Assassinato do surfista Jackson: delegado afirma que a polícia já identificou suspeitos

Renato Fernandes anuncia: quadrilhas de Una estão com os dias contados. Foto: Una News/reprodução.

O delegado da Polícia Civil, Renato Fernandes, disse ao BG que a investigação já identificou os assassinos do surfista Jackson Nascimento dos Santos, de 24 anos, morto após uma tentativa de assalto ocorrida no último domingo, 14, na BA-001, trecho Ilhéus-Una.

Jackson recebeu um tiro nas costas e faleceu no Hospital Costa do Cacau, na mesa de cirurgia (detalhes aqui). No momento do crime, os bandidos estavam encapuzados.

Jackson foi surfar com um amigo e recebeu um tiro na garupa da moto quando voltava.

O delegado acusou as quadrilhas de Danilo e Fabiano, rivais no tráfico de drogas, de envolvimento no assassinato do surfista. Além de venderem entorpecentes, os dois grupos também cometem assaltos e roubam veículos na região de Una, Santa Luzia, Canavieiras e Belmonte.

O delegado mandou um aviso: “as quadrilhas de Danilo e Fabiano em Una estão com os dias contados. Nós vamos prender todo mundo e colocar na tranca. Se tiver reação vão tombar”.

Segundo Fernandes, na última semana a polícia militar prendeu em flagrante um homem chamado Jonatas, próximo ao distrito de Colônia, por envolvimento no tráfico de drogas. Logo após a prisão, a quadrilha de Danilo atirou numa viatura e quase matou um soldado. “Eles já disseram que vão enfrentar a polícia. O recado que eu dou é podem vir. Vamos cumprir a lei, mas quem atirar na polícia vai voltar deitado, na horizontal”.

Neste mês de abril, Renato Fernandes está responsável pelas delegacias de Una, Santa Luzia e Canavieiras.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *