Índio Tupinambá está desaparecido há 24 dias

Deivid deixou a casa da mãe em Eunápolis e sumiu.

O índio Tupinambá Deivid Charles dos Santos, da aldeia Boca do Córrego, de Belmonte, desapareceu no dia 22 de fevereiro. Segundo a família, Deivid retornou de viagem após passar oito meses trabalhando em São Paulo.

Ele saiu da casa da mãe em Eunápolis, pegou uma motocicleta emprestada para ir para sua casa na aldeia – cerca de 140 km de distância – e sumiu. O fato foi registrado na 1ª Delegacia de Eunápolis no dia 25 de fevereiro.

Segundo a cacique Cátia, madrasta de Deivid, no momento da queixa sobre o desaparecimento, não foi informado que Deivid é indígena. Há um temor relacionado aos conflitos fundiários existentes na região.

A família de Deivid está preocupada. Segundo a madrasta: “o sentimento é de tristeza, tensão e impotência. São 20 dias de desaparecimento, sem notícias”. Entidades e organizações indígenas e de defesa dos direitos humanos acompanham o caso com bastante preocupação.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *