões dos Campeões” – Edição Especial, onde participarão os maiores ganhadores das outras edições, no total 65 premiados.

O evento que já acontece ha 10 anos. O Prêmio Melhores do Ano Comunika se consolidou pela seriedade que o publicitário e jornalista Aleilton Oliveira conduziu o processo ao longo dos anos, onde só premiou os vencedores de uma pesquisa verdadeira, feita através de entrevistadores, pelo método quantitativo, aleatório e probabilístico através de amostragens. O evento é realizado em Ubaitaba, mas já contemplou empresas de Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Maraú, Camamu e Aurelino Leal.

O Prêmio Comunika foi criado pela empresa Comunika e teve sua primeira edição no dia 28 de fevereiro de 2009. Já nesta primeira, contou com a participação da cantora internacional Jesse Monroe, e a cada ano trouxe uma surpresa diferente para o evento. Um dos destaques foi a criação do Desfile Garota Comunika.

“A ideia da premiação é destacar as melhores empresas e profissionais em cada ramo de atuação, estimulando a competitividade”, afirma Aleilton Oliveira.

A Comunika ainda escolhe alguns profissionais que merecem receber o Prêmio de Honra ao Mérito, que é escolhido de acordo serviços prestados em determinada área, podendo ser profissional, associações e ONGs.

Veja os ganhadores desta edição:

Prêmio Comunika – Melhores do ano – ano 10

Melhores da década, Título – Campeão dos Campeões.

Supermercado e Açougue – Smart Supermercados; Gás de Cozinha – Brasilgás; Revendedora de Pneus e serviços – Santana Pneus; Som Automotivo – Neto Sound; Cabelereiro – Cosme Cabelereiro; Cabelereira – Babi Instituto de Beleza; Laboratório de Análises Clínicas – Prontanálise; Vidraçaria – Vidro Forte; Dentista – Dr. Nereu Ramos; Vendedor – Lango Simpatia (loja Simpatia); Escola Particular – Colégio Vida; Móveis – Biriba Móveis; Loja de Decoração – Annette Vest e Decorações; Materiais de Construção – Construção e Fazenda; Loja do bolo – Pernambucana Bolos; Contabilidade – Pina Contabilidade; Compras de Cacau – Edcau; Calçados – DL Calçados; Salgados – Delícias da Pamela; Posto de Combustível – Santa Terezinha; Delegado de Polícia Civil – Adelino Loyola; Loja de Informática – Silvius e Cia; Sonorização de Rua – Voz Cultural; Rádio – Ubaitaba FM; Médico – Dr. Cláudio; Clínica Ginecológica – Climeg; Moda Popular – Dally Modas; Provedor de Internet – Ubainet; Marmoaria Nossa Pedra; Programa de Rádio – Realidade Atual; Músico – Mc Pierre; Loja de Modas Multimarcas – Wave Mix; Salão de Beleza – Estúdio de Estética e Beleza Simone (Aurelino Leal); Distribuidora de Bebidas – Japonês Escritório de Advocacia – Aragão e Pires; Curso de Informática – Cet Informática; Eletrônica Reis; Doces – Zainha Confeiteira; Clínica Médica – Climeg; Auto Escola do Vale; Loja de Tecidos – Primavera Tecidos; Entidade atuante – CDL; Comunicação Visual – Kau Art’s; Academia de Crossfit – Arena Volts; Clínica de Fisioterapia – CERF; Acarajé – Casa do Acarajé e Abará; Peças Automotivas – Bigú; Oficina Automotiva – Universal; Liderança Política – Suka; Liderança política regional- Gracinha Viana; Vocalista – Danilo Gomes; Cantor – Binho Alves; Sonorização e eventos –JL Produções; Indústria – Nature Frutti

Melhores do ano 2018

Diretor municipal – Dilson do Táxi; Vereador – Marcos Liger; Funcionário Público – Guilherme Souza; Empresa de segurança de eventos – Pelotão; Cantora Revelação – Fani Fonseca; Honra ao Mérito; Edvalter Marinho – árbitro de futebol.

Por serviços prestados na comunicação regional

Políticos do Sul da Bahia; Pimenta; Blg do Thame; iPolítica; Blog do Gusmão

Lixo mal explicado

Notinhas.

“Limpeza pública é onde você pode fazer o caixa de campanha. Não é o caso. Se alguém tiver fazendo não sou eu. Sou transparente e se tivesse acontecendo não iria te dizer”.

Esse pensamento truncado e contraditório é de um ex-secretário de serviços urbanos de uma cidade brasileira. Foram ditas à reportagem do BG em fevereiro de 2016.

Nos bastidores da pequena política, a coleta de resíduos sólidos (lixo) é o meio ideal em que a “picaretagem” com os recursos públicos dá seguimento a projetos de interesse pessoal e de poder.