Marão viaja para os EUA e não passa o cargo para Nazal; prefeito quis evitar reintegração dos servidores

Marão foi para o exterior e deixou a cidade sem prefeito. Foto: Mauricio Maron.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, viajou para a capital dos EUA, Washington, na noite de ontem (segunda-feira, 06).

Marão vai participar do encontro anual da Plataforma Global para Cidades Sustentáveis, promovido pelo Banco Mundial e o Fundo Global para o Meio Ambiente. A expectativa é que ele fique 10 dias fora do Brasil.

No último sábado, 04, Marão e o vice-prefeito, José Nazal, tiveram um encontro no condomínio Aldeia Atlântida, na zona sul de Ilhéus. O prefeito tentou levar Nazal para a América do Norte, mas o convite não foi aceito, depois disse que faria a passagem do cargo, como manda a lei em caso de viagem ao exterior, mas pediu que o vice não reintegrasse os servidores afastados em janeiro.

Os funcionários (cerca de 268) conquistaram três decisões favoráveis ao retorno, no TJ-BA, mesmo assim, continuam impossibilitados de trabalhar.

Nazal não deu certeza de que seguiria a recomendação e os dois ficaram de conversar no domingo. Aconselhado pelo secretário de administração, Bento Lima, e pelo procurador-geral, Jefferson Domingues, Mário decidiu não passar o cargo para o vice.

Bento também receia a possibilidade de ser exonerado, por alguns dias, e passar por mais um vexame, uma vez que sua imagem como homem público anda muito desgastada.



One response to “Marão viaja para os EUA e não passa o cargo para Nazal; prefeito quis evitar reintegração dos servidores

  1. Parece muito natural não cumprir uma decisão judicial.
    Parece muito natural viajar e não passar o governo ao vice. Pode a cidade ficar sem seu um prefeito ??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *